Aracaju

Dicas de Aracaju

- Faz bastante calor em Aracaju durante todo o ano. Por isso, leve roupas leves e bastante protetor solar. Mesmo em dias nublados, o mormaço queima e pode irritar a pele. Bonés, chapéus e repelentes também são muito bem-vindos. Em alguns passeios, principalmente na região de Xingó, há muitos pernilongos.

- Se quiser aproveitar as praias, prefira visitar Aracaju entre outubro e fevereiro, os meses menos chuvosos. Durante o inverno, a tendência é chover mais e, mesmo que as chuvas no Nordeste não sejam duradouras, elas podem dificultar alguns passeios.

- Algumas agências de turismo sergipanas, como a Crystal Tur, fazem pacotes de passeios. Por exemplo, se você fizer dois passeios, eles oferecem um outro passeio gratuitamente. Por esse motivo, é bom entrar em contato com as agências antes de viajar e se programar, já que ofertas de passeios perto de Aracaju não faltam.

- Um dos melhores programas da cidade é assistir ao pôr do sol na Orla do Pôr do Sol, no povoado Mosqueiro. O espetáculo reúne turistas, sergipanos e praticantes de esportes aquáticos todos os dias. Vale a pena reservar um entardecer para conferir o espetáculo!

- A insegurança atinge a maioria das capitais brasileiras, e Aracaju não está isenta do problema. Sendo assim, é bom tomar alguns cuidados, como não andar com muitos pertences de valor, joias e relógios, por exemplo; evitar andar sozinho à noite (é sempre melhor pegar um táxi); evitar ruas vazias, mesmo que seja dia; evitar sacar muito dinheiro de uma vez; tomar bastante cuidado em alguns bairros, como o Bairro Industrial e o centro histórico. Ambos têm muitos registros de assaltos e furtos. Outros pontos, como a Orla de Atalaia, por exemplo, são mais seguros por terem maior policiamento e movimento de turistas. No entanto, é sempre bom ficar ligado, mesmo em locais aparentemente tranquilos. Em Aracaju, há muitos assaltos com bicicletas e motos. Os assaltantes param a moto ou bicicleta, fingem que vão pedir informação, assaltam e fogem rapidamente.

- Evite fazer city tour às segundas-feiras, porque os museus fecham as portas nesse dia. Os melhores dias para visitar o centro histórico são terça, quarta, quinta e sexta-feira, quando as atrações ficam abertas durante quase todo o dia. Durante o fim de semana, os estabelecimentos fecham mais cedo e o centro fica bem vazio. Além disso, caminhar por lá durante o fim de semana dá uma sensação de insegurança, visto que não tem muita gente na rua.

- Uma boa opção para quem não quer depender de horários de agências de turismo é alugar um carro. As rodovias que cercam Aracaju estão em boas condições e muitos passeios podem ser feitos de carro, como Xingó, Parque dos Falcões e Pirambu, por exemplo. Em outros casos, dá para estacionar o carro nos portos e pegar os catamarãs diretamente, sem intermédio das agências de turismo.

- Para alugar carros a preços mais acessíveis, pergunte ao recepcionista do hotel quais são as locadoras regionais indicadas por eles. Em geral, os preços são melhores e a retirada e a devolução do carro são em locais flexíveis. Vale a pena tentar alternativas antes de alugar um carro com as locadoras nacionais e internacionais. 

- A culinária sergipana é deliciosa e merece ser provada. Pelo menos um dia, deixe de lado os restaurantes contemporâneos e experimente pratos típicos da região, como a moqueca de aratu. Algumas opções recomendadas por sergipanos são os restaurantes Mangará, O Miguel e Caçarola.

Tudo que você precisa saber sobre Aracaju!

Esse texto sobre Dicas de Aracaju faz parte do guia de Aracaju no Melhores Destinos

Comentários para Dicas de Aracaju

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.