Santiago

MEU DEPOIMENTO VIAGEM 8 DIAS A SANTIAGO - JUNHO 2017

  • Missing guilherme escher    há mais de 1 ano Balloon-quotation

    Boa noite,
    Venho aqui prestar meu depoimento sobre Santiago do Chile com dicas e custos.
    Primeiramente, pesquise os pontos turísticos e coloque num papel os dias em que queira visitá-los. Não contrate uma agência de turismo antecipadamente, ao chegar em Santiago possui um em cada esquina e como a concorrência é grande, lá você acaba sempre achando o melhor preço. Não se preocupe que em Santiago é tudo fácil de se fazer.
    Quando cheguei no aeroporto, troquei um pouco de dinheiro no câmbio para realizar o transfer aeroporto-hostel, na qual paguei 7.500 pesos. Não troque todo seu dinheiro, pois a taxa do aeroporto é horrível.
    Fiquei hospedado no hostel la chimba no bairro bohemio de recoleta, ou mais conhecido como Bella Vista, perto dos melhores pubs e baladas da cidade. Recomendo ficar em hostel quem vai sozinho ou com amigos, pois não é luxuoso e algumas situações são precárias e perrengues que vai passar. O lado bom é que você acaba conhecendo pessoas do mundo inteiro com culturas diferentes, fazendo assim um intercâmbio legal. Consegui melhorar meu inglês e espanhol. Caso vá de casal, sugiro um hotel.
    Não gostei da comida em Santiago, a maioria dos lugares é lanche que vem pouca quantidade e preço caro. Mas também se é pra ir no Chile e não comer a comida local, sugiro ficar no Brasil, que pra mim possui a melhor comida do mundo (hehehe). Acabei sempre comendo pizza, sushi ou comprando os ingredientes no mercado e cozinhando no hostel (vale muito a pena).
    No primeiro dia, fui até a rua augustinas trocar meu dinheiro e consegui uma taxa bem boa. Sugiro sempre trocar lá. Por sorte no câmbio que eu consegui a melhor taxa, havia uma vendedora brasileira de pacotes de turismo, na qual acabei fechando com ela os passeios para Embalse El Yeso, Valle nevado/Farellones e Valparaíso/Vina del Mar. A empresa é Alphatur, recomendo. Os motoristas e guias são muito engraçados, vão fazendo você rir o caminho todo e conhecem muito bem os locais e dão ótimas dicas.
    Em embalse El Yeso foi o melhor passeio, lugar lindíssimo. Sugiro ir neste passeio. Valle nevado e Farellones foi legal, o ruim que é tudo muito rápido, você sobe lá tira fotos e volta, se quiser esquiar esquece. Se quiser esquiar, sugiro alugar um carro ou ir por conta própria de manhã bem cedo para passar o dia lá e não com turismo com diversas pessoas. Prepare o bolso, pois almoço, lanche, café ou qualquer coisa que for adquirir lás nas montanhas de neve são caras. Um almoço para uma pessoa sozinha custou em torno de 60 reais, sem bebida. Uma longneck da Corona no Valle Nevado paguei 22 reais com 10% do garçom. Lembrando que em Santiago tudo e em qualquer lugar vai ter os 10% do garçom, mais conhecido lá como 'propina'.
    Em Valparaiso e Vina Del Mar, não achei um passeio legal, as cidades são antigas, muito bonito as vistas, o porto, porém é como qualquer cidade litorânea. Me arrependi deste passeio, acredito que ir de casal seja mais legal, mas pra quem é jovem e quer ver outras coisas não recomendo. Valeu pelas fotos e por conhecer a história da cidade que é considerada patrimônio da humanidade pela ONU.
    Recomendo colocar uns dias a mais no seu roteiro de viagem, pois sempre tem um dia que chove, no meu caso dois dias choveu e atrapalhou toda minha programação, na qual perdi alguns passeios. Acredito que 8 dias seja o suficiente para conhecer tranquilamente os lugares.
    Tome muito cuidado no centro, não fique com objetos de valor nas mãos, cuidado ao tirar selfies, fique sempre atento com sua mochila, pois todos os dias são muitos casos de roubos à brasileiros. Um grupo de cariocas que conheci, tiveram sua mochila roubada quando se distraíram ao pedir um café, dentro da mochila tinha passaporte e a câmera fotográfica com as fotos dos passeios. Infelizmente acontece lá também, porém pode ficar tranquilo em caminhar na rua de noite, pois não assaltam como no Brasil. Respeite a cultura local, todos atravessam as ruas pela faixa de segurança e quando abre o sinal.
    Utilizei bastante o metro, achei ele incrível, prático e fácil. Fiz o Cartão BIP no primeiro dia e só ia recarregando na medida que ia andando, sugiro imprimir o mapa das estações, facilita muito a vida. Outro transporte bom e barato de pegar é uber. Achei super tranquilo e barato.
    Custos: Tirando a passagem e hostel, eu gastei em 8 dias R$1.700 reais, vivendo bem e ainda fazendo compras nos outlets no bairro quilicura, além de alguns vinhos. Meu hostel paguei em torno de 500 reais, porém paguei em dólar que dai não paga o imposto chileno de 19%. A passagem custou R$900 e o seguro de vida R$100. Juntando tudo R$3 mil reais no total. Eu havia levado R$2.500 reais em dinheiro para trocar lá, no fim sobrou bastante e troquei novamente por real, não tive muita perda, pois troquei com um brasileiro que tinha recém chegado e consegui a mesma taxa que paguei.
    Para os passeios na neve, você é meio que obrigado a ter uma calça e jaqueta impermeável. Tente levar do Brasil ou comprar em alguma loja na rua bandeirantes no centro de Santiago, comprei lá bem barato uma calça, pois o aluguel desse tipo de roupa é bem cara antes de ir para a neve. Alugue somente a bota.
    Não vem mais em mente alguma dica, caso queiram perguntar algo, fico a disposição. Caso vou lembrando de algo, eu pergunto aqui. Desculpa os erros de português e se as dicas não estão em ordem, fui escrevendo o que vinha na cabeça hehehe. Abraço e boa viagem.

