Los Angeles

Como se locomover em Los Angeles

Los-angeles Los-angeles Los-angeles Los-angeles

A opinião é quase unânime: não dá para depender de transporte público em Los Angeles. Será mesmo? O Melhores Destinos aceitou o desafio, foi contra todas as previsões mais pessimistas e testou, na prática, o transporte coletivo. Podemos garantir uma coisa: é muito melhor do os amigos vão lhe contar (até porque, provavelmente, eles alugaram um carro).

Caótico, complicado e engarrafado! Esses são apenas alguns dos comentários usados frequentemente por quem tenta descrever o trânsito de LA, especialmente quem anda de carro. Não é para menos. Dirigir na cidade não é mesmo tarefa fácil. O GPS leva os motoristas para as freeways sempre paradas. A sensação é de estar em constante congestionamento. Haja paciência para tanto trânsito. Afinal, por que os turistas optam por dirigir em uma cidade tão maluca?

A fama do transporte público de Los Angeles é das piores dos EUA. Viajantes acostumados com o eficiente metrô de Nova York estranham o baixo número de linhas em LA, onde apenas seis estão em funcionamento, sendo uma delas a novíssima Expo Line, que leva até a Praia de Santa Monica. Porém os turistas esquecem que há mais de 200 linhas de ônibus que cobrem quase 100% das vias da cidade. Para piorar, os próprios moradores são adeptos do automóvel e rejeitam o transporte coletivo - o que torna o trânsito um problema. É o típico caso em que as pessoas falam mal de um serviço que sequer experimentaram.

A distância entre os pontos turísticos é realmente de assustar. A cidade é enorme, mal distribuída e é impossível fazer tudo a pé. Apesar de ter uma lógica quadricular (o mapa parece um grande tabuleiro de xadrez), na prática não é tão simples. O número de streets, avenues, boulevards e freeways é de enlouquecer qualquer motorista experiente. Por mais que você estude o mapa antes de viajar para LA (o que é altamente recomendável), será complicado decorar os trajetos e as principais vias. Agarre-se, portanto, ao GPS. Ele será fundamental, tanto para quem viaja de carro quanto quem busca o transporte público.

Los-angeles

De carro

A opção de locomoção mais comum entre os brasileiros que visitam Los Angeles é o automóvel. O aluguel é barato e um modelo popular pode sair por pouco mais de US$ 100. Com um GPS será fácil encontrar todos os pontos turísticos, mesmo os mais afastados, como a Disneyland e os outlets. É preciso, no entanto, estar preparado para encarar um trânsito digno de cidade grande.

Os engarrafamentos são constantes, especialmente nas freeways. Elas podem ser a opção mais prática, porém nem sempre são mais rápidas. O fluxo de automóveis é constantemente pesado, o que ajuda a manter a má fama de LA. No entanto, a principal desvantagem para quem circula pelas freeways é não conhecer Los Angeles. Sim! Elas não passam por dentro da cidade. A impressão que fica é de que tudo está muito longe. Muitas vezes vale mais a pena encarar os semáforos e os cruzamentos das boulevards, mas ver de perto a vida dos moradores locais. Só assim será possível conhecer realmente a Cidade dos Anjos.

Estacionar nem sempre é tarefa fácil. Fique atento às áreas permitidas e aos preços dos estacionamentos particulares. Na hora de escolher um hotel, verifique se há vaga disponível para o carro.

Metrô – Metro rail

O injustiçado sistema de transporte público local é bem melhor do que parece. As poucas linhas de metrô - apenas seis estão em funcionamento - levam a alguns dos mais importantes pontos turísticos da cidade. Calçada da Fama, Hollywood, Universal Studios, Civic Center, Downtown e Griffith Park (com um shuttle gratuito de ligação) podem ser acessíveis facilmente com o metrô. Mais recentemente o Metro de Los Angeles ganhou uma nova linha importantíssima para o turismo. A Expo Line leva ate a Praia de Santa Monica e ajuda um bocado os turistas que não pretendem alugar carros. 

Apesar de não ter uma extensa rota, o metrô é muito bem sinalizado, organizado e limpo. As linhas são divididas por cores e o horário de funcionamento é das 5h à 0h, todos os dias da semana. Há várias promessas de expansão do sistema metroviário; enquanto isso não acontece, aproveite para usar o que for possível, já que é a maneira mais rápida de se locomover por LA.

Acesse o site do metrô para maiores informações e detalhes sobre as linhas.

Los-angeles Los-angeles Los-angeles Los-angeles

Ônibus – Metro bus

Os ônibus, também chamados de metrô, oferecem linhas quase ilimitadas pela cidade. Com um GPS na mão (vale o Google Maps do celular), você chegará a qualquer lugar na cidade. Ele indicará exatamente qual linha pegar, onde descer e quanto tempo você levará até o destino final.

As estações são muito bem sinalizadas. Todas as paradas têm placas com os números dos ônibus que passam por lá. Dentro dos veículos, panfletos informam as estações e as principais ligações com aquele ônibus. É extremamente bem organizado e sinalizado. Ele não é mais rápido que o carro, porém permite ao turista ver a cidade com mais intimidade.

A principal dificuldade para quem anda no transporte coletivo é descobrir qual ônibus pegar. Se você não tiver um GPS, será bem complicado. Os hotéis e os serviços de atendimento ao viajante costumam oferecer panfletos com as linhas para os principais pontos turísticos. Parece bobagem, mas será de grande ajuda!

O valor da passagem é um dos mais baratos entre as grandes cidades dos EUA: um passe individual custa US$ 1.50; por três dias, US$ 7; e para uma semana custa apenas US$ 20. Você poderá adquirir o cartão – chamado de TAP – em qualquer máquina nas estações do metrô. Ele dá acesso tanto ao metro rail quanto ao metro bus. Linhas especiais, como o Big Blue Bus (ônibus especial que serve a região de Santa Monica e Venice) e o Metrolink, devem ser pagas à parte. É possível pagar a passagem diretamente ao motorista do ônibus, porém não há troco (ou seja, é preciso ter o valor exato da passagem).

A principal desvantagem do transporte público de Los Angeles é o horário de funcionamento. Muitas linhas reduzem o número de ônibus disponíveis quando anoitece. O tempo entre cada viagem pode ser de até uma hora. Consulte sempre a escala de cada ônibus para não passar aperto.

Apesar de parecerem velhos, os ônibus de LA são bem conservados e seguros. É comum subirem nos veículos algumas pessoas que falam sozinhas, que não farão nada além de falar. Os cuidados devem ser os mesmos que você teria em qualquer cidade grande.

Acesse o site do metrô para maiores informações e detalhes sobre as linhas.

Táxi

Se há um exercício de paciência amplamente praticado em Los Angeles é a espera por um táxi. Eles são praticamente inexistentes na rua. É preciso chamar o serviço por telefone ou aplicativos de celular. A corrida não é das mais baratas, já que as distâncias em LA são sempre muito grandes. É mais indicado para andar durante a noite, especialmente para voltar da balada. Na porta de bares e casas noturnas eles existem com fartura. 

Tudo que você precisa saber sobre Los Angeles!

Esse texto sobre Como se locomover em Los Angeles faz parte do guia de Los Angeles no Melhores Destinos

Comentários para Como se locomover em Los Angeles

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.