Melhores Destinos
Itália

Toscana

Camille Panzera Entusiasta da fotografia, curiosa por outros idiomas, culturas, costumes e histórias!☺️

A Toscana é uma das 20 regiões da Itália e um dos lugares mais turísticos da Europa. Sua capital é a cidade de Florença, conhecida como berço do Renascimento e um lugar ideal para começar a explorar essa região. Famosa por sua história, por ter várias cidades lindas e medievais, pelas paisagens naturais, pelas vinícolas e lindos fins de tarde, a Toscana é um destino para se apaixonar e desbravar com calma.

Entendendo melhor a Toscana

A Toscana é uma região da Itália, localizada na parte central do país e com uma história muito antiga, habitada desde o tempo dos etruscos. A capital da Toscana é a cidade de Florença (ou Firenze em italiano), um destino maravilhoso para explorar no país da bota e que realmente vale a pena ser conhecido devido à enorme quantidade de atrativos, igrejas e restaurantes. Florença está localizada a cerca de 280 km de Roma e 309 km de Milão, que são duas maiores cidades do país (Florença é a oitava). 

A Toscana é composta por várias cidades, várias mesmo e a graça de uma viagem pela região é justamente explorar essas diferentes cidades! Alguns destinos dessa região você já deve ter ouvido falar, não só a própria Florença, mas também as cidades de Pisa (aquela da torre torta) ou também Siena e Arezzo. Siena e Florença, séculos atrás, eram cidades adversárias e bastante desenvolvidas, então o legado dessas cidades como importantes centros medievais permanece até hoje preservado. 

Aliás, cada uma das cidades e vilarejos da Toscana têm suas particulares. Algumas cidades se destacam pelo centro urbano bem delineado, em outras o destaque fica por conta da localização, no alto de uma colina, em outras cidades o destaque é o muro que servia para proteger o centro, ou as torres construídas por antigas famílias, as igrejas com afrescos nas paredes, os castelos, em outras você pode ver construções romanas ou simplesmente dedicar um tempo a conhecer as vinícolas com vinhos só encontrados na Toscana. As possibilidades que essa região oferece são realmente espetaculares e muitos desses cenários maravilhosos foram retratados no famoso filme Sob o Sol da Toscana

Hotéis na Toscana - entendendo melhor onde ficar

A Toscana é uma região ampla, composta por diferentes cidades e com inúmeras possibilidades de hospedagem. Você pode se hospedar tanto no centro urbano de uma cidade, como em uma hospedagem rural, conhecida como agriturismo, ou mesmo ficar em um castelo, que será uma experiência espetacular! 

Além disso, como são várias as cidades ao longo da Toscana, será importante entender que roteiro você pretende fazer para compreender em que região fará mais sentido ficar hospedado. Eu recomendo muito ficar alguns dias em Florença para começar sua viagem e também alguns dias em Siena, que está em uma região central para explorar outras cidades, tem muitos agriturismi (hospedagens rurais), mas próximos aos centros urbanos. 

Toscana - as melhores opções de hospedagem!

A lista a seguir apresenta ótimas opções de hotéis na Toscana, priorizando a cidade de Florença. As acomodações estão em ordem alfabética e foram escolhidas pela nossa equipe, priorizando qualidade, preço das diárias e localização. Também incluímos as notas do Booking.com, que indicam a avaliação que hóspedes reais tiveram da acomodação.

