Melhores Destinos
Bruna Scirea Jornalista sempre pronta para descobrir novos cantos do Brasil e do mundo, conhecer gentes, culturas, histórias, e provar todas as comidas - e vinhos - possíveis.

Praia do Saco

O cenário é de um mar cristalino e azulado, areia fina e clara, coqueiros, dunas e rio. Não é à toa que, para muitos, a Praia do Saco é considerada a mais bonita de todo o litoral sergipano. Localizada no extremo sul do estado, já na divisa com a Bahia, o destino é uma opção de bate e volta perfeita para quem curte paisagens paradisíacas, com direito a passeios de buggy pelas dunas ao pôr do sol e de barco até os belíssimos bancos de areia que se formam onde o mar encontra o rio.

A Praia do Saco fica a pouco mais de 70 quilômetros de Aracaju, trajeto feito em cerca de uma hora de carro saindo da Orla de Atalaia, um dos pontos turísticos mais famosos da capital sergipana. O passeio também é oferecido por diversas agências de turismo, que costumam partir no início da manhã e voltar antes do entardecer. O valor médio é de R$ 100 por pessoa, com translado e guia incluídos (os passeios de barco e buggy devem ser contratados separadamente). Veja no fim do post algumas das empresas que fazem o transfer e como chegar de carro à Praia do Saco.

O que fazer na Praia do Saco

A parte mais movimentada — e também bonita — da Praia do Saco fica no seu canto direito. Por ali, estão vários restaurantes com mesas com vista para o mar e fácil acesso para a praia. Vale dar uma caminhada pela orla e ir até a centenária Capela Nossa Senhora da Boa Viagem, que está fechada, mas de fora já rende boas fotos. Passar o dia nesse trecho da praia é a opção mais econômica e tranquila para quem visita a Praia do Saco. Mas nem de longe é a mais divertida e encantadora. A seguir falamos de outros passeios que podem ser feitos ao longo de um dia nesse trecho do litoral sergipano.

Praia do Saco, um paraíso próximo de Aracaju

Passeio de lancha na Praia do Saco

Para conhecer realmente as belezas do lugar, vale fazer um passeio de lancha até as ilhas e bancos de areias da região, que se formam e modificam conforme a maré. São quatro diferentes roteiros. O mais curto leva até a Ilha da Sogra, onde estão deliciosas piscinas naturais. Há também o passeio que une a Ilha da Sogra, Ilha do Sogro e a Ponta do Saco, onde o mar encontra o Rio Real.

É possível ainda contratar somente a travessia do Rio Real até Mangue Seco, na Bahia, vilarejo frequentado por Jorge Amado e imortalizado no romance Tieta do Agreste. E a opção mais completa, a que nós realizamos quando visitamos a Praia do Saco e recomendamos muito, é visitar as ilhas da Sogra e do Sogro, Mangue Seco e a Ponta do Saco, passando pelos manguezais da foz do rio.

Praia do Saco, um paraíso próximo de Aracaju

Independentemente do itinerário escolhido, nossa sugestão é chegar na Praia do Saco o mais cedo possível para curtir a região de barco sem pressa e, se houver disposição física e financeira, ainda fazer um passeio de buggy nas dunas no fim de tarde. Vale lembrar: quem chegar à Praia do Saco de transfer dificilmente conseguirá curtir o pôr do sol na região, já que o retorno é quase sempre por volta das 17h.

Todos os roteiros de lancha partem da praia bem em frente à capela (R. Flaviano L. Bedóia, 358-634, Estância - SE) e são oferecidos pela Cooperlanchas (+79996912936), cooperativa de barqueiros que tem preços tabelados conforme o percurso escolhido. São estas as opções de passeios de lancha:

1. Passeio de lancha para a Ilha da Sogra

Atrativos: banco de areia com piscinas naturais.

Valor: R$ 100 (barco para até cinco pessoas; passageiros adicionais pagam R$ 20).

Duração: passageiros definem quanto tempo pretendem ficar, com retorno no máximo às 17h.

Praia do Saco, um paraíso próximo de Aracaju

2. Passeio de lancha para as Três Ilhas

Atrativos: Ilha do Sogro e Ilha da Sogra com suas piscinas naturais e a Ponta do Saco, onde o mar encontra o Rio Real.

Valor: R$ 250 (barco para até cinco pessoas; passageiros adicionais pagam R$ 50).

