Coliseu de Roma

1 avaliação
100% recomendam
10,0

O Coliseu é um dos principais pontos turísticos não apenas de Roma ou da Itália como de todo o mundo. A frase "É como ir a Roma e não ver o Papa"  se aplica também ao Coliseu  — não há como fazer uma viagem à capital italiana e não conhecer o Coliseu. Também chamado de Anfiteatro Flavio (Amphiteatrum Flavium)o lugar fascina por sua complexa arquitetura, é considerado o maior anfiteatro do mundo! 

 

O que foi o Coliseu?

Ele é uma antiga arena romana, como um estádio dos dias atuais, onde gladiadores faziam seus embates. É um dos pontos turísticos imperdíveis em Roma e que representa muito da história da Itália. O lugar foi construído no século I como um espaço em que pessoas de diferentes classes sociais poderiam se divertir e se entreter, em especial com as lutas entre os gladiadores ou entre gladiadores e animais ferozes. Ele foi construído para abrigar até 80 mil espectadores.

 

A construção do Coliseu

A construção do Coliseu de Roma é impressionante, não apenas por seu tamanho e pelos enormes blocos de pedra justapostos em sua estrutura, mas também pelo que se sabe de sua construção, realizada na época do Império Romano.

Ele foi construído em 72 d.C por pelo Imperador Vespasiano e concluído por seu filho Tito em 80 d.C. A construção possui 187 por 155 metros e até 55 metros de altura em seu exterior. A arena propriamente dita, onde ocorriam os eventos, era feita de madeira e coberta por areia — nessa área havia uma espécie de elevador e rampas que faziam o acesso entre a parte inferior (onde ficavam os animais) e a parte superior da arena, onde aconteciam as lutas.

A construção da arena em formato elíptico, popular na época para abrigar eventos de entretenimento entre os romanos, possuía arcos por onde as pessoas acessavam o lugar e 4 entradas principais, uma delas dedicada ao Imperador. Todo o edifício possuía diversos arcos e dezenas de colunas, feitas em diferentes estilos, e adornadas com estátuas. Construída com materiais como mármore e travertino, acredita-se que construção era realmente magnífica em seu período mais glorioso. 

Os espectadores que iriam assistir aos espetáculos recebiam uma espécie de bilhete que indicava a posição da pessoa dentro do anfiteatro. Ainda que os ingressos fossem gratuitos, a posição do visitante dentro do estádio dependia de sua classe social. 

Em 438, com a abolição dos jogos de gladiadores, o Coliseu acabou por sofrer um lento declínio e ao longo dos anos foi utilizado com diversos propósitos, dentre eles espaço para guardar animais, forte e cemitério, até períodos de completo abandono. Os terremotos que ocorreram ao fim do Império também contribuíram bastante para a decadência da construção e o mármore que a revestia foi em grande parte reutilizada durante o Renascimento. Ao fazer seu passeio, você poderá notar que em dezenas de pedras da estrutura estão com buracos, isso porque nesses espaços havia pedras e adornos que faziam parte da decoração do Coliseu.

 

Visita ao Coliseu

O também chamado Anfiteatro Flavio está aberto ao público, que pode visitá-lo internamente em passeios por conta própria ou com guia credenciado. Recomendamos muito que você faça uma visita ao Coliseu acompanhado de um guia, que poderá dar detalhes de construção, das lutas dos gladiadores e todo contexto histórico que o evolve. As visitas guiadas podem ser contratadas de forma particular ou através do próprio Coliseu, que oferece o passeio em guiados em diferentes línguas. 

O Coliseu costuma ficar muito cheio, principalmente no verão, muitas vezes com longas filas para a compra de ingressos, que você pode evitar ao comprá-lo antecipadamente pela internet - entre aqui para comprar seu ingresso do Coliseu.

Outra dica muito boa é fazer a visita guiada durante a noite, quando a quantidade de pessoas visitando o lugar é infinitamente menor e se tem a oportunidade de conhecer também a área inferior do Coliseu, que é uma parte da atração com acesso mais restrito. A dica de comprar o ingresso antecipadamente permanece, especialmente para a visita noturna chamada La Luna sul Colosseo. As visitas guiadas são feitas principalmente em italiano e em inglês e só podem ser feitas com agendamento prévio.

 

O Parque Arqueológico do Coliseu

O Coliseu faz parte de um sítio arqueológico chamado "Parque Arqueológico do Coliseu", do qual fazem parte outros pontos turísticos de Roma. Na verdade, é importante saber que essa região do Coliseu e seus arredores eram uma parte muito importante da cidade antigamente e por isso, algumas das importantes construções do Império Romano foram realizadas ali.

Por isso, o Coliseu é vizinho de outras atrações romanas, como o Foro Romano e o Monte Palatino. O Foro Romano é o local onde ficavam os principais edifícios da vida cívica e política de Roma na antiguidade, quanto o Monte Palatino era o local onde ficavam os suntuosos palácios de antigos imperadores.

Essas três atrações (Coliseu, Foro Romano e Palatino) fazem parte de um único ingresso turístico, que combina as três atrações e que você pode dividir em dois dias consecutivos de passeios.

O ingresso do Coliseu custa € 16 + € 2 (opcional pelo agendamento online). 

 

Arco de Constantino

Localizado entre o Coliseu e o Monte Palatino, o Arco de Constatino é outro ponto incrível desse complexo arqueológico que merece destaque. Ele foi construído em 315 d.C e celebra uma homenagem do Senado ao Imperador Constantivo, que havia completado 10 anos como imperador e obteve triunfo na Batalha de Ponte Mílvia, em 312 d.C. O arco tem diversas imagens que celebram o momento político da época. 

 

Como chegar ao Coliseu

A estação mais próxima do Coliseu é a Estação Colosseo, parte da linha B do metrô.
Na fente do local também passam várias linhas de ônibus, entre elas a 51, 75 e 81.

 

 

Piazza del Colosseo, Roma - CEP: 00184
+39 06 3996 7700
http://https://www.turismoroma.it/it/luoghi/lanfiteatro-flavio-colosseo
Seg–Dom: 8:30–18:15

O-coliseu O-coliseu-parte-interna O-coliseu-parte-interna O-coliseu-fachada O-coliseu-de-roma O-arco-de-constantino Monte-palatino-roma Monte-palatino-roma Monte-palatino-roma Coliseu-colosseo Coliseu-colosseo Coliseu-colosseo Coliseu-colosseo Coliseu-colosseo
Avalie Coliseu de Roma

  1. Sobrecoliseutours Barbara
    há 5 anos
    10,0
    Bom

    Não dá para ir a Roma e não visitar o Coliseu: é simplesmente uma das principais atrações de Roma e de toda Europa! Imagine entrar em uma espécie de estádio construído 2000 anos atrás! Quantos espetáculos, lutas de gladiadores, eventos passaram por aqui. Estudos indicam que o Coliseu conseguia abrigar até 45000 pessoas. Uma obra imponente que merece a visita (se for com guia que fala português, melhor ainda). Aqui tem um pouco mais da história do Coliseu, para os curiosos: http://coliseu.tours/sobre-coliseu/

    Nada

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.