Melhores Destinos
Siena
Luiza Machado

Duomo di Siena

O Duomo di Siena é um dos mais ilustres exemplos de catedral em estilo Romanesco-Gótico em toda a Itália. Segundo a lenda, o atual templo religioso ocupou o espaço onde antes havia uma igreja dedicada à Virgem Maria, que, por sua vez, foi construída no local onde havia um templo dedicado à Minerva. Documentos mais precisos, no entanto, relatam apenas que a atual catedral foi consagrada em 1179, com a presença do Papa Alessandro III Bandinelli, de Siena, e do Sacro Imperador Romano Frederico I, conhecido como Barbarossa.

O interior da catedral chama a atenção: toda listrada de mármore preto e branco, com um altar belíssimo e esculturas de Michelangelo, Donatello e Nicola Pisano. O grande destaque, no entanto, é o chão: esculpido por renomados artistas seneses (exceto Bernardino di Betto, que era da Umbria), o pavimento começou a ser esculpido no século XIV e só foi finalizado no século XVIII. São 55 painéis esculpidos em mármore, com uma técnica de grafite que dá uma perfeição incrível aos desenhos. Durante parte do ano, o chão fica forrado, mas, se você der sorte, poderá contemplar essa maravilha. Nas palavras do ilustre Giorgio Vasari, responsável por diversas obras em Florença, o chão da catedral de Siena é "o mais bonito e magnífico que já foi feito". Se ele falou, quem vai discordar, não é?

Ingressos para a Catedral e Biblioteca Piccolomini custam de 2 euros a 7 euros, dependendo da época do ano. O ingresso combinado incluindo Piccolomini, Duomo, Batistério, Criptas, Museo dell'Opera e Facciatone custa entre 8 e 12 euros, dependendo da época do ano. Pelo site ou pelo telefone, é possível comprar o bilhete com antecedência.


Duomo di Siena

Piazza del Duomo

Siena
53100
http://www.operaduomo.siena.it