Aracaju

Visitado e escrito por

Gopr0124
Luiza Machado

Quando foi?

Julho/2015

Quem pagou?

Melhores Destinos

Região de Xingó

Formações rochosas de milhares de anos, paredões que impressionam, um rio com uma coloração intrigante. A região de Xingó é de tirar o fôlego. Uma daquelas maravilhas brasileiras que nos fazem sentir orgulho das nossas belezas naturais. O rio São Francisco, que nasce em Minas Gerais e percorre cinco estados brasileiros, guarda um tesouro: os cânions. Esse é o principal passeio da região, e não poderia ser diferente. Os paredões com coloração avermelhada contrastam com as águas verdes que o rio ganha à medida em que nos aproximamos do Paraíso do Talhado, o ponto alto do passeio. As pedras parecem ter sido esculpidas à mão, tamanha a perfeição. 

Canions-do-rio-sao-francisco

Canions-do-rio-sao-francisco Canions-do-rio-sao-francisco Canions-do-rio-sao-francisco Canions-do-rio-sao-francisco Canions-do-rio-sao-francisco

Além desse paraíso, a região reserva outras boas surpresas. A cidade de Piranhas (AL) é uma delas. Patrimônio histórico, o pequenino município é sede do Museu do Sertão, tem várias casinhas coloridas charmosíssimas e é ponto de partida para a Rota do Cangaço, passeio que refaz o trajeto do bando que preparou a emboscada para matar Lampião, o cangaceiro mais famoso do país. Uma verdadeira volta ao tempo! Piranhas é a melhor opção para dormir na região de Xingó. A cidade oferece ainda paisagens lindas do rio São Francisco e boas opções de restaurantes para curtir o clima noturno de uma cidade do interior. 

Outra boa opção de passeio é o Museu de Arqueologia de Xingó, que conta um pouco da história da região com objetos datados de outros séculos, além de ressaltar a cultura nordestina. Um passeio pela Usina Hidroelétrica de Xingó também é uma boa pedida-a usina é enorme e super imponente. No fim da tarde, nada como curtir o pôr do sol do sertão. A silhueta dos cactos típicos da vegetação sertaneja aparece em frente ao sol avermelhado que se esconde no fim do dia. Um verdadeiro espetáculo da natureza!

Piranhas

Caninde-de-sao-francisco Piranhas Piranhas Piranhas Piranhas

Como chegar

A distância entre a região de Xingó e Aracaju é de cerca de 200 km e há algumas opções para realizar o trajeto. A melhor delas é alugar um carro, já que os pontos de partida dos passeios ficam distantes das cidades e, por isso, um carro é muito bem vindo para o deslocamento lá (a rede de táxis é precária, então é melhor não depender do serviço). Além disso, as estradas estão em boas condições (o melhor trajeto é Aracaju, Itabaiana, Ribeirópolis, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Piranhas). Na seção Como chegar, você encontra mais informações sobre aluguel de carros em Aracaju. Outro meio para chegar até Xingó é transporte público: há ônibus saindo de Aracaju com direção a Canindé de São Francisco todos os dias. A passagem custa, em média, R$ 25. Para chegar até Piranhas, basta pegar um táxi na rodoviária de Canindé (cerca de 10 km). A terceira opção é transfer de agências. Elas fazem o passeio de Aracaju para os cânions em um bate e volta de um dia. Mas você pode aproveitar o passeio e ficar um pouco mais na região, sem voltar para Aracaju. Depois, é só pegar um ônibus de volta para a capital sergipana.

  • Canions-do-rio-sao-francisco

    Cânions do Rio Sao Francisco

    Nota: 3.5 de 10 (1)

    Este é o principal passeio da região de Xingó. E é fácil entender o porquê. Os cânions do rio São Francisco, que estão em quinto lugar no ranking dos maiores cânions navegáveis do mundo, impressionam pela perfeição das rochas areníticas, que parecem ter sido talhadas à...

  • Caninde-de-sao-francisco

    Canindé de São Francisco

    Nota:  de 10 (0)

    Pacata, Canindé de São Francisco é a cidade sergipana mais afastada da capital do estado, Aracaju (213 km). Está inserida no polígono da seca, ficando meses sem receber chuvas, às vezes. A visita à cidade dura apenas alguns minutos, já que as atrações se concentram em uma praça, que tem banquinhos,...

  • Grota de Angicos

    Nota:  de 10 (0)

    No dia 27 de julho de 1938, o cangaceiro Pedro de Cândido foi até Piranhas comprar mantimentos em uma feira. Os alimentos seriam levados até a Grota de Angicos, onde Lampião e mais de 30 cangaceiros estavam escondidos. O vaqueiro Joca Bernardes, desconfiado da compra gigantesca do cangaceiro, avisou a polícia, que pressionou Pedro para que...

  • Museu de Arqueologia de Xingó

    Nota:  de 10 (0)

    Em 1988, a construção da Usina Hidroelétrica de Xingó motivou o Projeto de Salvamento Arqueológico, desenvolvido pela Universidade Federal de Sergipe em parceria com a Companhia Hidroelétrica de São Francisco. Em 2000, com o objetivo de dar continuidade às pesquisas e fazer uma curadoria com o material coletado, o...

  • Piranhas

    Piranhas

    Nota:  de 10 (0)

    Pequenina e muito pacata, a cidade histórica de Piranhas, em Alagoas, é a mais indicada para montar base para os passeios da região de Xingó. Charmosa e com vistas lindas, a cidade foi base de acampamento para Lampião e sua trupe na época do cangaço. Com casinhas coloridas e ruas estreitas e de paralelepípedo, Piranhas...

  • Rota do Cangaço

    Nota:  de 10 (0)

    A cidade de Piranhas ficou nacionalmente conhecida após ser palco da exposição das cabeças de Lampião e de Maria Bonita, o casal de cangaceiros mais famoso do país. Da pequenina e histórica cidade, partiu o bando encarregado de preparar a emboscada para matar Lampião e sua trupe. O passeio pela Rota do...

  • Usina-hidroeletrica-de-xingo

    Usina Hidroelétrica de Xingó

    Nota:  de 10 (0)

    Imponente, a Usina Hidroelétrica de Xingó chama a atenção de longe. A navegabilidade nos cânions do rio São Francisco se deve a sua construção, já que houve um represamento enorme do rio, com profundidades que atingem os 170 metros. A usina geradora é composta por seis unidades com 527 mil kW de...

Esse texto sobre Região de Xingó faz parte do guia de Aracaju no Melhores Destinos

Comentários para Região de Xingó

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.