Thaís Schardosim Antunes
Thaís Schardosim Antunes

  1. 4,0
    Ruim

    Gostei do hotel (Cartagena Plaza), da comida e dos funcionários do hotel. Por sorte contratamos o all inclusive e o hotel tinha piscina (menor do que aparentava nas fotos, mas ainda assim dentro do hotel!), então ficar "refém" aqui não foi tão ruim.

    No nosso primeiro dia aqui, fomos conhecer a praia de Bocagrande, que fica na frente do hotel. Ao atravessarmos a rua, fomos praticamente atacados por ambulantes que ofereciam de tudo: tranças, massagem, ostras, pulseiras, ímãs de geladeira... mesmo dizendo que não queríamos nada, que era nosso primeiro dia e que voltaríamos mais tarde, começaram a nos passar cremes e massagear-nos em pé; enquanto uma puxava uma mecha do meu cabelo para fazer uma trança, outro pendurava um colar no meu pescoço e uma pulseira no meu braço. Pedimos para pararem, dissemos que não tínhamos dinheiro (afinal só tínhamos descido para pisar na água, nós nem havíamos pego toalhas, protetor, dinheiro...), não adiantou, continuaram fazendo a tal massagem e oferecendo ostras (na verdade o cara simplesmente enfiou uma ostra na boca do meu namorado!). Eu fiquei tão chocada, era como se nós fôssemos carne fresca num rio cheio de piranhas! Levamos uns 5 minutos para nos desvencilharmos daquela situação e voltarmos para o hotel. Para nossa surpresa, no dia seguinte, quando tentamos sair para conhecer a cidade, os ambulantes estavam de vigília na frente do hotel para nos cobrar por aqueles "serviços" que haviam nos prestado. Passamos por caloteiros. Nunca me senti tão mal num lugar turístico. Reclamamos para o pessoal do hotel, que foi muito prestativo e até se prontificou a chamar a polícia, mas passar as férias numa delegacia não era exatamente o que eu esperava. Para tentar resolver a situação, pagamos à massagista (ficamos vom pena por ela ser idosa) e aparentemente tudo foi resolvido. Qual não foi a minha surpresa ontem, qdo chegamos à praia, e o ambulante veio nos cobrar de novo... ficou nos intimidando na areia. Eu fiquei morrendo de medo (não sei do que são capazes, já que mesmo dizendo não eles continuam insistindo e assediando as pessoas), voltei para o hotel e daqui só saio para o aeroporto! Ainda tenho mais 2 dias aqui, mas sinceramente a vontade que dá é de voltar pra casa e nunca mais colocar meus pés aqui. Não dá para caminhar na rua, não dá para olhar uma vitrine, não dá sequer para conversar com o parceiro na rua por causa do bombardeio de ambulantes. Eles chegam te pegando, te agarrando... é horrível! Fiquei muito decepcionada com Cartagena.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.