Melhores Destinos
Machu Picchu
Camille Panzera Entusiasta da fotografia, curiosa por outros idiomas, culturas, costumes e histórias!☺️

Dicas de Machu Picchu

Viagem ao Peru - informações sobre passaporte e vacinas

- Para ir ao Peru como turista, você não precisa ter um passaporte; basta o RG para entrar no país (CNH não vale). Caso você tenha passaporte, é importante que o documento tenha 6 meses de validade. Confira as informações completas e atualizadas no site do consulado peruano!

- Viajando com o passaporte, você pode ir ao sítio arqueológico de Machu Picchu acompanhado de seu documento, pois um funcionário carimba a folha do passaporte na saída do parque e ele fica como recordação.

- Os brasileiros não são obrigados a tomar nenhuma vacina para entrar em território peruano, mas para quem viaja a algumas áreas do país, a vacina contra febre amarela é recomendada. Veja aqui as recomendações da OMS para viajantes. A vacina contra covid também poderá ser requerida e, na sua ausência, um teste negativo de covid deverá ser apresentado.

Dicas de Machu Picchu

Mal de Altura

É bastante comum pessoas desacostumadas a grandes altitudes sofrerem com o mal de altura, um mal estar provocado pelas altitudes extremas da região que pode provocar dor de cabeça, falta de ar, enjoo e outros sintomas desagradáveis. Viajar com seguro saúde não é obrigatório, mas recomendo muito fazê-lo, especialmente para um lugar como o Peru, cheio de passeios e aventuras.

Algumas medidas simples também poderão te ajudar com a questão do mal de altura, entre elas: ter boas noites de sono, beber bastante água, evitar bebidas alcoólicas e não comer alimentos pesados. Nos hotéis de Cusco e Machu Picchu, você provavelmente encontrará uma estação com chá de coca, que também ajuda com os efeitos da altitude.

Se começar a se sentir mal, nas próprias farmácias peruanas você pode adquirir algum remédio que ajuda a combater os efeitos do mal de altura. Se tiver falta de ar, informe ao hotel, lá poderá ter balão de oxigênio para ajudar. Em outros casos, entre em contato com seu seguro de saúde para saber a melhor medida a tomar e procurar um hospital.

Em Machu Picchu, a altitude é de 2.450 metros, mas em Cusco são cerca de 3.500 metros e em determinados passeios que partem de Cusco a altitude passa dos 5.000 metros. Se você não se sentir bem ou não estiver em boas condições físicas, não realize passeios para altitudes ainda mais extremas, principalmente se possuir alguma condição mais delicada de saúde.

Moeda e gastos no Peru

A moeda do Peru é o Novo Sol, caracterizado pelo "S/." nos preços das vitrines e prateleiras. Em viagem ao Peru, os turistas usam normalmente o Novo Sol mesmo, mas, em determinadas transações, os valores são oferecidos em dólares americanos. Cartões de crédito são amplamente aceitos em hotéis e restaurantes, mas é aconselhável ter algum dinheiro vivo em mãos pra gastos menores.

Para pagar os nossos gastos nessa viagem, utilizei o cartão da Nomad, que é um banco digital internacional. Inseri dólares na minha conta da Nomad através de um PIX no Brasil e usei o cartão físico da Nomad para fazer o saque em um caixa eletrônico em euros, ou simplesmente efetuei os pagamentos direto da minha conta de débito internacional usando meu cartão — tudo bem simples e rápido.

Como ganhar até US$ 20 de bônus com a Nomad

Se você ainda não é cliente, baixe o app Nomad clicando aqui e utilize o cupom MDGUIA no código de convidado (não pule essa etapa!). Depois, insira os seus dados pessoais e envie a foto de seu passaporte, RG ou CNH. Pronto: você receberá um bônus de 2% do valor da sua primeira operação de câmbio, limitado a US$ 20 de bônus (cerca de R$ 100), em até 15 dias úteis. Aproveite, pois é por tempo limitado!

Dicas de Machu Picchu

Ingressos para Machu Picchu

Não é possível comprar os ingressos para Machu Picchu na entrada do parque arqueológico. Você deverá comprar seus bilhetes com antecedência e lembre-se que há um número limitado de pessoas que entram em Machu Picchu por dia e ainda mais limitado para fazer as trilhas das montanhas do sítio arqueológico. O site oficial para comprar os ingressos de Machu Picchu é o: http://www.machupicchu.gob.pe/

- Estudantes com carteirinha internacional pagam meia-entrada no ingresso em Machu Picchu.

- Vá cedo a Machu Picchu! Quanto mais cedo você for, menos sol e calor você irá sentir. 

Leia todas as dicas sobre o ingresso de Machu Picchu.

Dicas de Machu Picchu

Chip de celular no Peru

Sempre que viajamos para o exterior, temos usado o chip virtual da Airalo em nossas viagens. Ele funciona em mais de 180 países, e existem diferentes planos que podem ser contratados dependendo do período da viagem. A melhor coisa desse chip é que ele é virtual, ou seja, não é necessário inserir um chip físico no telefone ao chegar no país; uma praticidade a mais para quem viaja. Use o código MELHORESDESTINOS15 para receber 15% de desconto em suas compras pelo site ou pelo aplicativo.

O que levar para Machu Picchu

- No dia de visitar Machu Picchu, leve na sua mochila: protetor solar, repelente, chapéu/boné, óculos escuros e uma garrafa com água. Se houver previsão de chuva, também vale a pena levar uma capa de chuva ou casaco impermeável. Leve seu passaporte/documento para poder entrar no sítio arqueológico. É indispensável ter uma cópia impressa do seu ingresso do sítio arqueológico, além do bilhete do ônibus.

- Vá com tênis confortáveis. Todo o espaço dentro da cidade perdida e é feito em trilhas de terra.

- É recomendável, antes e durante o passeio, descansar, tomar bastante água, chá de coca ou mastigar a folha de coca a fim de evitar o mal de altura. Apesar de os problemas maiores com a altitude serem sentidos em Cusco, não custa nada estender os cuidados a outros lugares.

- Não acelere muito o ritmo das subidas durante seu passeio. O ar rarefeito faz mesmo os mais acostumados com caminhadas cansarem muito rápido. Vá com calma para não perder o passeio sofrendo com o cansaço.

Outras dicas de Machu Picchu

- Na entrada do parque, fica uma lanchonete bem completa. Se bater a fome, é só passar por lá. Os preços são razoáveis para um local de difícil acesso.

- Essa não é uma viagem tão simples para quem está com filhos pequenos ou para pessoas com dificuldade de locomoção. A única maneira de conhecer o parque é caminhando e há constantes descidas e subidas, além do solo irregular. Recentemente, foi criado um espaço para pessoas em cadeiras de rodas e que dá uma visão panorâmica muito bonita de Machu Picchu.

Faça um seguro viagem para não se preocupar com contratempos

Fazer o seguro-viagem é uma boa ideia para viajar com segurança e é obrigatório em determinados países. Sempre que viajamos para fora do Brasil, procuramos fazê-lo, mesmo que o país não exija o seguro, porque caso haja uma emergência médica ou seja necessidade de assistência durante a viagem, o seguro pode cobrir os possíveis gastos. Faça a cotação do seu seguro-viagem com desconto usando o código MELHORESDESTINOS!

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em Machu Picchu