Dicas de Paraty

  • As praias de Paraty são bastante seguras. Não há registros de arrastões ou assaltos a turistas. Quase sempre desertas, é muito tranquilo ir para a água e deixar os pertences tanto no barco quanto na areia. Em dias mais movimentados, não custa ficar de olho, especialmente quanto os barcos chegam às praias. As duas praias da cidade — Pontal e Jabaquara — são bem mais movimentadas. Fique sempre atento!  
  • O clima em Paraty é quase sempre ameno e com nuvens. Ainda assim, protetor solar é imprescindível, o mesmo vale para se manter sempre hidratado. Chapéu e óculos escuros são bem-vindos, especialmente nos passeios.  
  • Um tênis para caminhar na água e fazer trilha pode ser útil, ainda mais depois de um dia de chuva, quando os caminhos se enchem de lama. Nas cachoeiras, é bom estar prevenido. Muitos moradores usam galochas para caminhar principalmente no Centro Histórico, que é constantemente alagado pela maré e pela chuva.  
  • Jamais percorra trilhas longas e desertas sem companhia. Qualquer descuido poderá resultar em um acidente e não haverá ninguém para prestar socorro. Faça sozinho apenas as trilhas mais movimentadas.   
  • Se optar por fazer longas caminhadas e trekking, como Praia do Sono, Saco do Mamanguá e Paraty Mirim, verifique antecipadamente as condições das trilhas, para ter certeza de que todas poderão ser percorridas.   
  • Levar bolsas térmicas para a praia é uma ótima opção, muitas são absolutamente desertas e não há nada para comprar. Outras oferecem quiosques e restaurantes, mas com preço um pouco salgado. Água é disponibilizada gratuitamente nos passeios de barco; outras bebidas são vendidas.  
  • Não se esqueça da câmera fotográfica, principalmente se tiver uma subaquática. Ao sair da praia, sempre limpe a câmera com um pano úmido para retirar o sal. O mar é como um veneno para os eletrônicos.  
  • Há uma boa oferta de comércio e supermercados na cidade de Paraty. Não haverá necessidade de se equipar totalmente para viajar. Entretanto, a Vila de Trindade é bem mais simples e talvez seja necessário ir a Paraty em caso de emergência. 
  • O padrão de voltagem em Paraty é de 110V.  
  • É muito comum queda de energia em Paraty. Muito mesmo! Especialmente em períodos de alta temporada, quando também pode faltar água. Tenha sempre uma lanterna na bolsa ou procure uma pousada que ofereça gerador.  
  • Cartões de crédito são comumente aceitos no comércio, mas nem sempre nos passeios de barco e quiosques na praia. Tenha dinheiro em mãos para não passar aperto, especialmente quando as máquinas de cartão não funcionarem devido à falta de luz.  
  • O telefone celular não funciona em todas as praias, mas funciona bem na cidade de Paraty.  
  • Em tempos de dengue e zika vírus, repelentes são sempre úteis, especialmente para quem vai fazer trilha e mais ainda no final da tarde.  
  • Carros não entram no Centro Histórico. Você precisará deixá-lo em um estacionamento pago (há pouquíssimas vagas públicas na cidade). Se não considerar seguro, vá de ônibus.  

Tudo que você precisa saber sobre Paraty!

Esse texto sobre Dicas de Paraty faz parte do guia de Paraty no Melhores Destinos

Comentários para Dicas de Paraty

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.