Tico Brazileiro
Tico Brazileiro

Avaliações



  1. Avaliações de Delta Airlines Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 5 anos
    8,9
    Bom
    Pontualidade
    Serviço de bordo
    Check-in
    Conforto do avião
    Entretenimento
    Cuidado com bagagem
    Atendimento dentro do avião
    Custo-benefício
    Voo Internacional - Classe Econômica
    Data de ida: 09/02/2013       Data de volta: 19/02/2013

    Além de adorar viajar, sou um apaixonado por aviação civil. Não é a toa que coleciono miniaturas de aviões de empresas diversas. Viajar numa empresa nova sempre é uma forma de você avaliar o serviço e confesso que apesar de ter lido algumas coisas ruins sobre a Delta, me surpreendi POSITIVAMENTE. Além de tudo ter corrido muito bem, desde o check in até o destino final, que foi Nova York, tive a oportunidade de acumular 15.000 milhas Smiles e conseguir upgrade de categoria no programa da GOL. Sem dúvidas isso também tornou o que já estava bom, melhor ainda. E olha que em qualquer tarifa que você compre passagem na Delta, isso inclui as promocionais, o acúmulo no Smiles será de 100% e nos moldes antigos da Varig. Vale a pena demais.

    Nas suas televisões individuais, alguns programas/ filmes que falam que tem legenda/ áudio em português, na verdade são em espanhol. Mas, nada que manche um atendimento de primeira como o da Delta Airlines. Certamente irei voar novamete com eles, inclusive dando preferência.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  2. Avaliações de Joanesburgo Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 5 anos
    8,0
    Bom

    Hoje é dia de mais uma postagem retroativa. O destino de hoje é uma das principais cidades do continente africano e a maior da África do Sul. Estou falando de Johanesburgo, que historicamente era um assentamento de mineradores, que teve uma invasão europeia (em especial dos ingleses) com a notícia que era uma terra rica em ouro. Por volta de 1910, foi instituído o regime do apartheid, aonde negros e indianos foram pesadamente taxados, além de serem barrados na contratação de serviços não braçais. Após durar por cerca de 80 (oitenta) anos e desde o ano de 1994, que os sul africanos não tem mais essa discriminação racial, na qual era regulamentada em legislações locais.

    Apesar de não ser um destino tradicionalmente escolhido pelos turistas, estive por lá em 2011, enquanto aguardava o meu voo de conexão para Sydney, na Austrália. Neste período, ficou claro o benefício da Copa do Mundo realizada um ano antes, com vias largas e um ótimo aeroporto internacional. Mesmo com o sucesso do mundial de futebol, o principal esporte praticado por lá ainda é o Rugby, que é um pouco da herança dos ingleses.

    Num passado não muito distante, Johanesburgo detinha o péssimo título de cidade mais violenta do mundo. Ainda assim, as coisas estão muito mais organizadas e melhores, o que tranquiliza mais os turistas que ali desembarcam. A dica é ficar hospedado na cidade vizinha e parte da sua região metropolitana: Sandton City. Para os consumistas de plantão, é por lá que se encontra um dos maiores centros de compras da África do Sul, com mais de 400 (quatrocentas) lojas de marcas de moda local e internacional e deixando muitos centros de compras no mundo com inveja. O shopping está localizado ao lado da estação Sandton do Gautrain.

    Aproveitando o passeio, encontramos a Nelson Mandela Square, uma grande praça a céu aberto repleta de restaurantes com as mais diferentes especialidades (desde massas italianas, carnes e frutos do mar, até iguarias africanas, como pescoço de girafa e cérebro de macaco). Considerando que o Real tem se valorizado frente a diversas moedas, o câmbio é bastante favorável ao turista brasileiro, um motivo a mais para provar dos sabores que a África tem a oferecer. Para se ter uma noção, R$ 1,00 vale cerca de R 4,68 (a moeda local se chama Rand).

    Um dos restaurantes mais badalados da praça é o Montego Bay Seafood Restaurant, Sushi & Oyster Bar (http://www.montegobay.co.za/), que é um espetáculo em frutos do mar, além do atendimento bastante simpático por seus atendentes. Além disto, é uma ótima oportunidade para se experimentar um poucos do vinhos tintos de corte Shiraz, Pinot Noir ou Pinotage. Como não poderia deixar de ser, a minha escolha foi um assemblage sul-africano: o Kanu Rockwood Red, de cortes Shiraz, Cabernet Sauvignon, Roobertnet, Merlot e algumas uvas locais, da região de Cape Town (muito bom). É importante destacar uma curiosidade: na África do Sul, são produzidos mais vinhos brancos do que tintos. Principalmente os Chardonnay, Chenin Blanc, Riesling e Sauvignon Blanc. Com uma das mais repeitadas produções vinícolas do novo mundo, essa expansão se deu com o término do apartheid. Para os que gostam de uma culinária mais exótica e típica da região (com iguarias que variam desde pescoço de girafa, cérebro de macaco ou crocodilos), a dica é provar o restaurante Lekgotla (http://www.lekgotla.com/).

    Por fim, ir ao continente africano e não viver uma aventura num safári seria bastante frustrante. As opções são inúmeras e a mais indicada é sem dúvida o famoso Kruguer Park, que fica um pouco mais afastado (na fronteira com Moçambique) e tem o tamanho de Israel. Infelizmente devido ao tempo curto, a opção foi ir ao Lion Park (http://www.lion-park.com/). Dependendo do tempo de sua estadia em Johanesburgo, é possível escolher com calma a melhor programação. Os programas são dos mais variados, que incluem desde um tour pela vida selvagem africana numa espécie de “carro-gaiola” ou ainda se hospedar em um desses parques, para acordar nas primeiras horas do dia e se aventurar num tour caminhando, sempre acompanhado de um guia com um rifle, por questão de segurança. Além de ser possível interagir com vários animais típicos da África, também é possível encontrar uma espécie rara de leões. O Panthera leo krugeri, ou simplesmente o Leão branco, que distingue-se dos outros por conta de sua pelagem branca, decorrentes de anomalias genéticas. Apenas na África do Sul é possível conferir esta espécie rara, sejam adultos ou seus filhotes.

    Confiram um pouco dos registros que fiz com a minha máquina filmadora, mostrando um pouco mais da cidade e seus arredores de forma interativa: http://www.youtube.com/watch?v=DFRmdyjR_Dc

    Se quiserem outras dicas (inclusive de outros lugaress) que, em conjunto com as diversas do Melhores Destinos, podem adicionar/ ajudar e muito a sua viagem, convido todos a conhecerem o meu blog, baseado nas minhas próprias experiências pelo Brasil e pelo Mundo.

    Basta acessarem o endereço abaixo:
    www.ticobrazileiro.blogspot.com.br

    Também tenho uma fanpage no facebook, que peço que conta com todas as atualizações do blog: www.facebook.com/blogdoticobrazileiro

    Espero que gostem.

    A cidade é tão grande como São Paulo e possui os mesmos problemas sociais, como favelas, pobreza e claro: o trânsito. Mas, dá para conviver com isso tudo, pois é de forma ordenada.

    Avaliacao-joanesburgo Avaliacao-joanesburgo Avaliacao-joanesburgo Avaliacao-joanesburgo
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  3. Avaliações de Paris Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 5 anos
    9,0
    Bom

    Em meados do século X, um pequeno vilarejo situada numa espécie de cruzamento entre rios e estradas e no centro de uma região agrícola, tornou-se a mais importante cidade da França. Trata-se de de Paris, uma cidade referência em todo o planeta, que é cercada por inúmeros monumentos. Seja pelo seu papel político, econômico e social assumido ao longo dos anos, não há como negar que a cidade é um poço de história por todos os lados. Seja com a Tomada da Bastilha, que deu início à Revolução Francesa, dando origem aos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade, ou com Napoleão que tornou uma mera cidade medieval numa cidade moderna. Os dados não mentem: a capital francesa é o destino preferido dos turistas do mundo todo, atraindo cerca de 30.000.000 de pessoas por ano.

