Melhores Destinos
Camille Panzera Entusiasta da fotografia, curiosa por outros idiomas, culturas, costumes e histórias!☺️

Vaticano

Com uma área de apenas 44 km², o Vaticano, menor país do mundo, pode parecer pequeno num mapa, mas é gigantesco aos olhos da história, da arte e da cultura. Não à toa, a área escolhida para a proteção e residência dos papas é um dos pontos turísticos mais visitados de Roma e um passeio verdadeiramente imperdível, seja você um religioso ou não.

Entendendo o Vaticano 

Apesar de o estado do Vaticano ter sido criado apenas em 1929 através do Tratado de Latrão, a história da área como sede da Igreja Católica se inicia com São Pedro, o primeiro discípulo de Jesus Cristo e fundador da comunidade cristã de Roma. Consagrado o primeiro Papa da história, Pedro foi morto e crucificado por ordem do Imperador Nero, em uma colina na margem oposta ao Rio Tibre, hoje chamada "Colina do Vaticano". Foi a partir dessa colina que a comunidade cristã se expandiu e, entre 754 e 1870, a autoridade dos papas se estendia por um grande território da Itália, chamado "Estados Papais", com sua capital em Roma.

Com a unificação da Itália, a cidade de Roma, na época ainda em poder da Igreja Católica, foi invadida, e o território em posse do Papa, reduzido ao que hoje é a área do Vaticano.

Tours no Vaticano:

Vaticano

O que é o Vaticano

Maior símbolo da fé cristã e sede oficial da Igreja Católica, o Vaticano recebe cerca de 25 mil turistas todos os dias, mas possui uma população de aproximadamente 800 pessoas, já que a chamada "cidade-estado" tem um funcionamento interno totalmente diferente do que estamos habituados, inclusive em questões de cidadania. Apesar de atuarem em uma mesma área, o país funciona por duas instituições diferentes que se confundem: o Vaticano e a Santa Sé.

No Vaticano, estado soberano, o Papa, escolhido por meio de eleições pelo colégio de cardeais, é um líder absoluto — exerce o poder executivo, legislativo e judiciário. Já a Santa Sé funciona como organização religiosa e diplomática dentro do Vaticano, sua existência é muito mais antiga do que o estado, tendo início durante o cristianismo primitivo. É por essa organização que são estabelecidas relações com outros países, inclusive fazendo parte do conselho geral da ONU.

Além disso, até as cidadanias são diferentes dentro do mesmo território — dos cerca de 800 residentes do Vaticano, apenas 450 são cidadãos do país.

Vaticano

O que visitar no Vaticano

Estando no Vaticano, existem três principais pontos turísticos para serem visitados: a Praça de São Pedro, a Basílica de São Pedro e os Museus Vaticanos, onde está a famosa Capela Sistina. Não deixe nenhuma opção para trás, pois as três valem cada minuto do passeio! 

Adicionalmente, você ainda pode conhecer os jardins do Vaticano que, embora seja uma atividade menos famosa, rende um belíssimo passeio, assim como visitar a Cúpula da Basílica de São Pedro, um passeio que exige um pouco de esforço físico, mas é maravilhoso!

A Praça de São Pedro

Construída entre 1656 e 1667, a Praça de São Pedro ou Piazza di San Pietro, é possivelmente a imagem mais conhecida do Vaticano, e não é à toa! Seu projeto, feito por Bernini, é quase uma entrada aos portões do céu: rodeada por enormes colunas e 140 estátuas de santos e apóstolos, a praça é de uma grandeza arquitetônica que quase não parece caber dentro dos limites do Vaticano.

Ao centro da praça está um obelisco do Antigo Egito com mais de 40 metros levado à Roma em 37 a.C. pelo Imperador Calígula. Adicionados a ele, estão alguns pedaços da cruz original de Jesus Cristo.

Vaticano

Com uma capacidade de abrigar 300 mil pessoas, é também na Praça de São Pedro onde se reúnem os fiéis em celebrações católicas e missas através do balcão da Basílica de São Pedro, monumento que fica de frente para a entrada da praça.

É na Praça de São Pedro que uma multidão de reúne aos domingos, às 12h, quando o Papa surge na janela dos apartamentos do Vaticano para abençoar os fiéis.

