Coliseu (Colosseo)

1 avaliação
100% recomendam
10,0

Começamos a nossa visita pelo Amphiteatrum Flavium ou Coliseu, como é popularmente conhecido, um dos monumentos mais famosos do mundo, que atrai milhões de turistas todos os anos. O suntuoso símbolo do Império Romano, cuja construção foi iniciada em 72 d.C., foi palco para o combate entre gladiadores e batalhas com animais, performances que costumavam ser assistidas por um ávido público de até 73 mil pessoas.

A visita às ruínas do Coliseu é fascinante, uma verdadeira viagem ao passado. E como a atração é bastante famosa, a dica é adquirir a entrada com antecedência, pois assim evita-se as enormes filas que se formam desde cedo no local. Você pode adquirir aqui o seu ingresso — que custa €12 (a inteira) e dá direito à entrada no Coliseu, no Monte Palatino e no Fórum Romano (a dica, portanto, é que o visitante reserve um dia inteiro, caso deseje conhecer as três atrações). Guias em áudio também estão disponíveis em português e outros idiomas.

Outra alternativa é optar pelo tour guiado, que pode ser de dia e à noite (somente grupos). Experimentamos o passeio noturno promovido pela empresa City Wonders e podemos afirmar que a experiência valeu cada segundo. Uma guia muitíssimo experiente nos conduziu pelos corredores de um Coliseu completamente vazio, onde pudemos ver com calma, e em detalhes, cada cantinho da construção, a exemplo do subsolo. 

Como adquirirmos o ingresso em cima da hora, acabamos pagando mais caro, porém no site da CoopCulture é possível encontrar o mesmo tour a preços bem mais em conta. A dica, no entanto, é correr e garantir o seu o quanto antes, pois esses ingressos costumam esgotar-se com rapidez. Clique aqui para comprar o seu!

Arco de Constantino

Situado entre o Coliseu e o Monte Palatino, o Arco de Constantino é uma obra prima da arquitetura construída em 315 d.C. Em estilo coríntio e medindo 25 metros de altura, o belo arco foi erguido em reconhecimento à vitória de Constantino na batalha de Ponte Mílvia, em 312 d.C.

Saindo do arco, o visitante pode aproveitar o mesmo ingresso para conhecer o Monte Palatino, uma das sete colinas de Roma que serviu de morada de luxo para imperadores romanos como Augusto, Tibério e Domiciano. O monte, que segundo a mitologia romana também é o local de nascimento dos gêmeos Romulo e Remo, abriga uma bela mistura de ruínas e verde.

O visitante encontra lá atrações imperdíveis, como o museu Palatino (esculturas romanas encontradas no local), a Casa de Lívia (residência do imperador Augusto), entre várias outras. O Monte Palatino abre diariamente a partir das 8h30.

Como chegar ao Coliseu

Estação Colosseo do metrô (linha B).

Piazza del Colosseo, Roma - CEP: 00184
+39 06 3996 7700
http://www.turismoroma.it
Seg–Dom: 8:30–18:15

O-coliseu O-coliseu-parte-interna O-coliseu-parte-interna O-coliseu-fachada O-coliseu-de-roma O-arco-de-constantino Monte-palatino-roma Monte-palatino-roma Monte-palatino-roma Coliseu-colosseo Coliseu-colosseo Coliseu-colosseo Coliseu-colosseo Coliseu-colosseo
Avalie Coliseu (Colosseo)

  1. Sobrecoliseutours Barbara
    há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    Não dá para ir a Roma e não visitar o Coliseu: é simplesmente uma das principais atrações de Roma e de toda Europa! Imagine entrar em uma espécie de estádio construído 2000 anos atrás! Quantos espetáculos, lutas de gladiadores, eventos passaram por aqui. Estudos indicam que o Coliseu conseguia abrigar até 45000 pessoas. Uma obra imponente que merece a visita (se for com guia que fala português, melhor ainda). Aqui tem um pouco mais da história do Coliseu, para os curiosos: http://coliseu.tours/sobre-coliseu/

    Nada

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.