    Considerando o fato da cidade ser a mais visitada do mundo, não é tarefa simples encontrar bons hotéis a preços mais baixos, além de disponibilidade. Uma opção bastante confortável e em conta, é um hotel da Rede Accor, o Novotel Paris Est (http://www.accorhotels.com/gb/hotel-0380-novotel-paris-est/index.shtml). Apesar de um pouco mais afastado, no bairro de Bagnolet, ele conta com café da manhã incluso, além de uma área cercada por mobilidade e ótimo transporte público, como ônibus e metrôs, que levam para as atrações no centro da cidade. A estação mais próxima é a Gallieni, da linha 3 e que fica por trás deste hotel. Uma vez utilizando a estação, a dica fica por descer algumas estações depois, na République, aonde é possível pegar conexões com as linhas 5, 8, 9 e 11 ou na estação Opéra, que faz parte da mesma linha 3, com origem na estação Gallieni. De toda forma, o metrô e suas linhas são bastante simples de se entender, não há como se perder.

    Uma das maiores atrações da cidade é a "mais bela avenida do mundo" ou simplesmente La plus belle avenue du monde, como os franceses chamam a famosa Avenida des Champs-Élysées. Cercada por cinemas, cafés, restaurantes, lojas de grifes famosas, a avenida é detentora do metro quadrado mais caro do continente europeu. Uma curiosidade sobre a origem do nome, é uma referência ao Campo Elísios, da mitologia grega, que era o lugar dos mortos. Sem dúvidas o mais interessante é ter bastante tempo para poder andar pela avenida, de ponta a ponta. Em uma de suas extremidades, é possível admirar um dos cartões postais da cidade, que é o Arco do Triunfo. O monumento foi construído como uma forma de eternizar as glórias e conquistas do Primeiro Império Francês, liderado por Napoleão Bonaparte. Depois de uma longa caminhada, o ideal é escolher um dos vários restaurantes e degustar um pouco dos sabores da capital francesa. Uma boa opção é uma trattoria, a Brasserie Vesuvio que possui uma Bruschetta que considero pedido obrigatório. Quem quiser conferir na próxima passagem por Paris, basta ir no endereço: 144 AV. Des Champs-Elysées 75008.

    A próxima parada é num dos melhores lugares de Paris: o bairro boêmio de Montmartre. A região é considerada ao mesmo tempo assustadora e charmosa, por conta de suas ruas arborizadas. Além do mais, é possível acompanhar trabalhos de pintores de rua, artistas e claro, os diversos cafés e cabarés, símbolo da rua. Uma das vistas mais impressionantes da cidade, fica no alto da colina, aonde está o famoso Sacré-Couer, que já foi palco de comandos militares (por ser um ponto estratégico). Alguns dos mais famosos artistas eram frequentadores assíduos do bairro, como Monet, Van Gogh e Ronoir, o que certamente ajudou a trazer seguidores e transformá-lo e algo mais descontraído. Com o tempo isto não mudou, ainda é possível perceber no ir e vir das pessoas vários artistas de rua, criando suas peças ou simplesmente tentando fazer caricaturas dos turistas. Antes de iniciar a subida da colina, é importante parar para conhecer o Moulin Rouge, mais antigo e famoso cabaret da cidade e símbolo da noite parisiense. Este é o momento para se informar sobre os seus diversos shows, que apesar de caros, valem a pena e ainda dá direito a uma garrafa de champanhe por pessoa na mesa.

    Ainda no bairro mais boêmio de Paris, todas as atenções se voltam para o ponto mais alto da cidade, que é a colina da Basílica do Sacré-Coeur (Sagrado Coração). Um belo templo com tonalidade clara, é um dos lugares mais visitados em toda a França, segundos dados. Símbolo máximo do bairro, sofre influências da arquitetura romana e bizantina, além de ter um formato de uma cruz grega e formando quatro cúpulas. Aproveitando a visita a esta catedral, é imperdível uma volta na Place du Tertre, que é rodeada por restaurantes, cafés e bares, que são ideias para se sentar, degustando um belo vinho "nacional" (que tal um Châteauneuf-du-Pape? Ou um Côtes du Rhône? Já sei, prefere um Bordeaux Supérieur!) e observar artistas criando diversos quadros ou fazendo caricaturas dos turistas que por ali passam. O interessante é sem dúvidas curtir o lugar e tentar sair um pouco do circuito turístico óbvio, andando pelas escadarias e ruelas do bairro e entender um pouco mais do charme de Montmartre.

    Uma atração imperdível e que é impossível de se conhecer em apenas um dia é o Museu do Louvre (Musée du Louvre), que está no Palácio do Louvre e é um dos maiores e talvez mais famoso museu do planeta. Se bem observado, o seu pátio central, aonde há uma pirâmide de vidro está alinhado com o centro da Avenida Champs-Élysées. Um espetáculo, que conta com as mais famosas obras do Mundo como a Monalisa, Vênus de Milo, Rembrandt, Michelangelo, entre outros. Para os que não gostam de obras de arte, mas preferem um pouco de história, é possível apreciar cerca de oito m Il anos da cultura de toda a civilização oriental e ocidental, como por exemplo, o famoso Código de Hamurabi, artefatos dos egípcios, gregos, romanos, entre inúmeras outras peças da Europa Medieval, Renascentista e contemporaneidade. Para se ter uma noção, o Louvre é o museu mais visitado do mundo e é preciso ter um bom condicionamento físico. Ao final do passeio, certamente os pés estarão doendo de tanto andar de galeria em galeria.

    A exemplo do que acontece em Nova York, com a Macy’s, Paris tem a sua maior loja de departamentos e que não fica por baixo: a Galeria Lafayette (http://www.galerieslafayette.com/), que conta com cerca de 10 andares do mais alto padrão do consumismo mundial, repleto de lojas de grifes internacionais. Próximo dali, encontra-se uma filial do Hard Rock Café, que fica mais precisamente na 14 Boulevard Montmartre e segue o padrão de toda rede de lojas do mundo inteiro.

    No centro de Paris, encontramos seu “edifício” mais alto e visitado da cidade. Trata-se da famosa Torre Eiffel, construída no Campo de Marte, que fica na região central da cidade durante uma exposição mundial que ocorreu no local. Construída para honrar o centenário da Revolução Francesa, a torre foi construída para ser uma estrutura temporária e após a amostra ser desmontada. Conta a história, que prestes a ser demolida no início dos anos 1900, ela se salvou por ter seu grande valor como antena de transmissão, por incrível que pareça. Durante cerca e 40 (quarenta) anos o monumento ostentava o título de mais alto do mundo (com seus 324 metros), mas acabou perdendo o trono para o prédio da Chrysler, em Nova York. O fato é que a Torre Eiffel é o cartão postal da cidade e já recebeu mais que 244.000.000 de visitantes, desde sua inauguração. A dica fica em chegar no final da tarde, para curtir um bonito pôr do sol, além de acompanhar as luzes da cidade acedendo.

    Por fim, vale a pena visitar a Catedral de Notre Dame, situado na Praça Parvis e rodeado pelas águas do Rio Sena. Essa catedral é uma das mais antigas da França e tem seu estilo gótico, característico da Europa. Um passeio muito interessante é nos barcos do Bateux-Mouchés, que são embarcações voltadas para o turista, para conhecer um pouco mais da história das pontes e da própria cidade, sob a perspectiva do Rio Sena.

