A TAP Portugal é a principal companhia aérea portuguesa e é também a empresa estrangeira com mais voos saindo do Brasil. Ela opera voos partindo de dez aeroportos brasileiros para Lisboa ou Porto, entre eles os principais terminais nacionais. 

Fundada em 1945, está prestes a deixar de ser controlada pelo governo português, que iniciou um processo de privatização devido às dívidas da companhia, que ultrapassam a cada de 1,2 bilhão de euros ( R$ 3,1 bilhões).

O leilão teve dez interessados oficiais, dentre os quais três fizeram propostas, mas apenas os donos da Avianca foram habilitados para a fase final. Se tudo der certo, eles assumem o controle da TAP no primeiro trimestre de 2013, mas com cláusulas que impedem mudanças drásticas, como a troca do nome da companhia no curto prazo.

A crise financeira fez com que o serviço prestado pela companhia, antes bastante elogiado, sofresse uma queda de qualidade e hoje ela divide opiniões entre os passageiros brasileiros. No último ranking do SkyTrax ela obteve um modesto 67º lugar, com três estrelas. Será que a concretização da compra pela Avianca poderá melhorar essa qualificação?