Siem Reap

Dicas de Siem Reap

Visto

Turistas brasileiros necessitam de visto de entrada no Camboja. O e-visa pode ser adquirido com segurança neste site do Ministério de Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional do Camboja. É só clicar no link, preencher o formulário, efetuar o pagamento com cartão de crédito (25 USD) e aguardar o visto, que será enviado por e-mail.

O documento deverá ser impresso e apresentado às autoridades na chegada ao país. Atenção: para a entrada no Camboja você vai precisar de um passaporte com, no mínimo, seis meses de validade.

Dinheiro/Quanto levar

A moeda local é o Riel, mas o Dólar Americano é bem aceito pela grande maioria dos estabelecimentos e prestadores de serviço de Siem Reap. A nossa dica, no entanto, é que você sempre tenha alguma moeda local na carteira, para não ser pego de surpresa. 

O custo de uma viagem a Siem Reap vai depender muito do viajante, pois o destino costuma se encaixar em todos os tipos de orçamento, desde os mais apertados (20 USD / 30 USD por dia), passando pelos medianos (45 USD / 50 USD por dia) e chegando aos mais folgados (a partir de 80 USD).  

Caixas eletrônicos e casas de câmbio estão espalhados pela cidade; além disso, alguns hotéis e restaurantes costumam trocar pequenas quantias de dinheiro. Este texto publicado pelo MD pode ajudá-lo a fugir do IOF e escolher a melhor forma de levar dinheiro para o exterior. 

Segurança

Siem Reap, no geral, é uma cidade segura. O visitante só precisa ficar atento para alguns golpes como o do "leite do bebê", muito comum nas áreas próximas à Pub Street. São mulheres com crianças "de colo", que abordam o turista nas ruas, alegando que a criança está com fome e pedindo dinheiro para a compra de uma lata de leite em pó. Para que não fique nenhuma dúvida, essas mulheres conduzem o turista até a loja mais próxima, onde o produto é vendido a preços exorbitantes.

Depois que a compra é efetuada e o turista sai da loja, no entanto, a golpista revende o produto para a mesma loja e o dinheiro é repartido por ambos. Fique muito atento!

Minas e bombas

A página virtual do Portal Consular do Ministério das Relações Exteriores faz um alerta aos brasileiros que estão viajando para o Camboja, especialmente àqueles que visitarão as províncias de Siem Reap, Battambang, Banteay Meanchey, Kampong Thom e Pursat.

Segundo o órgão, "no campo e em regiões de florestas, existe o perigo de minas e bombas que não explodiram"; portanto, "turistas não devem caminhar em áreas de florestas nem em campos de arroz sem a companhia de guias locais."

Tudo que você precisa saber sobre Siem Reap!

Esse texto sobre Dicas de Siem Reap faz parte do guia de Siem Reap no Melhores Destinos

Comentários para Dicas de Siem Reap

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.