Lucca

0 avaliação
0% recomendam
0

Um lugar onde o (muito) antigo e o moderno se encontram. Muralhas medievais intactas dividem espaço com lojas contemporâneas e galerias de arte. Assim é Lucca: um paraíso que merece ser descoberto por todos os turistas que vão à Toscana. A muralha permanece intacta e cerca a cidade completamente. Dentro, várias ruazinhas se cruzam e fica difícil decidir para que lado ir: todos são lindos. Lucca, apesar de pequena, tem milhares de atrações. Para começar, é conhecida como "a cidade das 100 igrejas". Ou seja, não se espante se encontrar uma igreja a cada 10 passos que der pelo lugar. 

As principais são a Catedral San Martino (Duomo) e a Igreja de San Giovanni, que tem ainda uma torre onde podemos subir e admirar a paisagem! Os ingressos custam 7 euros (ingresso combinado para a Catedral + Torre + Igreja de San Giovanni + Museu da Catedral) ou 4 euros (somente Catedral). Vale a pena comprar o combo e visitar a Torre: a vista é incrível. Além disso, na igreja, há uma área de escavação que é um prato cheio para quem gosta de arqueologia. O local respira história! No site oficial, é possível conferir todos os horários de funcionamento: www.museocattedralelucca.it. Mais ao centro da cidade, a Igreja de San Michele in Foro, cuja fachada apresenta dezenas de colunas, também é muito imponente e vale uma visita. 

Para quem gosta de atrações inusitadas, a Torre Guinigi é fantástica! A subida não é muito cansativa e a escada é ampla, o que facilita muito, já que a maioria das torres italianas tem uma escada bem claustrofóbica. O grande diferencial de lá é o jardim plantado no topo da torre, com árvores altas. Uma mistura de edifício antigo com solução moderna, um espaço verde completamente inusitado. Super pitoresco, o jardim pode ser visto inclusive por quem está lá embaixo, nas ruas de Lucca. A visita é incrível! Os ingressos custam 4 euros. A torre fica na Via S. Andrea. Para consultar os horários, clique aqui.

As principais praças da cidade são a Piazza Napoleone, onde fica o famoso Teatro Giglio, e a Piazza dell'Anfiteatro. A primeira não apresenta muitas atrações além do teatro, mas é um bom lugar para se sentar e tomar uma cerveja após uma longa caminhada. A Piazza dell'Anfiteatro é, em si, um atrativo. O espaço foi um anfiteatro na Idade Média e até hoje preserva o formato oval, além do muro que envolvia o local de entretenimento, com apenas quatro entradas por portas medievais. Dentro, rolam feiras e mercadinhos. Em todo o redor da praça, restaurantes e cadeiras espalhados oferecem um clima muito agradável. Lugar ideal para um almoço em Lucca!

Para quem gosta de jardins, o do Palazzo Pfanner é o grande atrativo de Lucca! Apesar de pequenino, as várias cores se misturam em um lugar que parece de conto de fadas, é impecável. Uma grande fonte cercada por rosas coloridas e limões sicilianos, além de várias plantas ornamentais, atrai vários pássaros. Uma verdadeira explosão de cores. O gramado, muito bem cuidado, é um convite para relaxar. Ah, prepare a câmera, não dá para resistir a tirar mil fotos! Além do jardim, é possível visitar os aposentos do palácio, que expõem uma série de instrumentos cirúrgicos do médico Pietro Pfanner, falecido em 1935, e móveis antigos. Ingresso combinado para jardim e palácio: 7 euros. Apenas para o jardim: 4,50 euros. Endereço: Via degli Asili. Site oficial: www.palazzopfanner.it.

Para compras, a Via Fillungo é a mais indicada. Lojas de roupas, sapatos, bolsas, aparelhos eletrônicos e o que mais se imaginar estão aqui! O charme das fachadas medievais fazem um belo contraste com o requinte das lojas espalhadas pela via. Mesmo que não esteja interessado em compras, um passeio por essa ruazinha, que é uma das principais de Lucca, vale muito a pena! Há enotecas, restaurantes e gelaterias deliciosas!

Os amantes de música certamente sabem foi em Lucca que nasceu o compositor Giacomo Puccini. E, claro, a cidade não poderia deixar de oferecer um complexo em homenagem ao gênio. No Complexo Giacomo Puccini, é possível visitar a casa onde o compositor nasceu e o Museu Puccini. Para mais informações, acesse o site oficial: www.puccinimuseum.org.

Para finalizar os passeios imperdíveis de Lucca, vamos ao mais delicioso deles: passeio de bicicleta ao redor da muralha da cidade, que tem 4 metros de extensão e 12 metros de altura. Ao redor de todo o muro, há uma pista arborizada e super agradável. O passeio pode ser feito a pé também, mas de bicicleta podemos sentir melhor o estilo de vida lucchese, já que os moradores andam de bicicleta por todos os lados. A via é toda de asfalto e tem vários banquinhos, onde podemos parar e contemplar a vista. 

