San Gimignano

1 avaliação
100% recomendam
10,0

Uma pequena cidade, uma enorme surpresa. San Gimignano, apesar do tamanho, encanta. São necessários apenas 15 minutos a pé para ir do sul ao norte da cidade. Nesses 15 minutos, porém, é impossível não se apaixonar: as ruazinhas, estreitas e cheias de construções de tijolinhos, são um convite para parar, relaxar e esquecer do mundo do lado de fora das muralhas que protegem San Gimignano. Em todas essas ruas, dezenas de cafés e restaurantes enchem a cidade de vida, principalmente quando o calor vai chegando à Itália: centenas (ou milhares) de pessoas param para tomar uma taça de vinho ou cerveja e fazer um (merecido) brinde à Toscana.

De acordo com a lenda, a cidade existe desde 63 a.C., quando dois irmãos que teriam fugido de Roma chegaram ao local e construíram dois castelos. O primeiro documento oficial da cidade, no entanto, data de 929 d.C. E é possível sentir essa atmosfera antiga no lugar por conta das construções. Um dos principais pontos da cidade é a Piazza della Cisterna, uma praça triangular, cheia de torres ao redor e com uma cisterna construída em 1287. Na piazza, está nada menos do que a melhor sorveteria do mundo-e o lugar realmente merece o título, de tão gostoso que é o sorvete. A Dondoli tem mais de 20 sabores e não explora no preço: é possível provar essas delícias por 2,20 euros. O ideal é começar o passeio por aqui.

A Piazza della Cisterna é conectada à Piazza del Duomo, outro importantíssimo espaço de San Gimignano. Lá está a catedral da cidade (ingressos a 4 euros; ingresso combinado para a catedral e o Museu de Arte Sacra a 6 euros). Apesar de pequena, a catedral é linda: tem pinturas belíssimas nas paredes, o que a diferencia de outras catedrais toscanas, e oito capelas. Ainda na Piazza del Duomo, outra atração imperdível: a Torre Grossa. Com 54 metros de altura, ela é a mais alta entre as torres medievais que restaram na cidade (foi construída em 1311). A subida é tranquila: nada de escadas claustrofóbicas como as de outras cidades toscanas. Além da torre, podemos visitar ainda o Palazzo Pubblico, que é hoje o Museu Cívico da cidade e conta com obras belíssimas de artistas toscanos. O ingresso combinado para as duas atrações custa 7,50 euros. 

Outra praça que merece uma visita é a Piazza di San Agostino, onde fica a Basilica di San Agostino, com o altar inteiramente pintado com afrescos (entrada gratuita). Depois de apreciar a cidade, nada como apreciar o redor dela: os campos verdes toscanos. Um passeio imperdível é a Passeggiata delle Mura, um caminho rente à muralha da cidade, com uma vista maravilhosa. A entrada para o caminho fica perto do ponto panorâmico de San Gimignano, outro lugar imperdível: lá temos uma vista igualmente incrível! Para completar, artistas tocam músicas calmas e que caem muito bem com o visual. Perto dali, restaurantes oferecem tacinhas de vinho para contemplar a vida toscana. Simplesmente maravilhoso!

Além dessas atrações, há ainda a Rocca di Montestaffoli, local de onde se tem uma vista linda da cidade, além do Museu do Vinho. Tem também uma torre, mas durante nossa visita ela estava fechada para reforma. De qualquer forma, vale a parada para admirar a paisagem! A cidade conta ainda com outros museus, como o Museu da Tortura. No entanto, nós visitamos e não aconselhamos, a não ser que você tenha bastante tempo e se interesse muito pelo assunto. Apesar de ter diversos instrumentos, o entretenimento é meio pega-turista. A exposição é um pouco grosseira e muito explícita, o que dá a ideia de que eles mais querem chocar do que contar a história. Perder-se nas ruas da cidade, definitivamente, vale muito mais a pena!