HOTEL NOTA LINK
Agriturismo Castello La Grancia di Spedaletto 9.4 Ver preços
Relais CastelBigozzi 8.8 Ver preços
c-hotels Ambasciatori 8.7 Ver preços
Castello Di Meleto 8.6 Ver preços
Hotel Arezzo ASC 8.6 Ver preços
Hotel Athena 8.6 Ver preços
Relais Il Chiostro Di Pienza 8.5 Ver preços
c-hotels Diplomat 8.5 Ver preços
Best Western Grand Hotel Guinigi 8.4 Ver preços
Hotel Moderno 7.7 Ver preços
  • Em Florença, fiquei hospedada no c-hotels Joy, que além de ter acomodações novas, oferece uma localização central e fica pertíssimo da estação de trens Firenze Santa Maria Novella, facilitando a fazer trajetos de trem que fiz. Outras boas opções na região central de Florença são o Hotel Art Atelier, o Hotel Bretanha Heritage, localizado bem próximo ao Rio Arno e Hotel Orcagna.
  • Na região de Siena, fiquei inicialmente no Certosa di Pontignano, um hotel onde ficava em um antigo convento, localizado na área rural de Siena, mas a cerca de 20 minutos do Centro da cidade. Ainda na região rural de Siena, optamos por ficar outras noites na Casa di Campagna in Toscana, um agriturismo pequenino, com bom café da manhã e atendimento de extrema simpatia. No Centro de Siena, uma boa opção de hospedagem é o Hotel Athena, mas nos arredores do centro as opções são muito variadas e há ótimas opções de agriturismi, que são opções de hospedagens maravilhosas para quem quer conhecer a autêntica Toscana. Nessa região você encontra acomodações como o Agriturismo Amina, o Borgo Grondaie e o Podere La Strega, que tem piscina e uma linda vista.
  • Na região de Pienza me hospedei no Castello di Spedaletto, uma propriedade familiar instalada em um antigo castelo. Ficar nessa região permitiu conhecer melhor a região do Val d’Orcia e dessa maneira também pude ficar hospedada num castelo. O lugar não tinha luxos, mas já posso dizer que dormi em um castelo de verdade!

Como chegar na Toscana

A Toscana é uma região da Itália, equivalente aos nossos estados no Brasil, e sua área se assemelha a área do Sergipe, o menor estado brasileiro. Para chegar a Toscana, você pode se valer de diferentes aeroportos, como o Aeroporto de Florença ou o Aeroporto de Pisa, mas se já estiver na Itália, viajar de trem pelo país será uma excelente forma de viajar. Existem trens rápidos que fazem o trajeto entre Roma e Florença em apenas 1h16 e saindo de Milão em 1h55. 

Florença, geralmente, é o ponto inicial de quem viaja pela Toscana e aconselho também que seja o seu. Você pode ficar alguns dias na cidade para a partir daí começar a explorar o interior da região, visitar suas cidades medievais e vilarejos que deseja conhecer. Para explorar o interior da Toscana, a forma mais recomendada de transporte é alugar um carro, já que o transporte ferroviário não atende a todos os destinos dessa região. Algumas cidades você poderá conhecer de trem (e explicarei melhor sobre cada uma), mas em outros destinos, o carro realmente será mais aconselhado.

Aluguel de carro na Toscana com desconto!

Está pensando em alugar um carro durante a sua viagem? Clique aqui e faça a sua reserva com 5% de desconto utilizando o cupom MDGUIA5! A oferta é válida para os nossos leitores que viajam para qualquer destino, seja no Brasil ou no exterior!

Viaja pela Toscana sem carro - é possível?

Se estiver hospedado em Florença, você poderá fazer alguns bate-volta para visitar cidades ao redor, especialmente cidades em que se pode conhecer de trem ou ônibus, mas, para outros destinos, o mais aconselhável realmente é alugar um carro. Confira abaixo algumas cidades que você pode visitar sem carro:

Cidades da Toscana para conhecer sem carro!

  • Pisa, a 50 min de trem
  • Lucca, a 30 minutos de trem de Pisa (aproveite para ir a Pisa e Lucca no mesmo dia)
  • San Gimignano, a 1h30 de ônibus de Florença
  • Siena, a cerca de 1h30 de ônibus ou trem de Florença. O ônibus pode ser mais prático por já deixá-lo na parte central da cidade.
  • Arezzo, a 1h de trem de Florença

Caso você não queria dirigir, também é possível conhecer um pouco da Toscana através dos passeios das agências turísticas. Diferentemente de outros destinos mundo afora, os passeios na Toscana com um guia ou motorista podem ser particularmente interessantes porque como a região tem muitas vinícolas, você poderá beber à vontade, sem precisar dirigir ou se preocupar com as estradas. As agências oferecem passeios variados na região, como a Excursão a Pisa, San Gimignano e Siena, que é uma das mais populares por incluir cidades bem famosas no roteiro, a Excursão a San Gimignano, Siena e ao Chianti, o tour enoturístico pela região do Chianti, boa dica para quem gosta de vinhos e a Excursão a San Gimignano e Montalcino

Roteiro na Toscana - quais cidades visitar?