A Basílica de São Pedro

Fundada em homenagem ao primeiro Papa do mundo, a Basílica de São Pedro é um dos lugares mais sagrados da religião católica. O edifício, com capacidade para 60 mil pessoas, é uma das mais icônicas construções do Renascimento e marca o local onde Pedro foi crucificado e onde hoje está seu túmulo.

O edifício onde são celebradas as missas no Vaticano é catalogado como Patrimônio Mundial da Humanidade e é a maior basílica do mundo. Apesar disso, não é apenas pelo seu tamanho que ganha a atenção dos turistas, mas pela beleza da edificação!

Vaticano

A Basílica de São Pedro foi meticulosamente decorada com um piso de mosaicos de mármores vermelho, branco, cinza e bege, com formas geométricas — que representam muitas das basílicas espalhadas pelo mundo. O piso contrasta com as colunas de mármore, as esculturas espalhadas por toda sua extensão, as pinturas de santos e… o ouro! O teto da basílica, com formas abobadadas, inscrições, relevos e pinturas, é quase todo coberto por ouro, que faz o espaço reluzir de uma forma espetacular!

O túmulo de São Pedro, que guarda os restos mortais do primeiro apóstolo de Jesus Cristo, foi erguido no local exato onde foram achados seus ossos. Construída como uma câmara abaixo do nível do chão, a urna é cercada por esculturas e escritas e fica abaixo do altar baldaquino, onde no dia 25 de dezembro é realizada a Missa do Galo.

Vaticano

Visita à cúpula da Basílica de São Pedro um passeio incrível!

A cúpula da Basílica de São Pedro, que pode ser admirada de diversos pontos de Roma, está aberta à visitação e recomendo muitíssimo o passeio! A subida é feita parte em elevador e parte através de escadas e oferece uma vista linda do Vaticano e de Roma.

Para pessoas com claustrofobia, não é uma atividade muito recomendada porque as escadas que se tem que subir são meio apertadas.

Vaticano

Como visitar a Basílica de São Pedro

A Basílica de São Pedro está aberta diariamente, mas seus horários de abertura podem variar dependendo da época do ano.

  • A entrada à Basílica de São Pedro é gratuita. 
  • Horário de funcionamento: 7h10 às 19h10. 
  • Como a Basílica de São Pedro é uma grande atração de Roma e do Vaticano, costuma ficar bastante cheia e em alguns horários com longas filas para visitá-la. Sugiro visitá-la logo ao abrir, quando consegui visitá-la sem nenhuma fila. Essa dica vale principalmente para o período mais quente do ano, em que o turismo é mais intenso. No inverno, a quantidade de turistas é menor.
  • Atente-se para o código de vestimenta dentro do Vaticano e sobretudo na Basílica. Não é permitido usar bonés, roupas acima do joelho, que mostrem o colo e blusas sem manga. 

Vaticano

Museus Vaticanos

Os Museus Vaticanos são um gigantesco conglomerado artístico iniciado no século XVI pelo Papa Julio II. Com arte egípcia, grega, romana, etrusca e galerias dedicadas à tapeçaria, mapas, cerâmica e tesouros religiosos, é possível conhecer algumas das maiores obras-primas da história!

Com mais de 6 milhões de visitantes por ano, os Museus Vaticanos são um dos principais pontos turísticos para quem vai a Roma, então prepare-se para enfrentar a multidão que caminha por seus salões — e não deixe de adquirir seus ingressos com antecedência para não pegar grandes filas! Reserve sua visita guiada pelos Museus Vaticano!

Vaticano

Dentre o valioso acervo do lugar, estão salas inteiras de obras de Rafael (Stanze di Raffaello), obras de Leonardo da Vinci, Giotto e Caravaggio, trabalhos de Van Gogh e Matisse (na ala dedicada à arte religiosa moderna), peças do Antigo Egito, de Roma e Grécia Antiga, mas o maior chamariz dentre tudo isso é a belíssima Capela Sistina.