Como chegar a San Gimignano partindo de Florença

Apenas 50 quilômetros separam as duas cidades. A estrada é boa e, se você tiver alugado um carro, não deve demorar mais do que uma hora para fazer o trajeto. Mas atenção com as placas: as estradas não são muito bem sinalizadas. Por isso, um GPS pode ser bem útil.

Se você quiser ir de trem, desça na estação Poggibonsi (7,20 euros, 1h10 de viagem). Algumas soluções são diretas, mas em outros casos você deverá fazer baldeação em Empoli. De Poggibonsi, pegue um ônibus até San Gimignano. O bilhete de ônibus sai a 3,20 euros. O táxi sai a aproximadamente 20 euros.

No entanto, a opção mais prática e barata é pegar um ônibus de Florença a San Gimignano. O bilhete sai a 6,80 euros e a viagem dura 1h20. Para checar os horários, clique aqui.
Para checar os horários de trem, consulte o site Trenitalia

Como chegar a San Gimignano partindo de Siena

A melhor opção é ir de ônibus, já que o trajeto é direto. O bilhete custa 6 euros (12 euros ida e volta). Os ônibus da linha 130 saem da Piazza Gramsci a cada hora e param na Porta San Giovanni, a principal de San Gimignano (a 2 minutos a pé do centro da cidade). A viagem dura, em média, 1h15. Também é possível ir de Siena a San Gimignano de trem: é só descer na estação Poggibonsi (trajeto de 35 minutos; bilhetes a 3,40 euros; trem direto, sem necessidade de baldeação) e, em seguida, pegar um ônibus até San Gimignano (3,20 euros) ou então um táxi (cerca de 20 euros). A distância entre Poggibonsi e San Gimignano é de 12 quilômetros. Para ver os horários de trens, clique aqui; para ver os horários de ônibus, aqui.

Como chegar a San Gimignano partindo de Pisa

Saindo da Stazione Pisa Centrale ou da Stazione Pisa S. Rossore, é possível pegar o trem até Poggibonsi (8 euros, 1h30 de viagem, em média) e, de lá, pegar o ônibus para San Gimignano (3,20 euros). Se preferir um táxi, o preço sai a aproximadamente 20 euros. Atenção: não há trens diretos entre as estações de Pisa e Poggibonsi. Se você pegar o trem na Stazione Centrale, deverá fazer baldeação em Empoli. Se pegar na Stazione Pisa San Rossore, a baldeação deve ser feita em Pisa Centrale e em Empoli. Em alguns casos, no entanto, deverá trocar de trem apenas em Empoli. Ir de ônibus é um pouco mais complicado, já que só tem um ônibus saindo por dia (linha 145, sai do Aeroporto Galileu Galilei, em Pisa) e vai até Poggibonsi (13 euros; 1h20 de viagem). Para comprar os bilhetes, visite o site busweb.it. De Poggibonsi, pegue um outro ônibus (3,20 euros) ou um táxi (cerca de 20 euros) até San Gimignano.

 

San Gimignano, San Gimignano - CEP: 53037

San-gimignano San-gimignano Museu-da-tortura-san-gimignano Entrada-de-san-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano Passeggiata-delle-mura-san-gimignano Passeggiata-delle-mura-san-gimignano Passeggiata-delle-mura-san-gimignano Passeggiata-delle-mura-san-gimignano Piazza-della-cisterna-san-gimignano San-gimignano Sorveteria-dondoli-san-gimignano Sorveteria-dondoli-san-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano San-gimignano
Avalie San Gimignano

  1. 19154631003775333224247373977n Barbara Bueno
    há quase 5 anos
    10,0
    Bom

    Um lindo vilarejo da Toscana, com seus "arranha céus" medievais. Quem não quiser usar o transporte público, não pretende alugar carro mas está a fim de passear pode experimentar por exemplo uma excursão em grupo com ótimo custo-benefício, como esta que inclui Siena, San Gimignano, Monteriggioni e Chianti

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.