Florença

Uma cidade que respira arte, cultura, beleza, sabores e aromas; essa é Florença! Berço do renascentismo, a cidade não poderia ser diferente. A arquitetura e as esculturas espalhadas por todos os lados mostram que Florença é, de fato, um museu a céu aberto. Ao caminhar pelas estreitas ruas, percebemos a herança que os séculos deixaram para a cidade: uma preocupação rara com a beleza. Parece que cada centímetro da cidade foi planejado-e com muito carinho. 

Monumentos grandiosos deixam queixos caídos: o imponente Duomo, com seus mármores verdes, brancos e rosas, impressionam. A cúpula, vista de vários ângulos da cidade, está lá para mostrar que Florença é, sem dúvida, uma das cidades mais importantes e belas da Itália. Nos famosos museus, obras que emocionam: o David, de Michelangelo, é de arrepiar, tamanha a perfeição. A Ponte Vecchio, cartão-postal da cidade, dá o clima romântico de Florença: apesar da grandiosidade da obra, as pequeninas janelas dão um ar melancólico à cidade.

Ponte-vecchio

Imagine tudo isso rodeado pelos campos verdes da Toscana, com jardins floridos e coloridos. Florença, em si, é uma obra de arte. Até mesmo um jantar é um evento: para os fiorentinos, é preciso parar tudo e degustar os pratos, de excelente qualidade, por sinal. Florença não deve ser visitada, deve ser apreciada-preferencialmente com calma! Tem opções para todos os gostos: para os apaixonados por museus, os que gostam mesmo é de compras, os que curtem bons restaurantes, os que preferem admirar jardins, e por aí vai... E nós, do Melhores Destinos, te damos as dicas para apreciar cada pedaço dessa cidade incrível!

Piazzale-michelangelo

Breve história de Florença

Apesar das evidências de que a cidade existe desde os tempos pré-históricos, oficialmente ela foi construída durante o Império Romano, servindo como uma espécie de colônia para o imperador Júlio César. Ainda existem marcas dessa época na cidade, como a Piazza della Repubblica, construída em estilo romano. A primeira ponte construída na cidade foi a Ponte Vecchio, no século I d.C.

Florença chegou a ser devastada pelas invasões bárbaras e, durante o período bizantino, por volta dos anos 405, a cidade foi alvo de disputa entre Godos e Bizantinos, por conta da localização privilegiada. Mais tarde, foi dominada pelos Lombardos. Já no século VIII, foi estabelecido um sistema feudal e Florença tornou-se um condado do Sacro Império Romano. 

No século XIII, Florença já era a cidade mais importante da Toscana, com 30 mil habitantes. Uma época de paz e crescimento econômico ajudou no desenvolvimento da comuna, e diversos monumentos importantes foram construídos nessa época, como o imponente Duomo. No entanto, a cidade continuou a ser palco de disputa, desta vez entre Ghibellinos e Guelfos. 

Com a chegada da poderosa família Medici, a cidade ganhou certo fôlego. Começava a época do Renascimento, que marcou a história da arte italiana-e mundial. A cultura, a ciência, a literatura e as atividades humanas foram colocadas em primeiro plano e, a partir daí, surgiu uma quantidade gigantesca de obras importantíssimas. Brunelleschi, Michelangelo e Leonardo da Vinci são apenas alguns dos toscanas que revolucionaram a história mundial. E, hoje, podemos ver todos esses reflexos na linda Florença!