Buenos Aires

Dicas de Buenos Aires

- Para viajar a Buenos Aires a turismo ou outras cidades da Argentina você não precisa de passaporte nem de visto para viagens que duram até 90 dias. Brasileiros portando RG poderão passar pela imigração com tranquilidade, conforme acordo do Mercosul. A identidade deve ter, de preferência, sido expedida a menos de 10 anos para facilitar a identificação do portador do documento, entretanto, a emissão a menos de 10 anos não é uma obrigatoriedade. 

A CNH brasileira ou Carteira de Trabalho não são documentos válidos para entrar na Argentina, porém a CNH deverá ser utilizada caso opte por alugar um carro.

- A moeda que circula na Argentina é o peso argentino (ARS). Nos cardápios e etiquetas você o identificará pelo símbolo $.

- Câmbio: O que tem valido a pena atualmente é levar reais para a Argentina e ao chegar lá trocá-los por pesos argentinos. Houve um momento em que era bem mais vantajoso levar dólares ao país, mas atualmente essa opção não é tão atrativa para os brasileiros. Leve real em espécie! 

- Esteja preparado para pagar uma taxa nos restaurantes chamada "cubierto". A taxa é um mistério para muita gente, mas o que se tem como consenso é que o valor se refere à taxa de utilização de talheres, toalhas de mesa etc. O cubierto não é a mesma coisa que a gorjeta deixada ao garçom.

- Recarregar eletrônicos nas tomadas de BsAs pode ser um transtorno se não houver cuidado ao lidar com o assunto. O problema em si não é a voltagem (220V), mas o formato da tomada, que possui três pinos chatos - dois deles tortos, por assim dizer. Como é um formato de tomada que não se usa no Brasil, é aconselhável que você procure uma ferreteria após sua chegada para comprar um adaptador e, assim, não sofrer ao carregar seus aparelhos. Quem estiver num hotel poderá pedir adaptadores na recepção, mas quem aluga um apartamento particular nem sempre terá essa facilidade. 

Segurança 
Esse é um tema que merece cuidado. Muita gente comenta que Buenos Aires não é uma cidade tão segura quanto foi anos atrás, mas, pessoalmente, é mais segura que qualquer cidade brasileira. Isso não significa que você não tenha que ter cuidado nas ruas, muito pelo contrário. Em síntese, o que ocorre é que a violência de Buenos Aires é diferente da que se vê no Brasil, por isso é preciso que seus cuidados sejam outros, também. 

Se no Brasil andamos com os vidros fechados nos carros para evitar qualquer abordagem num semáforo, em Buenos Aires teremos que ter cuidado com nossas bolsas. É muito comum turistas terem seus pertences levados de dentro de suas bolsas por ladrões e só perceberem várias horas depois. Esse tipo de abordagem é bastante frequente e os furtos são muito comuns, então procure sempre estar atento aos seus pertences. 

- Evite andar com objetos desnecessários em bolsas e mochilas ou carregar muito dinheiro consigo. Sempre que possível, carregue-as próximo ao corpo, tampando com as mãos a parte de abertura, especialmente no metrô e em ruas movimentadas.
- Não descuide de sua bolsa, mesmo em lojas. 

 

Táxis - Como não cair em golpes
O baixo custo dos táxis faz com que eles sejam uma opção confortável e barata para circular pela cidade, mas o turista pouco informado pode passar maus bocados. Como em toda cidade turística, infelizmente, é comum que pessoas mal intencionadas queiram tirar proveito e aplicar golpes. A dica, então, é evitar agir de forma alienada e se informar para não cair em pegadinhas. 

- Consulte mapas para ter uma ideia do percurso a ser feito e tente falar em espanhol.
- Utilize sempre os radiotáxis, pintados de amarelo e preto. Basta olhar a lateral do carro e conferir se ele faz parte de uma cooperativa.
- Não ande em táxis sem taxímetro 
- Sempre tenha dinheiro trocado para pagar as corridas.
- Nunca pague ao taxista com notas de ARS 100. Separe notas pequenas para pagar, assim você evita que o troco seja feito em notas falsas.
- Utilize aplicativos de celular como o Easy Táxi para chamar um táxi seguro
- Procure pagar pelo trajeto com um valor próximo do valor total da corrida.  
- Ao dizer para onde o taxista deve levá-lo, evite ser vago. Diga o nome da rua, e as ruas transversais. Por exemplo "Vamos a Santa Fé, entre Rodriguez Peña e Montevideo". Como há ruas enormes, a numeração não faz muita diferença - a melhor ideia é informar as ruas transversais. 
- Os taxistas idôneos possuem uma ficha visível com os dados do motorista e do carro, uma garantia de que aquele motorista não vai tentar passar a perna. 

