Melhores Destinos
Caribe e América Central

Bahamas

Bruna Scirea Jornalista sempre pronta para descobrir novos cantos do Brasil e do mundo, conhecer gentes, culturas, histórias, e provar todas as comidas - e vinhos - possíveis.

As Bahamas são um arquipélago de mais de 700 ilhas de areia branquinha e águas cristalinas em diversos tons azul-esverdeados. Um paraíso de intensa vida marinha e repleto de belezas naturais que podem ser admiradas em passeios de barco, mergulhos e atividades como o snorkeling. 

O destino tem ainda um povo animado e acolhedor, faz parte da rota de cruzeiros que navegam em direção ao Caribe e é lembrado por seus resorts – entre eles, o mais famoso é o icônico Atlantis Hotel, que conta com parque aquático, aquário e cassino e ocupa uma das pontas da Paradise Island, turística ilha situada em frente à capital Nassau.

Bahamas

Viajamos para as Bahamas em abril de 2024 e, neste guia, trazemos todas as principais informações para você planejar a sua viagem para este deslumbrante arquipélago. Boa leitura!

Onde ficar nas Bahamas

Várias das ilhas que compõem o arquipélago são habitadas, contam com aeroportos e boas opções de hotéis. Escolher onde ficar nas Bahamas, portanto, vai depender do seu orçamento, além do seu perfil de viajante. A maior oferta de hotéis nas Bahamas está na capital Nassau e na ilha logo em frente, a Paradise Island, conectada por duas pontes. Nesta região estão alguns dos mais famosos resorts das Bahamas, como o Atlantis Hotel (The Coral, The Royal, The Cove e The Reef), o Grand Hyatt Baha Mar, o The Ocean Club (rede Four Seasons) e o RIU Palace.

BahamasAtlantis Hotel

Também é possível escolher alguma das ilhas mais afastadas de Nassau, onde o clima é ainda de maior tranquilidade e contato com a natureza. As Ilhas Exumas, por exemplo, oferecem diversos passeios para observar animais marinhos. Em Eleuthera, a grande atração são as praias com areia cor-de-rosa. Já as Grand Bahama e Bimini ficam mais próximas da Flórida e podem ser boas opções para quem pretende passar poucos dias no país. Leia nosso post completo sobre onde ficar nas Bahamas.

Bahamas - as melhores opções de hospedagem!

A lista a seguir apresenta ótimas opções de hospedagem em Bahamas. As acomodações estão em ordem alfabética e foram escolhidas pela nossa equipe, priorizando qualidade, preço das diárias e localização. Também incluímos as notas do Booking.com, que indicam a avaliação que hóspedes reais tiveram da acomodação.

HOTEL NOTA LINK
Pesquisar passagens aéreas

Como chegar às Bahamas

Para chegar às Bahamas saindo do Brasil, as melhores opções são os voos com conexão na Cidade do Panamá e nos Estados Unidos. Os voos da Copa Airlines levam até a capital Nassau, e o das companhias norte-americanas, contam ainda com rotas para outros destinos bahamenses, como Bimini, Exumas, Eleuthera e Grand Bahama. Só não esqueça: para fazer conexão nos Estados Unidos é preciso ter o visto americano!

BahamasIlhas Exumas

Clique aqui para pesquisar os melhores preços das passagens aéreas para as Bahamas

Desde Fort Lauderdale, na Flórida, há ainda algumas opções de ferry para as ilhas das Bahamas que ficam mais próximas dos Estados Unidos, como Bimini e Grand Bahama. Os ferries, aliás, também são um das maneiras de se deslocar dentro do arquipélago, que conta ainda com voos domésticos ligando várias ilhas.

BahamasPorto de Nassau

Muitos viajantes também chegam às Bahamas em navios de cruzeiro, que permitem desembarque por algumas horas em destinos como Nassau, Freeport e também pequenas ilhas privativas. Leia mais sobre como chegar às Bahamas.

Confira aqui navios, datas e preços de viagens de cruzeiro que passam pelas Bahamas.