    Aproveitem e confiram um pouco do vídeo que postei no meu canal do youtube mostrando de forma interativa a cidade luz:http://www.youtube.com/watch?v=sOx5nQ9uMb8&list=TL437qLcRQRo0NaTKw-8WZcl5nBydBI7G3

    Se quiserem outras dicas (inclusive de outros lugaress) que, em conjunto com as diversas do Melhores Destinos, podem adicionar/ ajudar e muito a sua viagem, convido todos a conhecerem o meu blog, baseado nas minhas próprias experiências pelo Brasil e pelo Mundo.
    Basta acessarem o endereço abaixo:

    www.ticobrazileiro.blogspot.com.br

    Espero que gostem.

    Para as pessoas que não conseguem ficar desconectadas, o wifi em Paris é algo difícil de se encontrar. Nem todos os restaurantes e bares disponibilizam para que o cliente use. Além disto, a maioria dos banheiros em locais turísticos são cobrados uma taxa "simbólica" para uso.

    Avaliacao-paris Avaliacao-paris Avaliacao-paris Avaliacao-paris Avaliacao-paris Avaliacao-paris
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  4. Avaliações de Nova York Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    9,0
    Bom

    Conta-se que um grupo de 23 (vinte e três) judeus foram expulsos de Pernambuco por volta de 1654 e acabaram parando na então chamada Nova Amsterdã, que até o momento era um entreposto da Companhia das Índias Holandesas na Ilha de Manhattan. A história conta que naquele local, eles ajudaram na criação da Bolsa de Valores e por fim de uma das cidades mais famosas do mundo: Nova York. Por isso, não fiquem espantados quando falarem que os judeus expulsos do Recife, criaram Nova York, pois não é mentira. Apesar de eles terem deixado o Brasil rumo a Amsterdã, acabaram parando por lá e erguendo essa cidade tão especial.
    Posso afirmar que já fiz história por lá. Estive em 1997, quando ainda existiam as famosas torres gêmeas do World Trade Center (que sofreram atendados e foram derrubadas em 2001) e recentemente, em 2013, estive no mesmo local aonde tem o September 11th Memorial e a Freedom Tower, inclusive mais alta do que as antigas torres que ali existiam, sendo erguida num complexo que terá cerca de 05 (cinco) edifícios. Turistas do mundo inteiro visitam esta que é conhecida também com Ground Zero (Marco Zero) e a apesar do forte esquema de segurança para entrar, parecido com os dos aeroportos norte-americanos, a entrada segue sendo franca e sendo possível obter o ticket de acesso na hora. Como em Nova York é possível combinar turismo e compras, na frente do local, há um mall chamado Century 21, que tem uma variedade de produtos de grifes (roupas, sapatos, perfumes) quase sempre com descontos e promoções.
    Considerando que a maioria das atrações em Nova York são pagas, é aconselhável comprar um desses passes com a entrada inclusa. Lembrem-se que há sempre duas filas: uma para comprar e outra para entrar nas atrações e essas “entradas” já pagas anteriormente facilitam muito. Portanto é bom prestart atenção: existem o New York Pass e o New York City Pass (conhecido como City Pass). Em ambos os casos há sempre planos para alguns dias. Acredito que a melhor escolha é sem dúvidas o New York Pass, uma vez que estão inclusas cerca de 70 (setenta) atrações, incluíndos cruzeiros ao redor da Ilha durante o dia ou a noite. Independete do dia da compra, ele só é ativado no momento que é usado na primeira atração, independente do dia. Mas, preste atenção, se você escolhe o plano de 03 (três) dias e começa a usar, ele estará válido APENAS até a meia noite do terceiro dia. Para maiores informações, basta acessar o site deles em http://www.newyorkpass.com/
    Recentemente a Big Apple foi atingida por fortes tempestades, inclusive o furacão Sandy, que fechou algumas atrações principais como a Estátua da Liberdade. Apesar de eu ter ido até Ellis Island (local da estátua), não tive a mesma sorte 16 (dezesseis) anos depois em virtude dessas forças naturais. A solução foi escolher um dos vários cruzeiros que existem no Pier 83 e degustar das belezas do Rio Hudson e Manhattan por outro ângulo. Há vários passeios, uns longos como o que passa por TODA a ilha de Manhattan e dura cerca de 03 (três) horas e o semi circle line, que foi o minha escolha. Nele, é possível ver o tanto o lado leste (aonde o barco passa debaixo da famosa ponte do Brooklyn, na lateral do Empire State, prédio da ONU e Chrysler) quando o lado oeste, que aparece os vários Piers 17, 83, Intrepid museum e é o local aonde um piloto da US Airways pousou heroicamente o avião após a falha das duas turbinas ao decolar. Ah, também se passa ao lado da Estátua da Liberdade, portanto não caiam no equívoco de pagar para se fazer o passeio direcionado para estátua.
    Como todos sabem, Nova York é uma cidade multicultural e cheio de bairros de vários imigrantes, inclusive brasileiros como o Little Brazil. Mas um dos bairros do Lower East Side é fantástico: Little Italy! Por lá, é possível encontrar DIVERSAS cantinas típicas italianas, inclusive com pessoas calorosas e falando bastante como os italianos. A tendência é que se coma muito bem, como de fato aconteceu nesta minha última passage por lá no Casabella Ristorante. Não se asssutem com vinhos da casa, podem parecer simples, mas são bastante saborosos, for a a oportunidade de fazer uma programação diferenciada. Uma grande tradição acontece no mês de Setembro, quando há a famosa festa do San Gennaro para se experimentar diversas massas com bons vinhos italianos e claro: muita brincadeira e animação. Ao lado do bairro italiano, encontramos o bairro talvez mais populoso da cidade que é o Chinatown. Falam que o bairro aumentou tanto suas fronteiras que “invadiu” Little Italy, a Tribeca e Soho, seus vizinhos.
    Perto dali e no Village, encontramos a belíssima Washington Square, que fica no final da 5a Avenida e é logo reconhecida pelo “arquinho do triúnfo” ali localizado. Dá para se bater uma bela foto com o Empire State aparecendo lá no horizonte e ao fundo, junto ao arco. Como nas redondezas fica a New York University (NYU), a praça sempre está lotada e animada, ainda que o frio esteja muito forte e intenso. Continuando a caminhada, é possível chegar em pouco tempo no famoso bairro do Soho, aonde vários artistas possuem lofts, além de ser local de várias galerias de artes e claro: lojas de grief como Zara, Armani, Hollister, Potery Barn, Tommy Hilfiger, entre tantas outras. Ao lado está também o bairro da Tribeca, que a exemplo do Soho passou por um tempo em decadência, agora está totalmente revitalizado e agradável. Tudo é possível fazer caminhando.
    Alguns passeios são simplesmente OBRIGATÓRIOS para os visitantes da Big Apple, apesar de parecidos: o Top of the Rock, no Rockfeller Center e subir no Empire State Building. No primeiro caso, ainda na parte de baixo, é possível ver a famosa pista de patinação no gelo que já foi cenário de vários filmes hollywoodianos e aos que manjam de patinação, vale a pena vivenciar esta experiência. Aos que não, basta dar apreciar um pouco da vista e entrar no prédio do Rockfeller Center em direção ao Top of the Rock, para ter talvez a melhor vista aérea de Nova York, na minha opinião. Não há vidros ou grades de proteção que atrapalhem a vista, foto ou filmagem no topo do prédio. Lá você escolhe a vista que quer: de um lado o Empire State, prédio da Chrysler e ao fundo a Freedom Tower. Do outro o Central Park e o norte da Ilha de Manhattan. Este passeio fica um deslumbre se feito no final de tarde e começo de noite, aonde é possível ver a cidade de dia e de noite e ainda um belíssimo pôr do sol. O mesmo se aplica ao subir no Empire State, apenas com q diferença que lá é cheio de grades de proteção e vidros. Em geral, se compra uma entrada para o 86o andar, com a opção de se pagar mais US$ 17,00 para subir até o 102o andar, que não vale a pena. Para os portadores do New York Pass, todas essas entradas, exceto a subida até o 102o andar do Empire State estão INCLUSAS.
    Próximo ao Empire State, encontramos um pouco de história e consumo, ou seria história do comsumismo? A famosa Macy’s, fundada em 1851 e que ostenta o título de maior loja de departamentos do mundo com seus 9 (nove) andares para cima e 2 (dois) para baixo, ela tem de tudo um pouco, e claro: muitos produtos de grife como Tommy, Ralph Lauren, Lacoste, etc, a preços bons (o que não significa muito baratos). Algumas escadarias ainda são originais, do tempo de sua criação! Apesar de ser um reduto único e exclusivo de compras, é interessante conhecer. Aos que irão se jogar nos gastos, a dica fica por conta do andar abaixo do primeiro andar: basta apresentar seu passaporte, cartão do hotel ou qualquer document que comprove que você é de fora de Nova York e você ganha um desconto de 10% (dez por cento) em qualquer compra na loja.
    Seja da Macy’s ou do Empire State, é possível ir caminhando até a esquina mais famosa da cidade: o encontro da Broadway com a sétima avenida, na altura da 42th street faz surgir o lugar mais luminoso e espetacular de Nova York. Para os que falam que Paris é a “cidade luz”, certamente ainda não foram até lá pra conhecer Times Square. Telões de LED fazendo suas diversas publicidades, informações em tempo real e até declarações de amor ou pedidos de casamento são transmitidos para quem estiver por ali ver. É um espetáculo de tecnologia, cores e propaganda. Durante a virada do ano, milhares de pessoas assistem a descida da famosa bola em Times Square, já é tradição mundial e opção de reveillon de vários turistas. Nos arredores também é aonde estão os teatros com espetáculos com “E” maíusculo como “A Bela e a Fera”, “O Rei Leão”, “Mary Poppins”, “A Pequena Sereia” e o mais novo em cartaz e que tive a oportunidade de assistir e recomendar DEMAIS: “O incrível homem aranha”. É muito efeito especial para apenas uma peça de teatro. Seja o Gnomo Verde ou o Homem Aranha voando sobre a platéia ou as teias do personagem, tudo é simplesmente fantástico. Os preços começam a partir de US$ 49,00, mas é bom reclamar ou pedir descontos, que eles acabam sempre cedendo ou arrumando um lugar melhor para se assistir, confiem.
    Localizada na 5th Avenue, perto das 50th e 51st Street (na frente do Rockfeller Center), está a MAIOR Catedral dos Estados Unidos da América: a Saint Patrick’s Cathedral. Com seu estilo neogótico, ela foi inspirada na Catedral de Colônia, na Alemanha e tem vitrais importados da Europa. Por ano, ela recebe cerca de 3 (três) milhões de visitas e acomoda quase 2.500 (duas mil e quinhentas) pessoas tranquilamente. Na quarta-feira de cinzas, uma benção com cinzas é feita e é fácil perceber como os americanos são religiosos ao reparar a testa da maioria da população com uma mancha escura.
    Um pouco da história da nossa sociedade é contada nos vários museus da cidade. Para quem acha que nos Estados Unidos não há cultura, está bastante enganado. Basta entrar no Museum of Modern Art (MoMA) e conferir a maior coleção de arte moderna DO PLANETA. Lá é possível apreciar a obra de arte mais reconhecida da história, feita por Edvard Munch: “The Scream” (O grito). O quadro é uma espécie de auto retrato da angústia do pintor. Também é possível encontrar diversas obras do Van Gohg, Claude Monet, entre outros. Infelizmente a pressa não me permitiu achar a minha obra preferida do Monet, que é o Vanila Sky. Outro museu simplesmente imperdível é o Metropolitan Museum of Art, que fica ao lado do Central Park e tem uma acervo muito vasto que conta a história do mundo: alas egípicias (com pedaços de pirâmidas e múmias), gregas, romanas, idade média, renascimento cultural, história da América Latina e muito, muito mais. Um outro museu que considero imperdível é o Museu de História Natural (American Museum of Natural History), que é uma verdadeira aula de história com o maior acervo de esqueletos de Dinossauros do mundo, além de contar a história dos índios, da terra, da biodiversidade, etc. O local foi palco do filme “Uma Noite no Museu”. Portadores do New York Pass tem entrada inclusa em TODAS estas atrações.

