Belo Horizonte

Como se locomover em BH

A concentração das atrações turísticas em poucas regiões de Belo Horizonte facilita a vida do turista, que muitas vezes pode se locomover a pé entre os principais pontos a serem visitados. A cidade é segura para quem deseja caminhar nas regiões com maior concentração de atrações. A grande dificuldade para quem pretende andar pela cidade são as intermináveis ladeiras, característica onipresente em toda Belo Horizonte. Em algum momento, você poderá achar que as curtas distâncias já não são tão curtas assim. Por isso, organize bem o seu itinerário. Vale pegar um mapa e marcar os pontos a serem visitados para não fazer percursos longos sem necessidade. Aplicativos de locomoção, como o Google Maps, são excelentes opções para descobrir o trajeto mais fácil e rápido, mesmo para o percurso a pé.

Para o deslocamento em distâncias maiores — como o trajeto entre a Praça da Liberdade e a Lagoa da Pampulha — o táxi e o Uber são excelentes opções. O preço é bastante acessível, especialmente para grupos com mais de duas pessoas, e compensa o tempo que seria perdido no transporte público. O valor médio de uma corrida de curta distância, dentro do mesmo bairro, é de R$ 10. Para distâncias maiores, considere custos entre R$ 20 e R$ 30. O valor do táxi por quilômetro rodado em bandeira 1 é de R$ 2,94 e em bandeira 2 é de R$ 3,53, sendo a bandeirada inicial R$ 4,70 (valores atualizados em ago/2016). O Uber X tem custo semelhante. 

Infelizmente o transporte público não é um grande aliado dos viajantes em Belo Horizonte. As rotas de ônibus são confusas, os trajetos demorados e muitas vezes será necessário fazer baldeações até o destino final. Uma viagem de ônibus entre a Praça da Liberdade e a Lagoa da Pampulha poderá levar até 1h30, sendo que nos finais de semana não há muitos ônibus disponíveis. O metrô, que costuma ser um grande aliado dos turistas, em Belo Horizonte de pouco serve aos viajantes. Por isso, não conte com ele. Não há serviço de metrô nas regiões que concentram as principais atrações. Caso deseje economizar, o transporte público será um forte aliado nas longas distâncias. Como são muitas rotas disponíveis, utilize aplicativos de locomoção, como o Google Maps, para descobrir a melhor linha de ônibus, o tempo total da viagem e a disponibilidade de transporte e horários. Sem ele, só mesmo no boca a boca. 

Quem pretende circular de carro em Belo Horizonte encontrará pistas bem sinalizadas e trânsito relativamente tranquilo. Não há engarrafamentos gigantescos dentro da área central de Belo Horizonte e muitos hotéis oferecem opção de garagem para os hóspedes. Ao estacionar nas vias públicas, fique atento às regiões da Faixa Azul, especialmente no Centro, onde as vagas são rotativas e é necessário adquirir o cartão para estacionar (encontrado em bancas de jornal). 

Tudo que você precisa saber sobre Belo Horizonte!

Esse texto sobre Como se locomover em BH faz parte do guia de Belo Horizonte no Melhores Destinos

Comentários para Como se locomover em BH

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.