Azul Linhas Aéreas

Após revolucionar o mercado americano com a JetBlue, o empresário brasileiro David Neeleman resolveu em 2008 apostar suas fichas no Brasil. Nascia assim a Azul Linhas Aéreas, já com grande estardalhaço: um concurso cultural para escolher o nome da nova companhia que movimentou milhares de pessoas na internet. Com ousadia, a empresa conseguiu bater o recorde mundial e chegou a um milhão de clientes transportados em apenas oito meses. 

A Azul  tenta repetir a fórmula de sucesso da irmã mais velha, com baixas tarifas sem abrir mão do conforto. Com isso, a companhia aposta em uma frota moderna com jatos Embraer 190 e 195 e turboélices ATR, além de serviço de bordo e entretenimento diferenciado e transmissão de TV ao vivo, algo inédito no Brasil.

O grande salto da Azul ocorreu em 2012 com a compra da Trip, pela qual a companhia passou a ter maior malha regional do Brasil, com mais de 100 destinos. Com isso a Azul se aproximou da GOL e da TAM. Em seguida a companhia apostou nos voos internacionais, com rotas para Orlando e Fort Lauderdale, operados em jatos A330.