    Querem mais dicas de compras? Tudo bem. Como todos sabem, ir para os Estados Unidos é uma grande aventura, especialmente de compras. É quase impossível você resistir aos preços dos produtos, praticamente “doados” para nós. O melhor outlet fica a cerca de 1 (uma) hora de Manhattan, é o Woodbury Common Premium Outlets. Existem outros, como o Jersey Gardens, que também fica em Nova Jersey, porém fica cerca de 30 (trinta) minutes de Nova York. Para não se perder tempo e comprar bem, a dica é que seja reservado UM DIA para se ir no Woodbury! São cerca de 220 (duzentas e vinte) lojas de TODAS AS GRIFES/ MARCAS que se possa imaginar e com preços impressionantes. Nos hotéis há informações sobre translado, que fica em torno de US$ 41,00 ida e volta num ônibus que deixa cedo por lá e trás de volta no final da tarde. Se preferirem, é possível reservar um carro, mas é aconselhável devolver no mesmo dia, uma vez que estacionamento em Nova York é caríssimo! Por fim, o ideal é você se registrar ainda no Brasil e imprimir as páginas com desconto no site https://www.premiumoutlets.com/vip/register.asp ! Apesar de se ganhar um livro com descontos na entrada, os do website são infinitamente melhores.
    Acompanhem todos esses relatos no video que fiz e postei no youtube:

    http://www.youtube.com/watch?v=JCgWdJqJ4xs

    O americano é muito mal educado e mal humorado. Irrita a grosseria deles nas informações de serviços. Como dizem: "o americano está de saco cheio de receber turistas".

    Além disto, os taxistas recusam corrida quando desejam, ainda que você pare eles.

    E por fim um alerta: na Times Square, no hotel Marriott, há o único restaurante giratório da cidade: o The View. Apesar da proposta nos remeter às ótimas experiências como no Chile, não vale a pena jantar por lá. Na entrada, ainda que você não tenha reserva, os funcionários lhe encaixam e perguntam se a sua opção será jantar drinks no bar. Seguramente e pela experiência que tive, não vale a pena o jantar. Se paga muito caro por uma refeição modesta e que pode ser feita em casa sem maiores dificuldades, como carne de panela e galinha grelhada. Portanto, a melhor escolha é ir tomar uma cerveja, vodka, whisky ou degustar um vinho no final de tarde, apreciando a bela vista e o pôr do sol.

    Avaliacao-nova-york Avaliacao-nova-york Avaliacao-nova-york
    4 comentários

  5. Avaliações de Buenos Aires Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    8,0
    Bom

    Ah, Buenos Aires! A “Paris” da América do Sul e cidade mais charmosa deste continente. Seja com seus cafés ou restaurantes, a capital porteña é atrativa para todo tipo de público: dos tradicionais aos mais baladeiros. Apesar de inúmeras ideias positivas, nos últimos anos e com as constantes crises políticas, a cidade acabou por se tornar um tanto quanto perigosa, razão pela qual sempre é orientado aos que a esta cidade se destinam um pouco de atenção ao andar nas ruas e guardar seus pertences de valor no hotel (em cofres, claro!).

    A primeira dica vem ao comprar a passagem. Há sempre as opções de chegar ou sair por Ezeiza ou pelo Aeroparque. Já embarquei e voltei de viagem em ambos os aeroportos e aos consumistas de plantão, o melhor mesmo é chegar e voltar pelo aeroporto de Ezeiza! Apesar de mais longe, ele tem um freeshop melhor do que de muitas cidades, como Nova York e Paris, por exemplo. Chegar e voltar no Aeroparque tem a vantagem de apenas de ser no centro da cidade e não tão distante dos hotéis.