Escolher um roteiro na Toscana não é uma tarefa tão simples porque dependerá de quais cidades você deseja conhecer, quantos dias terá disponíveis e, sobretudo, o que você quer visitar e quais seus propósitos durante a viagem. Sem dúvidas a região tem muitos lugares lindos, mas conhecer todos seria difícil justamente pela quantidade de cidades maravilhosas que essa região engloba. 

Cidades como Pisa, Lucca e Arezzo você poderá conhecer em um bate-volta saindo de Florença, mas existem outras cidades da Toscana que a forma mais prática de conhecer será alugando um carro. Se você ama vinhos, fará muito sentido um passeio pela Rota do Chianti ou também um passeio a Montepulciano, conhecida pela produção de vinhos. 

Nós fizemos um roteiro na Toscana de 9 dias, contemplando cidades que poderíamos conhecer de trem, outras de carro, além de várias cidadezinhas de pequeno porte para conhecer ao longo dos nossos trajetos. 

Confira abaixo qual foi o nosso roteiro na Toscana!

Clicando em cada um dos links abaixo você confere mais detalhes de cada uma das cidades que visitamos!

  • 2 dias em Florença (pernoite em Florença)
  • 1 dia em Pisa + Lucca (pernoite em Florença)
  • 1 dia na região do Chianti (pernoite na área rural de Siena)
  • 1 dia em Siena + Monterrigioni (pernoite na área rural de Siena)
  • 1 dia em San Gimignano + Volterra (pernoite na área rural de Siena)
  • 1 dia em Arezzo + Cortona (pernoite na área rural de Siena) 
  • 1 dia no Val d’Orcia (pernoite na área rural de Pienza) 
  • 1 dia para o retorno do Val d’Orcia, passando por Pienza, Montepulciano, Chianti e volta para para Florença.

Dicas para fazer seu roteiro na Toscana:

  • Procure fazer reserva nos restaurantes e vinícolas que deseja visitar alguma antecedência, principalmente se deseja viajar durante o verão, porque alguns estabelecimentos são pequenos e concorridos.
  • Geralmente os centros históricos das cidades da Toscana só podem ser visitados a pé porque são áreas preservadas, onde há um bom fluxo de pedestres. Considere que você terá que deixar seu carro alugado estacionado fora dos centros históricos, mas é comu haver ao menos um estacionamento pago próximo da entrada das cidades históricas
  • As distâncias entre as cidades da Toscana são pequenas, mas as estradas são sinuosas e podem levar mais tempo do que o esperado. Considere um pouco mais de tempo para percorrer as estradas do que o GPS indica, assim você pode parar para fotos ao longo do caminho. Vale lembrar também que às vezes caminhos mais longos podem ser mais bonitos, então não se prenda apenas a fazer o percurso mais rápido para chegar ao seu destino!
  • É muito comum ao longo de uma viagem pela Toscana, os viajantes ficarem em diferentes hotéis e diferentes cidades ao longo de sua viagem. Se você precisará trocar de hotéis, faça o check-out cedo de seu hotel/hospedagem, logo após o café da manhã, e leve sua mala dentro do carro para ficar mais prático ir para o hotel seguinte.
  • Viajar pela Toscana é sinônimo de conhecer várias cidades. Para quem nunca esteve no lugar, é importante mencionar que algumas cidadezinhas são realmente muito pequenas e sem tanto o que fazer, por isso nosso roteiro contemplou várias localidades no mesmo dia. Ainda assim, se você gosta de viajar em um ritmo bem tranquilo, pode ser interessante ficar mais dias em cada, para explorar a região de forma mais calma.
  • Assim como no Brasil, é proibido beber e dirigir pelas estradas italianas. Você pode alternar com seu parceiro de viagem quem será o motorista da rodada. Se fizer questão de beber, pode ser uma boa ideia contratar passeios com motoristas particulares.

Toscana - informações importantes

  • Onde fica a Toscana: Na Itália, no centro do país
  • Capital da Toscana: Florença 
  • Moeda do local: euro
  • Preciso de visto para conhecer a Toscana? Não é necessário, brasileiros podem visitar o país apenas com o passaporte