 

Aplicativos de celular para usar em Buenos Aires 
Os telefones celulares são ferramentas cada vez mais presente na vida das pessoas e uma mão na roda no que diz respeito ao turismo. Em inúmeras situações você pode se valer da internet e aplicativos de celular para buscar o que procura, e em Buenos Aires não é diferente. Veja abaixo alguns aplicativos que podem facilitar sua vida!

Google Maps -  Já bastante conhecido, o Google Maps pode te ajudar dizendo o percurso a ser feito para chegar de um ponto a outro, qual metrô pegar ou simplesmente localizar no mapa o lugar para onde você deseja ir. Opção alternativa é o app Como Llego
- Easy Táxi - Aplicativo para pegar táxis cadastrados e seguros.
Foursquare - Ideal para encontrar restaurantes, pontos turísticos e avaliações de usuários sobre cada lugar
Guia Óleo - Guia gastronômico bastante difundido em Buenos Aires

 

Para mais dicas de Buenos Aires, leia nosso post com 37 dicas para a sua primeira viagem à capital argentina

  • Consulado do Brasil em Buenos Aires

    Nota:  de 10 (0)

    Brasileiros que necessitem de serviços consulares, como visto, emissão de novos documentos ou orientações em geral, deverão recorrer ao consulado brasileiro na cidade de Buenos Aires. Caso você perca ou tenha seus documentos roubados, entre em contato com o consulado para obter assistência e saber quais providências...

Tudo que você precisa saber sobre Buenos Aires!

Esse texto sobre Dicas de Buenos Aires faz parte do guia de Buenos Aires no Melhores Destinos

Comentários para Dicas de Buenos Aires

  • Emc4p Andre Desor há quase 4 anos

    Show de Tango. Não e barato, mas vale a pena muito. Tem um no hotel El Querandi, onde você pode comer um tipico jantar à la carte. Será servido 3 pratos em um ambiente tradicional e elegante. Ás 22 horas começa o show de tango, que tem uma programação de uma hora. O show inclui quatro músicos fantásticos, três cantores e seis bailarinos treinados que levam o público a vivenciar em um momento único a beleza do tango, pois eles te convidão a aprender esta dança tão famosa e encontadora.

  • Missing Fabricio há mais de 3 anos

    Pessoal, como forma de contribuir com informações atualizadas ao demais eleitores do Blog, informo que estive em BA em Fev./2016. Nas empresas localizadas na Calle Florida, a cotação que eu consegui encontrar foi a seguinte: AR$ 3,60 / R$ 1,00. Informo que só cotei nas empresas. Não falei com os ambulantes no meio da rua. Em 15/2/2016, também consegui AR$ 3,60 / R$ 1,00 na Agência Aeroparque do Banco La Nación.

  • Getattachment2 Airanzinha há mais de 3 anos

    Muito obrigada Fabricio! Recomenda algum lugar barato para ficar? lembrando que irei sozinha no final de julho. Obrigada

  • Vdrcy Lucas Affonso há mais de 3 anos

    Ola, Comunidade GLBT.
    Buenos Aires é show.
    Amo essa cidade porque não existe descriminação.
    Eu e meu parceiro andamos tranquilamente de mãos dadas por todos os lados.
    Pegamos um guia brasileiro que mora lá o Júnior, super respeitoso que nos levou para Tango, Zoo Lujan e um city tour pela cidade.
    Recomendo ele pelo discrição e respeito com a comunidade GLBT
    W: + 54 11 3192-8362 ou w do Brasil: 11 94214-6568
    contatoembuenosaires@gmail.com

  • Mvjyv Gabriella Silva há mais de 3 anos

    Eu achei contato do Junior em todo lugar kkkkkk.
    Comprei com ele também virei um fá.
    Em Buenos Aires, a dica que eu deixo é curtir um espetáculo chamado Fuerza Bruta, no bairro da Recoleta.

