Melhores Destinos
Maldivas
Redação

Melhores Ilhas das Maldivas

Definir as melhores ilhas das Maldivas é quase impossível. Afinal, independente da sua escolha, a cor do mar é a mesma e a qualidade das praias não muda! Entretanto, algumas ilhas são privadas, com resorts luxuosos, mais recomendadas para casais em lua de mel e famílias. Já outras ilhas são públicas, reservadas à população local e de baixo custo, recebendo melhor mochileiros e turistas de aventura.

Maldivas - as melhores opções de hospedagem!

A lista a seguir apresenta ótimas opções de hospedagem em Maldivas. As acomodações estão em ordem alfabética e foram escolhidas pela nossa equipe, priorizando qualidade, preço das diárias e localização. Também incluímos as notas do Booking.com, que indicam a avaliação que hóspedes reais tiveram da acomodação.

HOTEL NOTA LINK
Meeru Maldives Resort Island 9.3 Ver preços
Villa Nautica Paradise Island Resort 9.1 Ver preços
Villa Park Sun Island Resort 9.0 Ver preços
Coco Bodu Hithi 8.8 Ver preços
Bandos Maldives 8.7 Ver preços
Sun Siyam Olhuveli 8.7 Ver preços
Samann Grand 8.4 Ver preços
Kaani Palm Beach 8.4 Ver preços
Malahini Kuda Bandos Resort 8.3 Ver preços
Arena Beach Hotel 8.3 Ver preços

Não há escolha perfeita na hora de decidir onde se hospedar nas Maldivas. Tanto as ilhas privadas quanto as ilhas públicas possuem prós e contras. Cabe a você avaliar bem qual atende às suas necessidades:

Nas ilhas privadas, sem dúvidas, o luxo é o maior diferencial. É o cenário ideal para tirar “fotos de revista” com bangalôs e o mar cristalino ao fundo, além de um serviço e culinária de altíssimo padrão. Tudo isso tem um custo, é claro. Desde o translado do aeroporto até os passeios e refeições, espere pagar preços proporcionais aos serviços exclusivos.

Maldivas

Já nas ilhas públicas o custo baixo é um dos principais atrativos: dá para se hospedar nas Maldivas pagando preço de Tailândia! No entanto, esqueça bangalôs e estruturas luxuosas. Elas não combinam com o jeitinho de vilarejo dessas ilhas. O glamour é limitado, mas você terá uma imersão na cultura local. Justamente por isso, alguns costumes devem ser respeitados. Por ser um país muçulmano, há restrições no vestuário, consumo de álcool e de carne de porco — limitações essas que não são vivenciadas dentro dos super-resorts.

  • Exemplos de ilhas públicas nas Maldivas: Maafushi, Gulhi, Thulusdhoo, Rasdhoo, Ukulhas, Mathiveri, Fulhadhoo, Huraa, Dhangethi, Magoodhoo, Omadhoo, Hanimaadhoo…

Maldivas

Na hora de elaborar seu roteiro pelas ilhas, você pode se basear pelos atóis e a localização dos hotéis.

  • Male Atoll (Kaafu Atoll, North Male Atoll e South Male Atolls) 
    Principal atol das Maldivas, essa área compreende 107 ilhas, dentre elas a capital Malé e as ilhas vizinhas de Hulhule (onde fica o principal aeroporto internacional do país), Vilingili e Hulhumalé. Mais ao Sul, ilhas públicas acessíveis a poucos minutos de speedboat, como Maafushi, Gulhi e Thulusdhoo, são famosas pela estrutura receptiva aos turistas, com custos mais baratos do que os das ilhas privadas. Já o atol ao Norte concentra alguns poucos resorts e outras ilhas desabitadas, funcionando como fazendas e áreas industriais.
     
  • Ari Atoll
    Um dos maiores atóis das Maldivas está a 30 minutos de hidroavião da capital Malé ou a algumas horas de barco. Há mais de 20 ilhas-resort nesse atol, das quais se destacam: Halaveli, Maayyafushi, Twin Islands Resort e Dhoni Mighilli.
     
  • Addu Atoll 
    É o atol mais ao Sul das Maldivas, a 540 km da capital Malé. É onde está localizada Addu City, a segunda maior cidade do país, que compreende as ilhas de Hulhudhoo, Meedhoo, Maradhoo, Feydhoo, Hithadhoo e Gan, com alguns dos resorts mais exclusivos das Maldivas. Para chegar até essa região, o mais recomendável é o transporte aéreo. O Aeroporto Internacional de Gan recebe voos de outras ilhas das Maldivas e também internacionais, vindos da África do Sul e serviços sazonais da Europa e Ásia.