A volta de bicicleta pode ser feita em 20 minutos, é super rápida. O ideal é ir devagar, contemplando a beleza e sentindo a atmosfera toscana! Além de divertido, você vê o tanto que a cidade é pequenina. Ah, quando chega perto do Palazzo Pfanner, é possível ter uma vista panorâmica espetacular do jardim! O aluguel de bicicletas é super rápido e nada burocrático. Basta deixar o passaporte (identidade brasileira também é aceita) e pronto: você já pode sair pedalando. O aluguel custa, em média, 3 euros durante uma hora; 14 euros para o dia inteiro. A empresa Tuscany Ride a Bike é super descomplicada e oferece bicicletas em ótimo estado. A reserva pode ser feita pelo site, mas também é possível alugar na hora, sem nenhum problema. Endereço: Via Elisa, 26. Telefone: + 39 0583 471779. Site oficial: www.tuscanbike.it.

Como chegar a Lucca partindo de Florença

Se você preferir ir de trem, a boa notícia é que há trajetos diretos. Pegue um trem com direção a Lucca na Stazione Santa Maria Novella. Eles passam a cada hora, em média. A viagem direta de Florença a Lucca dura entre 1h20 e 1h45, dependendo do número de paradas. Os bilhetes custam 7,20 euros. Há também trens com baldeações: Florença - Pisa - Lucca. O trajeto demora entre 1h47 e 2h15. O bilhete custa entre 7,20 e 9,20 euros. Para checar os horários, acesse www.trenitalia.com.

Há ônibus diretos de Florença para Lucca, mas os horários são bem mais escassos. A viagem dura, em média, 1h15. O destino final do ônibus é Marina di Carrara, passando por Lucca, Viareggio e Forte dei Marmi. O bilhete custa 6 euros, se comprar nas lojas tabbachi; e 7 euros, se comprar diretamente com o motorista. Os ônibus saem da Via Fiume, em Florença. 

Como chegar a Lucca partindo de Siena

A melhor maneira de ir até Lucca partindo de Siena é de carro alugado ou então transfer, já que o transporte público entre as duas cidades não é nada eficiente. De Siena para Lucca, não há trens diretos. Serão necessárias uma ou até duas baldeações (em Empoli e Pisa) e, geralmente, as viagens duram de 2h30 até 4h, dependendo da solução escolhida. Portanto, trem não é uma boa opção nesse caso. Os bilhetes custam entre 11,50 euros e 13,50 euros. Para consultar horários, consulte www.trenitalia.com.

A opção de ônibus também é demorada: não há ônibus diretos e, por isso, deve-se pegar um ônibus até Florença e, de lá, pegar outro ônibus para Lucca. Ao todo, são mais de 2h30 de viagem. Em Florença, pegue o ônibus na Via Santa Caterina, 17, na empresa Sita. A linha 131R, chamada Siena Rapida, vai direto, sem paradas. A viagem dura 1h15min. A linha 131O, chamada Ordinaria, para em duas cidades e leva 1h30min para cumprir o trajeto. Normalmente, as duas linhas saem a cada hora. O bilhete custa 7,80 euros, se você comprá-lo em tabacarias; e 10 euros, se comprar diretamente com o motorista.

Como chegar a Lucca partindo de Pisa

Chegar a Lucca partindo de Pisa é muito rápido. O trem é a melhor opção: você pode pegá-lo na estação Pisa Centrale ou na estação Pisa San Rossore. A viagem é direta (destino final Lucca). O bilhete, que custa 3,40 euros, pode ser comprado na hora (os trens regionais não têm lugares marcados, saem com uma frequência alta e geralmente vão vazios). O trajeto demora 30 minutos, se sair da estação Pisa Centrale, ou 25 minutos, se sair da estação Pisa S. Rossore. Para checar horários, consulte www.trenitalia.com.

Ir de ônibus também é uma opção cômoda, mas o trajeto dura cerca de 1 hora. Pegue o ônibus E3, da empresa Vai Bus (CTT), no Aeroporto de Pisa. Para mais informações, consulte o site.

Lucca, Lucca

Lucca Catedral-de-lucca Catedral-de-lucca Catedral-de-lucca Catedral-de-lucca Lucca Entrada-de-lucca Catedral-de-lucca Catedral-de-lucca Catedral-de-lucca Catedral-de-lucca Igreja-de-san-giovanni-em-lucca Lucca Igreja-de-san-giovanni-em-lucca Piazza-dell-anfiteatro-em-lucca Lucca Lucca Lucca Vista-da-torre-guinigi-em-lucca Vista-da-torre-guinigi-em-lucca Palazzo-pfanner-em-lucca Palazzo-pfanner-em-lucca Vista-da-torre-guinigi-em-lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Piazza-napoleone-em-lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Igreja-de-san-michele-in-foro-em-lucca Torre-guinigi-em-lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Palazzo-pfanner-em-lucca Lucca Lucca Lucca Palazzo-pfanner-em-lucca Palazzo-pfanner-em-lucca Palazzo-pfanner-em-lucca Lucca Palazzo-pfanner-em-lucca Palazzo-pfanner-em-lucca Lucca Lucca Lucca Lucca Lucca
Avalie Lucca