    Considerando a chegada ao maior aeroporto, o de Ezeiza, uma questão é levantada: aonde trocar os reais/ dólar ou euro pelos Pesos Argentinos? Neste caso é importante ficar atento a duas situações: há duas casas de câmbio, uma dentro do desembarque e na frente do freeshop e um Banco de La Nación do lado de fora do desembarque, após passar pelo controle de imigração e fronteira. A primeira opção, que fica ainda dentro do desembarque, perto das esteiras que entregam as malas é para enganar turistas desavisados, o que não é o nosso caso! O câmbio para qualquer moeda chega a ser uma piada de tão absurdo. Desta forma, a opção mais justa e muito boa para se fazer este câmbio é no Banco de La Nación, que se vale do câmbio do dia.

    Finalmente na cidade mais charmosa da América do Sul, o passeio pode ser iniciado num dos lugares mais agradáveis de Buenos Aires, que é o bairro da Recoletta, repleta de parques e jardins, bem como o cemitério que leva o nome do bairro, a Paróquia de Nossa Senhora del Pilar, além de inúmeros pubs, bares e restaurantes. Numa breve caminhada, é possível ver um pouco de artesanato porteño e inclusive o famoso Hard Rock Café, que está presente neste bairro. O bairro não é muito grande e é possível percorrê-lo e ver tudo com calma em algumas horas/ minutos. O agradável é sentar-se em algum lugar e observar o movimento, apreciando uma bela cerveja Quilmes (tradicional argentina).

    Não muito longe de lá, encontramos um dos lugares que os brazucas preferem quando a matéria é compra. A famosa calle Florida e suas inúmeras lojas de couro (baratíssimos por lá) e claro: diversas lojas de grife, como a Calvin Klein, Lacoste, Dior, Puma, Zara, entre outras. Devido aos problemas sociais seguidos que a Argentina vem enfrentando ao longos dos anos, é aconselhável andar chamando o mínimo de atenção possível, uma vez que há diversos batedores de carteiras e furtos na região. O que acontece normalmente é o seguinte: há duas pessoas, aonde uma esbarra em você, pede desculpas e outra que furta seus pertences sem que seja percebido. Portanto, a maior dica para poder andar tranquilo é transitar por lá com as chamadas doleiras por dentro da roupa e apenas com o necessário.

    Ainda na área da calle Florida, um programa é imperdível, apesar de ser apenas um centro de compras, que é conhecer a Galeria Pacífico. Neste centro comercial muito charmoso, é possível encontrar um acervo com várias obras de artes espalhadas numa espécie de Shopping Center. Por fim, uma das avenidas que cortam a calle Florida é a Avenida Corrientes, que ao se juntar com a Avenida 09 de Julio, mostram o cartão postal da cidade, que é o Obelisco (localizado na chamada Praça da República). Por muito tempo esta Avenida foi considerada a mais larga do mundo de uma calçada a outra.

    Outro ponto importantíssimo para se conhecer em Buenos Aires é o bairro mais novo, que também é o centro financeiro e gastronômico da cidade: Puerto Madero. Por lá é possível encontrar uma infinidade de restaurantes, como o Bahia Madero (que tem um cardápio em português e preços bastante atrativos), Cabaña Las Lilas (considerado um dos melhores restaurantes de churrasco e parilla de Buenos Aires) e diversos outros. A sugestão é depois de uma caminhada pelo bairro, jantar ou almoçar acompanhado de um belo vinho “nacional” e de uva Malbec, como os tintos Uxmal, Trumpeter e Rutini. Também por lá é possível entrar em antigas fragatas argentinas para conhecer internamente, bem como atravessar a Puente de La Mujer e dar de cara com o famoso Hotel Hilton e ao seu lado uma das boates mais procuradas pelos brasileiros: o Asia de Cuba.

    Por lá há uma grande vantagens, que favorecem a todos explorarem cada parte da cidade caminhando ou para os que gostam, pedalando: a cidade é toda plana. Aproveitando a proximidade da Plaza de Mayo com o bairro de Puerto Madero, aonde sempre foi o centro da vida política de Buenos Aires e leva este nome em homenagem à revolução de Maio de 1811, que iniciou a independência do país da Espanha, encontramos a famosa Casa Rosada (sede do governo argentino). Por fim, cerca de duas a três quadras da Plaza de Mayo, encontramos a Avenida de Mayo e o café mais conhecido e charmoso de Buenos Aires, que é o Café Tortoni (parada obrigatória) e aonde é possível agendar horários para assistir shows de tango, que é tradicional por lá. Uma curiosidade importante de ser destacada é sobre a Avenida de Mayo, que é considerada o eixo cívico da cidade, por ligar o Congresso à Casa Rosada.

    Quer curtir a vida noturna porteña? Há três lugares um pouco mais afastados deste circuito todo e que é importante ir de taxi (que é super barato por lá): Palermo/ Palermo Soho e Las Cañitas. Todos são muito parecidos, com ruas repletas de animação e vida, com bares e restaurantes. Lembram bastante o bairro da Vila Madalena em São Paulo. Particularmente sou mais adepto de Palermo Soho e Las Cañitas, mas são locais bastante similares e agradáveis, sempre.

    Ninguém pode deixar Buenos Aires sem conhecer um bairro mais simples, mas com uma vasta cultura e importância: La Boca. Por lá, é possível encontrar o estádio do time de futebol mais famoso da Argentina, o Boca Juniors (que é atração turística) e passear pela rua mais rica em cultura do bairro: Caminito. Não é a toa que a chamam ela de rua-museu. Por lá é possível ver vários artistas produzindo suas obras, atores encenando passos de tango e tirando fotos com turistas, muito artesanato local, e claro, suas casas coloridas com fachada de aço.

    Por fim, reservem um Domingo pela manhã para ir na famosa Feira de San Telmo, que fica no bairro mais boêmio da cidade, aonde se encontra muitos antiquários e cafés tradicionais argentinos. A feira, que é um espetáculo a parte, só acontece aos Domingos e como não poderia deixar de ser tem diversas atrações culturais, inclusive danças de tango ao ar livre.

    Quer mais dicas sobre Buenos Aires? Assistam aos vídeos que fiz e estão disponível no meu canal do youtube:

    Parte 1: http://www.youtube.com/watch?v=6J5oMc37WMs&
    Parte 2: http://www.youtube.com/watch?v=SLEYes_E7Kg&

    As constantes crises do País, gerou um aumento da inflação, corrupção e mendigos de rua. Portanto, andar por lá não é tão seguro como sempre foi.

    Avaliacao-buenos-aires Avaliacao-buenos-aires Avaliacao-buenos-aires Avaliacao-buenos-aires
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  6. Avaliações de Florianópolis Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    8,0
    Bom

    Sempre achei que Floripa era melhor do que o Rio de Janeiro. Ela é menor, mais charmosa e aconchegante. Não tem a loucura do trânsito carioca, não é superlotada e tem um charme típico das cidades do sul do nosso País.

    De cara, eu sugiro uma ida ao chamado "point" noturno de Floripa, que é a Lagoa da Conceição! Essa é a pedida para quem procura a boa comida (inclusive as famosas OSTRAS catarinenses, que tem para todos os gostos), bares e agito noturno.

    Não sei ao certo quantas praias tem na Ilha de Floripa, mas minha experiência pessoal, me fez conhecer algumas como: Joaquina (para os que gostam da prática do surf), praia Mole, Ingleses, Daniela e Aramação. Podem estar se perguntando de Jurerê Internacional, né? Pois bem... fui por último lá e vale muito a pena. A começar dos projetos das casas, que são submetidos ao município para poder se adequar e não destoar dos resto! Na verdade tudo lá parece ser muito caro! Parece aqueles filmes americanos mesmo... e vale muito a pena, apesar que tem que se preparar o bolso!