Quando ir para as Bahamas

A melhor época para ir as Bahamas vai depender do seu perfil de viajante. A alta temporada no arquipélago vai de dezembro à março, período de tempo mais seco. Para fugir do grande número de turistas nas ilhas, um bom momento para ir às Bahamas é entre abril e junho, quando há alguma chance de chuva, mas nada que deva comprometer a viagem. Neste período, as atrações e passeios tendem a estar mais vazios, e os preços, mais em conta. Alerta: entre agosto e outubro é época de furacões no Caribe e também nas Bahamas, que trazem tempestades e grandes possibilidades de passeios serem cancelados. Leia mais sobre quando ir para as Bahamas.

Bahamas


O que fazer nas Bahamas

O grande atrativo que todos os anos levam milhares de turistas para as Bahamas é certamente a natureza deslumbrante, com praias paradisíacas de areias claras e água transparente. Mas o país oferece ainda mais: não faltam atividades como mergulho, snorkeling, passeios de barco e oportunidades para conhecer mais da história e da gastronomia no país. Na lista a seguir trazemos as nossas sugestões de o que fazer nas Bahamas:

1. Passear pelo centro histórico

O centro de Nassau é bastante pequeno e tem suas atrações concentradas em poucas quadras, tornando fácil um passeio a pé por entre elas. Em um único dia é possível visitar pontos turísticos como o Porto de Nassau (que foi recentemente reformado e recebe todos os dias milhares de passageiros de cruzeiros), o Mercado de Palha, a Escadaria da Rainha, as fábricas de chocolates e charutos da Graycliff e a destilaria John Watlings. Para quem quer aproveitar o destino para fazer algumas compras, há várias lojas de lembrancinhas e artigos de praias no novo porto e também na avenida principal de Nassau, a Bay Street.

BahamasPorto de Nassau

Passear pelo centro histórico da capital é a oportunidade de conhecer um pouco mais de sua história. A população nativa das Bahamas foi completamente extinta com a chegada de Cristóvão Colombo, em meados do século 15. Devido à falta de interesse dos espanhóis em colonizar as ilhas, o arquipélago passou séculos a mercê de piratas, entre eles, o famoso Barba Negra. Parte dessa história é contada de maneira lúdica no museu Pirates of Nassau, no centro da cidade. 

BahamasMercado de Palha

Quando o Império Britânico apertou o cerco contra a pirataria, as Bahamas passaram a fazer parte da Commonwealth. E foi após o fim da Guerra de Independência dos Estados Unidos e a abolição do tráfico de pessoas escravizadas que milhares de pessoas recém-libertadas migraram dos Estados Unidos para as Bahamas, como conta o The Pompey Museum.

BahamasDestilaria John Watlings

2. Conhecer o Junkanoo

O Junkanoo é a maior festa das Bahamas, muito parecida com os desfiles de Carnaval no Brasil. As celebrações ocorrem oficialmente no dia 26 de dezembro e na manhã do Ano Novo – mas, em uma viagem para as Bahamas, você certamente terá uma provinha, já que há curtas apresentações nos hotéis, áreas mais turísticas ou então no Museu do Junkanoo, localizado no Porto de Nassau.

Bahamas

A festa tem origem no período da escravidão, com a chegada dos legalistas no fim do século 18 nas Bahamas, acompanhados de milhares de africanos escravizados. Atualmente, são diversos os grupos de Junkanoo que se reúnem todos os anos para confeccionar o enredo da apresentação, bem como as fantasias, cheias de detalhes e cores. O maior dos desfiles acontece na Bay Street, no centro de Nassau.

3. Provar a "conch salad"

Ao perguntar para um bahamense qual é o prato típico das Bahamas, certamente a resposta será: conch salad. A iguaria consiste em uma salada, bastante parecida com um vinagrete, que tem como ingrediente principal um caramujo marinho, que vive em grandes conchas alaranjadas e cor-de-rosa. A lesma tem a textura de moluscos como o polvo e a lula e é picada e misturada com cebola, tomate, pimentão e suco de limão. Nós provamos e... adoramos!

Bahamas

4. Day use no Atlantis Hotel

O Atlantis Hotel, localizado na Paradise Island, é uma das mais icônicas construções de Nassau. Quem chega de cruzeiro ou está hospedado em outras áreas da capital das Bahamas certamente verá as torres do Atlantis diversas vezes no horizonte. O resort conta com diferentes tipos de acomodação (desde um pouco mais acessíveis até bastante exclusivas), um parque aquático com dezenas de piscinas, bares e restaurantes, além de cassino, praias privativas e passeios que permitem maior contato com as espécies marinhas.