Duração: permanência de 15 a 20 minutos em cada ilha até a última parada, onde o passageiro escolhe até que horas pretende ficar, com retorno no máximo às 17h.

Praia do Saco, um paraíso próximo de Aracaju

3. Passeio de lancha para Mangue Seco

Atrativos: Mangue Seco, no extremo norte da Bahia, é um paraíso de dunas com areias finas, pequenas lagoas que se formam conforme a maré e também a praia de mar aberto. O vilarejo é charmoso e estruturado, com boa oferta de restaurantes. Por lá, o ideal é fazer um passeio de buggy até a praia de mar aberto, no outro lado da península. Não bastasse a beleza natural, o vilarejo também é famoso por ter sido frequentado pelo escritor Jorge Amado, que teria se inspirado nos cenários do local quando escreveu Tieta do Agreste. A novela, mais tarde, também foi filmada na região. Aliás, o passeio de buggy passa pelos coqueiros "Romeu e Julieta", onde alguns moradores dizem ter sido gravada a abertura da novela — outros, no entanto, afirmam que as árvores originais já desapareceram. Leia mais sobre Mangue Seco no nosso post especial.

Valor: R$ 250 (barco para até cinco pessoas; passageiros adicionais pagam R$ 50).

Duração: passageiros definem quanto tempo pretendem ficar, com retorno no máximo às 17h.

Praia do Saco, um paraíso próximo de Aracaju

4. Passeio de lancha completo (o que indicamos!)

Atrativos: Ilha do Sogro, Ilha da Sogra, Ponta do Saco, Mangue Seco. É o passeio ideal para quem vai passar apenas o dia e pretende conhecer o máximo possível da região. Nossa sugestão é chegar ao ponto de embarque da lancha cedinho e aproveitar todas as ilhas até chegar a Mangue Seco, onde é possível passar o dia, almoçar e também fazer passeio de buggy pelas dunas (valor à parte), passando pela praia de mar aberto, do outro lado da península. Para um dia ainda mais completo, no retorno à Praia do Saco, faça o passeio de buggy ao entardecer.

Valor: R$ 350 (barco para até cinco pessoas; passageiros adicionais pagam R$ 70).

Duração: permanência de 15 a 20 minutos em cada ilha até a última parada, o passageiro escolhe até que horas pretende ficar, tendo como limite 17h.

Os valores são para pagamentos em dinheiro, débito ou pix.

Passeio de buggy na dunas da Praia do Saco

O passeio de buggy pelas dunas e praias é uma das principais atrações de quem visita a Praia do Saco. O percurso tem quatro paradas e dura cerca de uma hora e meia. No roteiro, estão dois pontos no alto das dunas, ambos com uma belíssima vista, além de uma parada na Praia da Rainha e outra no mar aberto. A Ponta do Saco, que costumava ser um dos atrativos mais especiais da região, atualmente está com acesso limitado por conta das mudanças provocadas pela maré — eventualmente, no entanto, é possível visitá-la. Por isso, pergunte sempre ao motorista do buggy sobre a possibilidade.

Nossa sugestão é fazer o passeio de buggy no fim de tarde, quando a paisagem fica ainda mais bonita, sob os últimos raios de sol. Em um dos mirantes no topo das dunas, há um balanço encantador, que rende ótimas fotos e bons momentos de contemplação.

A cooperativa dos bugueiros da Praia do Saco, a BuggyTur (+79996580001), fica próxima da orla, ao lado do restaurante Asa Branca. O passeio para até quatro pessoas custa R$ 200.

Como chegar à Praia do Saco

O acesso até a Praia do Saco, para quem está em Aracaju, é bem simples. São cerca de 70 quilômetros que, de carro, podem ser percorridos em pouco mais de uma hora. O itinerário mais indicado é deixar Aracaju pela Avenida Santos Dumond, a principal da Orla de Atalaia e, depois, pegar a Rodovia dos Náufragos até acessar a SE-100, que levará até a Praia do Saco.

Outra opção é contratar o translado até a Praia do Saco, oferecido por alguma das agências de turismo de Aracaju. Algumas das empresas que fazem o trajeto são a Nozes Tur, Farol Tur e TopTur Viagens. O serviço custa aproximadamente R$ 100 por pessoa, incluindo o transfer e o guia. Passeios de lancha e de buggy na Praia do Saco devem ser contratados separadamente com as cooperativas que indicamos neste post.

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em Aracaju

Praia do Saco

Praia do Saco
Estância