    Não podemos esquecer do cartão postal de Floripa, que é a Ponte Hercílio Luz. Uma dúvida que eu já esclareco é que não é permitido o movimento de carros e pedestres nela. A solução é admirar ela, tentar achar um local para encostar o carro na Avenida Beira Mar e registrar um pouco este momento.

    Para os amantes do clima praiero e do Rio de Janeiro, não percam a oportunidade de viver um pouco da segunda maior cidade do Estado de Santa Catarina, apesar de ser a capital.

    O aeroporto! Não se assustem, apesar de parecer uma rodoviária e ser um dos piores aeroportos que já passei na minha vida, eles vão fazer uma obra e ampliá-lo! Ele em nada tem a ver com a cidade.

    Avaliacao-florianopolis Avaliacao-florianopolis
    1 comentário

  7. Avaliações de South African Airways Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    8,8
    Bom
    Pontualidade
    Serviço de bordo
    Check-in
    Conforto do avião
    Entretenimento
    Cuidado com bagagem
    Atendimento dentro do avião
    Custo-benefício
    Voo Internacional - Classe Econômica
    Data de ida: 04/02/2011       Data de volta: 02/02/2011

    O atendimento/ check in de Guarulhos foi ótimo! Pessoas solícitas e sempre dispostas a ajudar o passegeiro.

    O serviço de bordo, me lembrou MUITO a nossa velha Varig, com talheres de metal e tudo. Uma pena o avião da ida ter sido muito velho, talvez um dos primeiros Airbus A340-300 e não tinha a tela individual para um vôo tão longo, de 09 (nove) horas até Johanesburgo.

    Isso foi diferente na volta, no A340-200, que possuía televisão individual. As opções de jantar/ lanche foram ótimas, não tenho o que reclamar.

    Absolutamente nada.

    Avaliacao-south-african-airways Avaliacao-south-african-airways
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  8. Avaliações de Santiago Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    8,0
    Bom

    A proposta de ida a Santiago do Chile é TOTALMENTE diferente de quem foi/ vai a Buenos Aires. Os estilos são radicalmente diferentes e eu costumo brincar que ao acabar a noite no Chile, está se começando na Argentina. Na última vez que fiquei por lá, procurei ficar no bairro da Providencia (o mais bem localizado com shopping center, casas de câmbio, lanchonetes e restaurantes), mais precisamente no RQ Providencia Suites (que é um flat MUITO BOM/ confortável e com preço super acessível).
    Dito isto, vale a pena caminhar nos arredores do bairro da Providencia e visitar o novíssimo Shopping Costanera ou desfrutar de um belo jantar no Restaurante Giratório (que é bom fazer uma reserva).

    O que todo mundo quer saber são os passeios. E aqui vão algumas dicas para um velho marinheiro do Chile. Já estive em Santiago em três oportunidades, inclusive no Chile do General Pinochet. Chegando lá, eles te oferecem DIVERSOS passeios por preços aparentemente bacanas, mas não é bem assim. Nem tudo são flores! O City Tour (que mostra a Plaza de Armas, Mercado Público, Cerro Santa Lucia, Catedral Metropolitana e Palacio de La Moneda) custa cerca de 20.000 pesos ou R$ 85,00. Minha sugestão? Pegar um metrô da "Línea 1" e descer inicialmente na estação Baquedano (e no sentido San Pablo). De lá vocês andam um pouco até chegar no Cerro San Cristóban, que tem uma visão panorâmica da cidade de Santiago e dos Andes no fundo. No caminho, é possível ver o belo prédio da cia Telefônica.

    Após este passeio, há duas opções: uma caminhada de cerca de 6km até o Mercado Público (sempre beirando o canal), aonde se passa pela Biblioteca Nacional e se conhece Santiago andando ou pega-se um táxi para ganhar tempo. No mercado, acho importante experimentar um pouco de Centolla ou Ceviche e pisco sauer, comidas típicas de Santiago.

    Ao sair do Mercado Público, é possível caminhar até a Plaza de Armas, aonde além de conhecê-la, está a Catedral Metropolitana. Atenção apenas nos seus pertences e bolsas! Por lá há muitos batedores de carteiras e furtos imperceptíveis! Finalizando o city tour e se não estiverem MUITO CANSADOS, é possível ir caminhando até o Palácio de La Moneda (sede do Governo chileno) e pegar um metrô na estação "La Moneda" ou um táxi de volta ao hotel, depois de um dia desgastante. Nisso tudo, houve uma economia de "apenas" R$ 70,00/ R$ 75,00.

    Há um outro passeio imperdível que é o de conhecer a famosa vinícola da Concha y Toro. Por lá eles cobram cerca de 28.000 pesos (R$ 115,00) com o ingresso de entrada (que custa 8.000 peso ou R$ 33,00). O que eu sugiro, se tiver tempo e quiser conhecer Santiago por dentro? Ir de metrô! Como eu estava na Providência, fui até a estação Pedro de Valdívia("Línea Roja/ 1"), descendo na estação TOBALABA e lá pegando conexão com a linha verde/ preta e pegando o metrô até a última estação (que fica próxima a Concha y Toro). O trajeto dura cerca de 40 minutos, mas motra toda Santiago, inclusive o subúrbio! É bastante interessante! Chegando na estação final, há DIVERSOS taxistas que levam para a Concha y Toro, por um preço fixo... dá cerca de R$ 15,00 o valor! Ou seja, é mais longo e trabalhoso, mas dá para economizar legal nisto e conhecer/ viver bem Santiago do Chile.

    Por fim, como era mês de Junho e havia MUITA NEVE, acabei sendo obrigado a contratar um transfer até o Valle Nevado e com parada em outra estação de esqui, que era El Farellones. As saídas eram as 7:30 e volta as 17:00 e todo hotel/ pousada tem um folheto que mostra isso! O preço disso foi cerca de 29.000 pesos chilenos (R$ 130,00). Apesar de cansativo vale MUITO a pena, é um passeio maravilhoso. O ponto negativo é que eles param numa loja de esqui para "brasileiros" (em português mesmo) e não aceitam pagamento dos equipamentos de esqui em cartão de crédito, só "en efectivo"!

    Também aconselho, dependendo do tempo pegar um ônibus da TURBUS e conhecer Viña del Mar e Valparaíso, mas isso é numa outra avaliação!

    De uma forma geral, Santiago é uma cidade moderna, fantástica e cheia de coisas. Para os que tem dúvidas com relação aos preços, Buenos Aires é mais barata. Entretanto, alguns artigos podem ser comprados baratos em lojas como a Fallabela. Jaquetas da Tommy, máquinas fotográficas, bebidas (inclusive no mesmo preço do freeshop, quando convertido)! Fiquem atentos...

    Para os que adoram compras, eu indico o Shopping Parque Arauco. É moderno e tem além das compras uma praça de alimentação e setor comum fantástico.

    A casa de câmbio é péssima e não tem um Banco, como na Argentina, no desembarque. Somos praticamentes obrigados a fazer um câmbio com cerca de R$ 0,50 a menos do que deveria por conta disto.

    Outro ponto negativo é o taxi tabelado que eles fazem por lá. Do aeroporto até o bairro da Providencia, aonde fiquei, foi cobrado 16.000 pesos chilenos, mas depois de MUITO NEGOCIAR e ameaçar pegar uma van, que saía mais barato um pouco, consegui baixar para 14.000 pesos chilenos, que deu cerca de R$ 58,00. Portanto, tentem sempre negociar.

    No chile há MUITO FURTO! Cuidado com seus pertences. Apesar da polícia ser bastante rigorosa, os "Carabineiros", há muitos problemas neste sentido! Especialmente em locais movimentados como a Plaza de Armas.