A Capela Sistina, localizada no Palácio Apostólico (residência papal), é uma construção dedicada à Maria Assunta ao Céu e espaço onde os cardeais se reúnem para escolher um novo papa. Coberta por afrescos, a capela reúne obras de Michelangelo, Rafael, Botticelli e Perugino. Esse, certamente, será um dos pontos altos de sua visita à Roma. Difícil não se impressionar ou não se emocionar ao conhecer uma das obras mais importantes do mundo ao vivo! Atenção: as fotos dentro da Capela Sistina são proibidas!

Vaticano

Atente-se também para o código de vestimenta dentro do Museus do Vaticano! Não é permitido usar bonés, roupas acima do joelho, que mostrem o colo e blusas sem manga. 

Dicas para Visitar os Museus do Vaticano:

  • Os Museus do Vaticano são bem cheios e provavelmente o museu com maior público que você verá na vida. Compre seu ingresso com antecedência para não enfrentar longas filas para adquirir o ingresso. Do contrário, poderá ser uma jornada cansativa, esperar na fila do ingresso presencial, depois uma outra fila para passar pelo raio-x e, enfim, conhecer o museu.
  • Os Museus do Vaticano funcionam de segunda à sábado, entre 8h e 19h. Existem alguns dias de exceção que o museu funciona também aos domingos.
  • No último domingo de cada mês, o ingresso aos Museus do Vaticano é gratuito.

Jardins Vaticanos

Outra visita muito interessante para fazer no Vaticano são seus jardins: ocupando quase metade do território do país, a área forma uma bela paisagem de bosques e rodeia as outras atrações do Vaticano com um passeio por fontes, esculturas e pomares. É ótimo para descansar entre uma atração e outra e curtir um passeio ao ar livre em épocas de dia bonito. 

Vaticano

Guarda do Vaticano 

Em 1506, a fim de se proteger de possíveis ataques, o Papa Júlio II solicitou aos nobres suíços os melhores e mais corajosos soldados a serviço. Hoje, a guarda constitui as forças armadas do Vaticano e ainda é responsável pela proteção do Papa. Sob o característico uniforme amarelo, azul e vermelho, todos os soldados devem ser cidadãos suíços, solteiros e treinados nas forças armadas.

Vaticano

Como ver o Papa em Roma

Existem duas formas principais de ver o Papa no Vaticano:

  • Conseguir um ingresso para Audiência Papal, que acontece às quartas-feiras, às 9h. O ingresso para a audiência papal teoricamente é gratuito, mas conseguir não é uma tarefa simples, porque é necessário entrar em contato com o Vaticano com antecedência 2 ou 3 meses. Caso queira fazer a reserva de um lugar na Audiência Papal, envie um e-mail com o formulário preenchido que está nesta página aqui para o endereço: ordinanze@pontificalisdomus.va. O serviço também é oferecido por algumas agências reserve seu ingresso para a audiência papal + Museus Vaticanos.
  • Ver o papa na janela dos apartamentos papais aos domingos, 12h, o chamado Angelus. O papa costuma aparecer na janelinha de um dos edifícios do Vaticano e em frente à Praça de São Pedro para abençoar os fiéis.

No site oficial do Vaticano, você pode conferir todos os ingressos e tours por ele vendidos. O Vaticano possui vários edifícios em Roma e fora dos limites da cidade-estado, então alguns dos passeios são feitos em edifícios menos famosos, mas igualmente interessantes.

Faça um seguro viagem para não se preocupar com contratempos - últimos dias com até 70% OFF!

Fazer um seguro de viagem é muito importante para evitar contratempos durante as férias. Sempre que viajamos para o exterior fazemos o seguro, sendo ou não obrigatório no país de destino. Afinal, o seguro pode te amparar em casos de despesas médicas e hospitalares, mas também com problemas de extravio de bagagem, cancelamento e interrupção da viagem, entre outros perrengues que todos estão sujeitos a enfrentar.

Aproveite nessa semana incríveis 70% de desconto no seguro viagem Allianz Travel, válido para todos os destinos e planos internacionais, inclusive o anual multidestinos. É só acessar o site da promoção e fazer sua cotação que o cupom exclusivo MELHORESDESTINOS será aplicado automaticamente, reduzindo o valor da apólice. A oferta vale somente para compras realizadas até 22 de julho, em viagens planejadas até julho de 2025.

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em Roma

Vaticano

Via Germanico,40
Città metropolitana di Roma Capitale
00192
https://vaticanmuseumtickets.it/