Melhores Destinos
Israel
Monique Renne Repórter fotográfica. Com um mundo inteiro a ser descoberto.

Compras em Israel

O turismo em Israel não está diretamente ligado às compras. Porém é difícil resistir a algumas aquisições, especialmente quando as diferenças culturais entre o Brasil e aquele país são tão grandes. Souvenirs religiosos (por lá vende-se até água do Rio do Jordão engarrafada), lembrancinhas e artesanatos estão entre os produtos mais procurados pelos viajantes. Todavia, é possível ir além das mercadorias mais comuns em feiras e lojinhas nos pontos turísticos.

Israel oferece alguns produtos locais que dificilmente serão encontrados no Brasil. Um dos mais famosos é a linha de cosméticos à base dos minerais presentes no Mar Morto. A água, com propriedades medicinais cicatrizantes, é componente de produtos de beleza de ponta. Também muito popular em Israel é a linha de cométicos para o cabelo e a pele à base do óleo de argan. Apesar da origem marroquina, é em Israel que muitos produtos são fabricados, inclusive os da famosa marca Moroccanoil, encontrados a preços mais baixos que nos EUA.

Entre as iguarias gastronômicas que merecem ir na mala, além da infinidade de temperos, estão os azeites e os vinhos. Os dois são encontrados em fartura e em altíssima qualidade graças ao clima seco. Para os amantes de joias, Israel se mostra como um paraíso, especialmente para quem procura peças desenhadas com diamantes ou com a incrível mistura de verde e azul da pedra de Eilat. 

Israel

A melhor maneira de ver os produtos tradicionais locais e ainda garantir uma boa pechincha é visitar um dos muitos mercados de rua. As barraquinhas se dividem entre produtos tipicamente chineses (desses encontrados em todos os países apenas com o nome da cidade diferente) até artigos religiosos, especialmente cristãos e judaicos. Entre as feiras e mercados mais famosos estão o Carmel (mix de gastronômico, roupas e souvenirs) e Shuk HaNamal (mercado gourmet no antigo porto), os dois em Tel Aviv; o Shuk HaPishpushim (mercado de pulga) em Jaffa; Mahane Yuda (produtos gastronômicos) e o Arab Souk  (mercado da Cidade Velha que vende de tudo), os dois em Jerusalém. Se vir um mercadinho na próxima rua, não deixe de entrar. Eles guardam as melhores surpresas!

Para os que buscam comprar roupas e eletrônicos, o país oferece muitos grandes shoppings no mesmo molde dos brasileiros. Os preços dos eletrônicos são mais baratos do que no Brasil, porém mais caros do que nos Estados Unidos. O mesmo acontece com produtos de vestuário. As opções de lojas são bem familiares, já que a maioria é conhecida internacionalmente. Ainda assim Israel surpreende com marcas locais e produtos de design encantadores e exclusivos. Entre as boas opções de shoppings em Tel Aviv estão o Azrieli, shopping mais refinado, com mais de 200 lojas e muitas opções de cafés e restaurantes; e Dizengoff Center, primeiro mall de Israel, com mais de 400 lojas e enorme variedade de marcas. Em Jerusalém, o destaque é para o moderno Mamila. O shopping funciona em um belíssimo espaço a céu aberto. 


Além dos grandes shoppings, outros pontos concentram opções interessantes de lojas, aliadas a bons restaurante e um maravilhoso visual. No antigo porto de Tel Aviv, onde hoje funciona uma grande área de lazer, você encontrará várias lojinhas e restaurantes à beira do Mediterrâneo. A cidade histórica de Jaff oferece galerias de arte e lojas de design que funcionam em meio a antigas construções e atraem muitos visitantes descolados. O mix de história e compras também pode ser encontrado na antiga estação de trem HaTachana e em Sarona, antiga vila de templários, as duas em Tel Aviv. 

Vale lembrar que em Israel a maior parte das lojas e shoppings fecha durante o Shabat (de sexta, a partir de 14h até o anoitecer de sábado). Permanecem abertos apenas os estabelecimentos árabes. O horário normal do funcionamento é de 9h às 19h. 

Israel-jerusalem

O IVA (Imposto sobre Valor Agregado) em Israel é de 17%. Compras acima de US$ 50, feitas em moeda estrangeira e em lojas cadastradas pelo Ministério do Turismo, dão ao turista o direito de 5% de desconto + o reembolso do IVA no aeroporto de Ben Gurion. O processo é simples, porém, para conseguir a restituição do imposto, é preciso chegar com bastante antecedência no aeroporto. Para receber a restituição será preciso apresentar a mercadoria embalada em plástico transparente e a nota fiscal de compra no balcão de atendimento (buscar no aeroporto informação sobre sua localização exata). O valor, caso seja aprovado, será restituído na hora e em dólar.