BahamasToboáguas e praia privativa são atrações do Atlantis

O Atlantis é um dos hotéis mais procurados pelos turistas que visitam as Bahamas, mas para conhecer a sua estrutura não é necessário se hospedar nele. Viajantes podem optar pelo day use, que dá acesso a todo o parque aquático, praias, aquário e também bares, restaurantes e cassino. O valor varia conforme a época do ano, mas costuma partir de 110 dólares para crianças entre 4 e 12 anos e 195 dólares para visitantes com 13 anos ou mais. Saiba mais.

5. Conhecer as praias de Nassau

Quem está hospedado em Nassau ou então passa apenas poucas horas na cidade, como é o caso de quem chega em navios de cruzeiro, pode conhecer alguma das praias da capital das Bahamas. Já adiantamos que elas não estão entre as mais bonitas do arquipélago, mas são mais facilmente acessíveis e têm sim água cristalina em tons que vão do azul ao verde. Entre as praias de Nassau, a nossa preferida é a Cabbage Beach, que fica em Paradise Island, ilha acessível por meio de uma ponte, a cerca de 10 minutos de carro do centro histórico, onde está localizado o porto de cruzeiros.

BahamasCabbage Beach, em Paradise Island

Na New Providence Island, ilha onde fica Nassau, também há praias bonitas. A mais bem conservada delas é a Cable Beach, onde estão alguns dos principais hotéis da capital das Bahamas, como o Grand Hyatt Baha Mar e o Goldwynn Resort & Residences. A Junkanoo Beach é uma das mais populares praias de Nassau, aberta ao público e com alguma infraestrutura de quiosques com lanches e bebidas.

6. Visitar as ilhas próximas a Nassau

Agora, se a ideia for se deslumbrar com o mar das Bahamas, a boa pedida é fazer um passeio de barco até as ilhas próximas de Nassau. Os tour saem geralmente da Paradise Island Ferry Terminal, na ilha logo em frente à New Providence (onde fica Nassau). Bastam cerca de 10 minutos do centro histórico da capital das Bahamas para acessar o pequeno terminal. 

BahamasPearl Island

Ali estão várias agências que fazem desde passeios privativos até os mais clássicos, como os que levam turistas para a Blue Lagoon (onde, apesar da bela praia, a principal atividade é a interação com golfinhos) ou outras ilhas próximas, como a Pearl Island e a Rose Island. Algumas das empresas que fazem os passeios são a Aquashores, Bahamas Dolphin Adventures, Tropical Breeze Tours e a Powerboat Adventures. As atividades costumam ter valores entre 100 e 200 dólares por pessoa.

BahamasRose Island

7. Fazer um tour de barco até as Ilhas Exumas

As Exumas são um dos principais pontos turísticos das Bahamas. Distante a cerca de uma hora de lancha rápida de Nassau, o arquipélago é formado por mais de 300 pequenas ilhas e é um reduto repleto de belas praias e muita vida marinha. 

Muitos viajantes optam por se hospedar nas Exumas, tendo como base principalmente George Town. Quem fica em Nassau, no entanto, pode reservar um dia para fazer um bate-volta até as Ilhas Exumas. Esse é um dos passeios mais tradicionais das Bahamas. Os barcos partem diariamente do porto de Paradise Island por volta das 10h, com retorno previsto para as 16h. O valor é de 200 dólares por pessoa com almoço e bebidas (drinks também) inclusas.

Bahamas

Fizemos a atividade com a empresa Powerboat Adventures. A primeira parada, após uma hora de navegação em alto mar, foi em uma ilha repleta de iguanas. Durante o desembarque, realizado na água, os passageiros receberam palitinhos com uvas para alimentar os animais. Esse tipo de interação com as espécies que vivem nas ilhas é bastante comum nas Bahamas, principalmente nas Exumas.