  • Arf24 Yasmin Magalhães há mais de 3 anos

    Queria uma dica de onde ficar, vou em Dezembro passar o ano novo la, qual o bairro mais indicado, estou entre o Palermo e San Telmo.

  • Tumblrstaticbackground Rafael de Freitas Souza há quase 3 anos

    Reforço a dica passada sobre câmbio em BsAs no fone +5491169548724. Foram muito atenciosos e usei o dinheiro trocado sem problemas. Oferecem passeios também, incluindo o transfer de e para Ezeiza a um ótimo preço.

  • Missing Vivian Mello há quase 2 anos

    Comprei o show do Porteño Tango pela CVC, no meu hotel em Buenos Aires por um valor em torno de R$ 20 mais barato do andei vendo por aí.
    Mas na verdade cai em um cilada, chegando no salão percebi que quem comprou com a CVC ficou em lugar ruim, fui questionar com o recepcionista e ele me falou: onde comprou ? falei que tinha comprado com a CVC, ele foi meio grosso e falou; contente-se com esse lugar CVC é assim mesmo.
    Ou seja, na hora de vender é uma beleza, mas na hora do show quem compra com a CVC senta quase na porta. Os R$ 20 mais idiotas que eu economizei. Fui no dia seguinte reclamar com a guia e ela me perguntou se o serviço contratado foi prestado, eu falei do lugar e ela fala então nem quero escutar nada. É triste porque teve gente do meu hotel e que comprou em outro lugar e sentou em lugar bem melhor.

  • Missing camila há quase 2 anos

    Gente, cambio é no Banco de la Nacion. Paga mais que todo mundo

  • Missing Bruno Camargo há quase 2 anos

    Camila, verdade paga mesmo. Não entendo o porque tem gente que indica outros lugares. Banco Nacion é o melhor lugar mesmo.

  • Getattachment2 Airanzinha há quase 2 anos

    Bruno, entenda que câmbio muda de um dia para o outro. Quando as pessoas indicam, é porque era mais barato. Só indicar, não é obrigação, vai quem quer.

  • Missing Cris Guima há mais de 1 ano

    Buenas tarde turma! Vou no final de abril a Buenos Aires e gostaria de uma dica de quanto levar aproximadamente em reais para 04 dias!

  • Missing Milena Santos há 1 ano

    Catúlo Tango, a maior enganação de Buenos Aires.
    É um restaurante e não uma casa de show. Fui na dica de um vendedor ( Brasileiro ) da rua Flórida chamado Márcio. Ele me vendeu essa porcaria como a melhor coisa do mundo.
    Transporte demorou mais de 40 do tempo limite que me foi dado. ( Total de 1h15 de espera )
    Jantar prá lá de muito ruim: entrada de salada murcha ( pedi prara trocar veio outra pior ), frango cru ( pedi para trocar, veio um todo rosa por dentro, ou seja, igual). Aí veio o grande susto, o garçom falou que não iria trocar mais meu prato, porque a cozinha estava fechada. Desisti da sobremesa.
    O show é pior do que os de rua.
    Fui reclamar com o gerente e ele com a maior cara de pau do mundo vira e me fala, pagou muito barato não pode reclamar.
    Tinha mais de 10 pessoas reclamando e um casal do Rio que estava na mesma van, desistiu e foi embora antes do show.
    Fui reclamar com o Márcio que me vendeu esse lixo, e queria me devolver apenas R$ 30 de cada show. Insisti para que ele chama-se a casa e verificar o que aconteceu. O dono alegou que estava com problemas devido a falta de alguns cozinheiros e que era para devolver o meu dinheiro . E esse safado falou que só iria devolver metade porque o resto era o lucro dele e que jamais iria devolver o dinheiro. Chamamos a polícia e ele depois de quase 20 minutos me devolveu tudo.
    Ou seja, Márcio brasileiro que tem uma loja na rua Flórida ( em frente ao McDonald's com bandeira do Brasil no fundo ) é sem vergonha e esse tango é um lixo.

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.