  • Vd636 Aiane Tápia    há mais de 1 ano Balloon-quotation

    Ótimas sugestões Guilherme, uma única observação é a respeito ao passeio a Valle Nevado, para a locação do carro, é uma subida muito íngreme e muitas vezes necessário colocar correntes nas rodas dos carros, é mais por segurança mesmo. O Passeio que fiz com o transfer, fomos muito cedo e retornamos no final da tarde, conseguimos aproveitar bem!!.

  • Missing guilherme escher    há mais de 1 ano Balloon-quotation

    Olá Aiane, muito boa observação. Para alugar carro tem que ter correntes para subir, é obrigatório. Quanto ao passeio ser feito de transfer, depende da agência, pois a minhão eu não gostei muito pois não foi muito bem aproveitado, mas mesmo assim tirei muitas fotos hehe

  • Thumbnailimg20160817153432140hdr LEONARDO JUNIOR    há 11 meses Balloon-quotation

    Olá Guilherme, show o depoimento, me da umas dicas a mais, pois pelo que li somos o mesmo estilo de viagem. : )
    Sobre o Lugar vc ficou que ficar peto da parte da Boemia, rs. curto muito sair a noite em todo tipo de baladas e bares.
    Você chegou a curtir? tem valores que gatou nas noitadas?
    E o Pessoal de lá é tranquilo pra curtir a noite, são receptivos?
    se tiver alguma casa noturna que vc. foi manda pra mim.
    A respeito de esquiar, você lembra os valores do aluguel das botas , esquis, Snowboard e as Taxas de entrada dos parques e teleféricos, isso se vc. alugou..
    Li em outros depoimentos que tem umas Vans que vão ao centro de Esqui e dai fica bacana pra curtir com mais tempo nas pistas vc. viu isso lá?
    Desde já agradeço, abrç.

Enviar Comentário