    Avaliacao-santiago
    4 comentários

  9. Avaliações de Rio de Janeiro Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    8,0
    Bom

    A cidade encanta com suas beleza naturais e com a vida que o carioca demonstra no dia-a-dia... Copacabana e o Leblon são os "points" da cidade mais famosa do planeta.

    Não deixem de ir no Bar Urca, na mureta da Urca e nos pés do Pão de Açúcar. Apesar de simples, o restaurante serve pratos gostosos e você pode apreciar toda a vista da Baía de Guanabara de lá! Se preferir, pode ficar na mureta da Urca e tomar uma cervejinha geladíssima! Eu indico demais.

    Não há melhor lugar para curtir a vida boêmia carioca como os bares do Leblon (Conversa Fiada, Rota 66 e Jobi, por exemplo) e Copacabana. Por lá, quem gosta da arte na televisão, é fácil encontrar atrizes e atores globais, inclusive "bebendo com você"!

    Alguns outros passeios são inesquecíveis como subir o Corcovado e ver o Cristo Redentor, subir o bondinho do Pão de Açúcar - não são passeios baratos, mas DEVEM SER FEITO, se não você não conheceu o Rio de Janeiro.

    Outro passeio bacana é ir correr/ caminhar ou curtir a Lagoa Rodrigo de Freitas e até pagar por um passeio de helicoptero por 7min! Você vê o Rio de Janeiro TODO do alto... e o preço é relativamente justo!

    Apesar de ser contra ida a shoppings centers, o Botafogo Praia Shopping tem um deck em cima de bares e restaurantes (ou só uma praça de alimentação), que dá de frente para o Pão de Açúcar! É uma ÓTIMA foto para se ter de recordação!

    Ahhhh... gosta de conhecer a cultura do local? O carioca vive na Confeitaria Colombo! E claro... a Pizzaria Guanabara, se você conseguir um lugar... ela vive LOTADA!

    As praias? Elas dispensam apresentações! Não deixem de curtir um pouco também!

    É isso... apesar de preferir a cidade de São Paulo, o Rio de Janeiro tem seus encantos! Não deixem de ir, é uma experiência única.

    Os taxistas cariocas são "eixspertoxsss"! Resumidamente, eles sempre tentam lhe enrolar para fazer um trajeto maior e desta forma, lucrar mais com a corrida! Minha dica? Coloquem na palma da mão um iPad, iPhone e coloca o trajeto e acompanha pra ver se está sendo seguido corretamente!

    Avaliacao-rio-de-janeiro Avaliacao-rio-de-janeiro Avaliacao-rio-de-janeiro
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  10. Avaliações de TAP Portugal Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    7,5
    Bom
    Pontualidade
    Serviço de bordo
    Check-in
    Conforto do avião
    Entretenimento
    Cuidado com bagagem
    Atendimento dentro do avião
    Custo-benefício
    Voo Internacional
    Data de ida: 29/02/2012       Data de volta: 12/02/2012

    A empresa ostenta uma marca importante, de ser a 4a empresa mais segura do planeta. Isso conforta quando se vai viajar!

    Por outro lado, no vôo de ida do Recife para Lisboa, o jantar foi algo horrível, que acabei ficando com fome por não ter outra opção de jantar. Era uma espécie de frango com gosto de peixe podre. Fora isto, as "aerovelhas" da empresa são extremamente portuguesas (como nas piadas mesmo) e demoram a servir ou entendem tudo no pé da letra, portanto procurem ter paciência e não serem irônicos.

    No mais, o avião é um A330 padrão (configuração parecida com as da TAM) e novo. No trecho interno da Europa, ela utiliza A319 ou A320 (aviões iguais aos da TAM) sem a televisão individual e com poltronas de couro.

    A ignorância de seus funcionários, mas acredito que seja um aspecto cultural, apenas.

    1 comentário

  11. Avaliações de Emirates Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    9,8
    Bom
    Pontualidade
    Serviço de bordo
    Check-in
    Conforto do avião
    Entretenimento
    Cuidado com bagagem
    Atendimento dentro do avião
    Custo-benefício
    Voo Internacional
    Data de ida: 18/02/2011       Data de volta: 21/02/2011

    No ano de 2011, tive a oportunidade de fazer um vôo relativamente curto entre Sydney e Auckland, na Nova Zelândia e experimentei seus serviços e acima de tudo o maior avião do mundo, o A380!

    A começar do check in em Sydney, até o embarque que foram oferecidos TOALHAS DE VERDADE quentes, para passar nas mãos, até a chegada em Auckland, nada a reclamar. É servido salmão ao molho de maracujá ou carré de cordeiro e ainda ao pedir o vinho uma surpresa: vinho francês. Tudo isto na classe econômica.

    Fora isto, o A380 tem uma opção fantástica que é a "tail camera", na qual você pode acompanhar pouso/ decolagem ou vôo com toda a visão da fuselagem da aeronave. Fantástica! Melhor empresa que já voei na minha vida.

    Não tem o que achar ruim.

    Avaliacao-emirates Avaliacao-emirates Avaliacao-emirates
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  12. Avaliações de Fernando de Noronha Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    9,0
    Bom

    Antes desta leitura, quero deixar claro que não sou o cara mais fanático por praias, mas confesso que fiquei alucinado por Fernando de Noronha. Meu problema no final é o sol que por lá parece ser MUITO MAIS FORTE (ou seja, MUITO FILTRO SOLAR!).

    Se vocês tiverem sorte e forem de avião (atualmente operado pelas antigas rotas da Varig, nas mãos da GOL e pela Trip), o piloto dará uma volta ao redor da Ilha, antes de pousar. Chegando por lá, tem diversas pousadas desde a mais simples até as absurdamentes caras. Minha dica é procurar ficar na "Vila dos Remédios", que fica perto de tudo e inclusive do famoso "Bar do Cachorro"!

    Essa história de que tudo é caro não é 100% verdade, mas tudo tem um preço acima do normal, inclusive pela dificuldade de acesso dos suprimentos. Por outro lado, é possível (por eu ter me hospedado em uma dessas) conseguir uma pousada bacana, confortável e a preços como R$ 170,00 a diária por casal... e olha que foi feriado da Semana Santa de 2012.

    Por fim, vale a pena prestar atenção nos passeios... tudo é negociável. Na hora do passeio de barco, se tiver num grupo grande, sugiro optar pelas "lanchas vips", que tem incluso comida, bebida (inclusive alcoolica) e o cliente tem TUDO incluso: vista dos golfinhos, plana sub, mergulho em apnéia, entre outros.

    A Ilha é encantadora e você vai com gostinho de "quero voltar". Para quem tiver maior curiosidade, eu fiz um registro do meu passeio e postei no youtube, basta acessar este link: http://www.youtube.com/watch?v=LkiirebJJCo

    O sol FORTÍSSIMO e as ruas EXTREMAMENTE cheia de buracos. Parece que a taxa de preservação de nada serve.

    Avaliacao-fernando-de-noronha Avaliacao-fernando-de-noronha
    2 comentários

  13. Avaliações de Praia da Pipa Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    7,0
    Bom

    Por gostar de praias com falésias, logo me senti atraído pela praia da Pipa, que fica no município de Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte. Praia repleta de gringos, que tentam dar um toque do litoral europeu, com a cultura local e do velho continente em grandes feriados. Acho que vale muito a pena conhecer e passar pelo menos um final de semana por lá, em especial na badalada Praia do Amor. Só é bom tomar cuidado no acesso de subida e descida, uma vez que é uma longa escadaria que sai da falésia. Seu "único" acesso (que eu conheça) é estacionamento o carro no alto e descer "morro abaixo" até a praia.

    Tudo ainda é muito amador, sejam nas pousadas, casas noturnas ou atendimento na própria praia. Acredito que o clima de praia, acaba por deixar o pessoal mais relaxado para tudo. Se quiser conforto sem dúvidas, não vá, pois pode se arrepender e ter a impressão equivocada de um lugar bacana.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  14. Avaliações de Gramado e Canela Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    9,0
    Bom

    Tudo! As duas cidades são aconchegantes tanto no inverno, quanto no verão (especialmente no período do Natal Luz) é interessante. Aconselho não passar mais do que 3 (três) dias, senão tudo fica entediante.