Bahamas

Na parada seguinte, na ilha privativa onde fizemos todo o restante dos passeios e também almoçamos, encontramos outro animal, que se tornou um dos maiores símbolos do turismo nas Bahamas: os chamados "porquinhos nadadores". Inicialmente característicos de apenas uma ilha, hoje em dia foram levados para várias delas onde as embarcações turísticas fazem paradas. O passeio consiste basicamente em entrar na água e dar cenoura aos animais, que são soltos para irem ao encontro dos turistas.

Bahamas

Após interagir com os porcos, é a vez de alimentar arraias. Na ilha em que visitamos havia duas delas que estavam a todo tempo bem próximas da faixa da areia, chegando bem pertinho dos banhistas. Depois entendemos o porquê: ao longo do passeio os visitantes são convidados a oferecer camarão para elas. O mesmo acontece com os tubarões (de uma espécie mais tranquila), que estão o tempo todo circundando a praia e, em determinado momento, são alimentados com grandes pedaços de peixe, fazendo com que se aproximem da orla e possam ser avistados e fotografados pelos turistas.

Bahamas

As polêmicas três atividades são permitidas pelo governo das Bahamas e encantaram os visitantes que estavam no passeio comigo. Já eu, que evito a interação com animais, sobretudo para fins turísticos, preferi apenas registrar o passeio e curtir o que as Exumas têm de melhor: belas praias com águas cristalinas e de temperatura agradável.

O almoço foi servido em um buffet, com opções de peixes, saladas e também hambúrguer. Bastante completo e saboroso. Também pudemos provar a "conch salad", a iguaria mais tradicional das Bahamas que, durante o passeio, foi preparada em uma mesa instalada dentro do mar.

Bahamas

8. Mergulhar de cilindro nas Bahamas

As Bahamas são um dos destinos mais lembrados do mundo quando o assunto é desbravar o fundo mar, seja em mergulhos de cilindro ou snorkeling. Além das águas cristalinas, com excelente visibilidade, o destino ainda oferece aos mergulhadores recifes coloridos, naufrágios, túneis, cavernas e também buracos azuis. De acordo com os especialistas no assunto, cada ilha tem características diferentes, que torna o destino ainda mais completo: há ilhas em que o mergulho é mais profundo, outras em que existe correnteza e aquelas que contam com um número ainda maior de peixes e outros animais marinhos, como golfinhos e tubarões.

BahamasFoto: Bahamas Ministry of Tourism and Aviation

9. Visitar as praias de areia rosa da Ilha Eleuthera

Eleuthera é outra das ilhas mais visitadas das Bahamas, onde o grande atrativos são as praias de areias rosadas. Para chegar até o destino há ferries saindo de Nassau e também voos domésticos, partindo da capital e também de outras ilhas do país. Eleuthera também é um bom local para se hospedar nas Bahamas, sobretudo se a ideia for ficar em um ambiente mais tranquilo e conectado à natureza.

BahamasEleuthera. Foto: Bahamas Ministry of Tourism and Aviation

10. Ficar em um resort all inclusive

Um dos principais atrativos das Bahamas também é se hospedar em um resort all inclusive, geralmente situado à beira-mar. O mais famoso deles fica na Paradise Island, a 10 minutos do centro de Nassau, é o Atlantis Hotel, que conta com parque aquático, aquário, cassino, lojas luxuosas e dezenas de bares e restaurantes, além de duas praias privativas. O hotel conta com várias torres, com perfis diferentes: The Coral, The Royal, The Cove e The Reef. Outras duas opções mais em conta na mesma ilha são o RIU Palace e o Warwick, ambos all inclusive e exclusivo para adultos.

Em Freeport, na ilha Grand Bahama, o resort all inclusive mais procurado é o Viva Fortuna Beach by Wyndham

BahamasAtlantis Hotel


Documentos para viajar para as Bahamas

Não é preciso de nenhum tipo de visto para viajar para as Bahamas. Para ingressar no país, no entanto, pode ser solicitada a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação comprovando a imunização contra a febre amarela. Quem chega às Bahamas em voos com conexão nos Estados Unidos também precisará de visto americano.

Embora não seja obrigatório, é mais do que recomendado contratar um Seguro Viagem para viajar para as Bahamas. Contrate aqui com desconto usando o cupom MELHORESDESTINOS.