    Entre suas várias pousadas, resorts e hotéis, uma opção em conta e aconchegante é o Albergo di Bezzi (http://www.pousadadibezzi.com.br/2010/). Vários eventos acontecem na cidade, como por exemplo os no Festival de Cinema de Gramado, com a entrega do famoso Kikito aos filmes de maior sucesso no País e região latino-americana ou próximo ao Natal e no final de cada ano, que é o espetáculo Natal Luz, que encanta a todos os turistas com suas cores.

    Outras atrações são bastante agradáveis em Gramado, como o passeio de pedalinho no Lago Negro ou uma caminhada ao redor dele, no parque existente por lá. O Mini-mundo reúne cidades em miniatura numa perfeição nunca vista antes encantando adultos e crianças que passam por lá. Desde 2009, existe um museu de cera, o Cera Dreamland que reproduz um pouco alguns famosos pelo mundo. Para os aficcionados por carros e motos, Corvetes e Halley Davidson não faltam no museu Hollywood Dream Cars. Ao longo da via principal de Gramado, encontra-se diversos restaurantes, com destaque para a Cantina Pastaciutta (http://www.pastasciutta.com.br/), com massas caseiras maravilhosas e combinação de molhos que o cliente escolhe. Para quem não consegue viver sem uma festa, o Bill Bar (http://www.billbar.com.br/) é uma mistura de balada com boliche, uma proposta diferente e bastante interessante para quem conhece.

    Finalizando o passeio pela Serra Gaúcha, Canela fica a 15 minutos de Gramado, pelo caminho da Avenida das Hortênsias. Na entrada da cidade, encontramos uma de suas atrações principais, que é o Mundo a Vapor (http://www.mundoavapor.com.br/), que chama atenção na entrada com uma Maria Fumaça caída de um prédio e no meio da rua, com o vapor saindo da sua chaminé. Uma foto clássica que todo turista tira. Outra atração é a catedral Nossa Senhora de Lourdes, que fica no centro da cidade e encanta por toda sua arquitetura e beleza. Apesar disto, o maior atrativo de Canela é o Parque do Caracol, com uma belíssima cascata com cerca de 120 metros de queda que pode ser observado no mirante, pelo elevador panorâmico ou aos que tiverem fôlego de descer e subir os mais de 900 degraus que levam até a base da cachoeira.

    Já estive em Gramado tanto no inverno, quanto no verão e afirmo que prefiro o charme do período mais frio! O verão é feito de dias MUITO QUENTES e noites agradáveis.

    Não diria ruim, mas é de se entender. O pessoal que mora no interior do Rio Grande do Sul, tende a ser mais fechado e frio, então pedir para bater fotos para os "colonos" pode ser algo chocante, especialmente quando eles falam que não sabem bater foto ou que "não vão fazer"! Mas, é natural... acontece em Caxias do Sul, São Marcos e outras cidades da Serra.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  15. Avaliações de Azul Linhas Aéreas Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    8,3
    Bom
    Pontualidade
    Serviço de bordo
    Check-in
    Conforto do avião
    Entretenimento
    Cuidado com bagagem
    Atendimento dentro do avião
    Custo-benefício
    Voo Doméstico
    Data de ida: 13/10/2011       Data de volta: 15/10/2011

    Empresa com proposta bacana e aviões brasileiros e novos, que tornam o pouso suave.

    Seu programa de "fidelização" é PÉSSIMO, você só ganha 5% do crédito ou faz uma pontuação para ganhar um voucher de um valor de R$ 50,00 de crédito para abater numa passagem. Não acho que seja assim que eles consigam fidelizar o cliente. Mas, estão no começo!

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  16. Avaliações de Avianca Brasil Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    8,6
    Bom
    Pontualidade
    Serviço de bordo
    Check-in
    Conforto do avião
    Entretenimento
    Cuidado com bagagem
    Atendimento dentro do avião
    Custo-benefício
    Voo Doméstico
    Data de ida: 26/07/2012       Data de volta: 29/07/2012

    Tudo. Parecia voar como antigamente: pratos quentes, ótimo distanciamento entre as poltronas e televiões individuais a bordo dos seus novíssimos A319 e A320. Aposto na Avianca como a próxima grande empresa aérea brasileira. Só acho que precisam melhorar o programa de milhagens e dando a oportunidade de se pontuar melhor do que atualmente.

    Apenas o seu programa de milhagem, que poderia se pontuar de forma melhor.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  17. Avaliações de Latam Airlines Brasil Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    3,9
    Ruim
    Pontualidade
    Serviço de bordo
    Check-in
    Conforto do avião
    Entretenimento
    Cuidado com bagagem
    Atendimento dentro do avião
    Custo-benefício
    Voo Internacional
    Data de ida: 21/06/2012       Data de volta: 26/06/2012

    A empresa tem aviões grandes, isso acaba "iludindo" o cliente e enchendo os olhos, além de um sistema de entretenimento mediano!

    Tudo. Os funcionários parece que te tratam como se fosse um favor lhe atender, fora a falta de inforamação para tudo e a perda de bagagem/ dano é considerado algo rotineiro (ou então tive o azar de em 1 mês ter duas bagagens perdidas e danificada o que eu trazia). Sem contar um fato GRAVE: se você pedir para pôr uma etiqueta de "frágil", eles te mandam assinar um termo isentando a empresa de qualquer dano a sua bagagem, citando o Código Brasileiro de Aeronáutica de 1986, que foi revogado pelo Código de Defesa do Consumidor! E sabe a maior? Se você se recusar a assinar, eles ameaçam NÃO despachar a sua bagagem, mesmo sabendo que eles são responsáveis SIM, pelo passageiro e seus pertences. Portanto, OLHO VIVO com esta empresa, pessoal! Não caiam nesta conversa maluca!

    O Atendimento é péssimo e é raro achar um funcionário cortês ou que lhe atenda 100% com prazer. Infelizmente eu falo isto por viajar com uma certa frequência. Por conta disto, tenho optado em voar na Avianca, que tem um programa de milhagem que pontua IGUAL ao da TAM e os aviões são melhores ou na GOL, que tem aviÕes mais seguros e um programa de milhagem mais justo.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  18. Avaliações de Gol Linhas Aéreas Profilepicture Tico Brazileiro
    Recife - PE há mais de 6 anos
    8,6
    Bom
    Pontualidade
    Serviço de bordo
    Check-in
    Conforto do avião
    Entretenimento
    Cuidado com bagagem
    Atendimento dentro do avião
    Custo-benefício
    Voo Doméstico
    Data de ida: 26/10/2012       Data de volta: 29/10/2012

    Apesar de não ter o serviço de bordo que os brasileiros estão acostumado, tem opções pagas apenas nos vôos domésticos (seguindo tendências internacionais como EUA, Europa e outros países) muito boas. Fora isto, o atendimento de seus funcionários em solo e a bordo são sempre nota 10. Diferentemente da TAM, eles se preocupam com o passageiro. Outra informação importante é que eles tem as aeronaves mais seguras, por conta da sua manutenção... quem se interessar, pode procurar saber: a GOL tem a manutenção programada, feita a cada 48hrs em suas aeronaves, o que faz a empresa pagar seguro inferior ao de seus concorrentes por conta da segurança e menor risco.

    Outro detalhe: para quem gosta de acumular pontos para viajar, a GOL é a melhor emais justa. Você sempre acumulará pontos, inclusive comprando tarifas promocionais, diferentemente da concorrência.

    A falta de sistema de entretenimento a bordo, isso é muito importante, pelo menos em vôos longos.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.