San Blas

Alimentação em San Blas

Quem deseja visitar San Blas precisará abrir mão de vários luxos, um deles está diretamente ligado às refeições. As ilhas não oferecem grandes recursos e nem estrutura que favoreça o preparo de comidas elaboradas ou extensos menus. Em San Blas não há lanchonetes, padarias, mercadinhos, frigobar, cozinha no quarto e muito menos restaurantes temáticos como em outros destinos do Caribe. O único quesito do qual San Blas se aproxima dos grandes resorts é também ser uma espécie de “all inclusive”. 

Quase todas (se não todas) as hospedagens no arquipélago panamenho oferecem pacote completo com café da manhã, almoço e jantar. Os passeios de um dia também têm o almoço incluído no preço. Esse é o padrão entre as ilhas na comarca Kuna Yala. Apesar de ser um território indígena, a alimentação servida aos turistas não é típica dos Kunas, muito pelo contrário. Os pratos são bem familiares ao paladar brasileiro e pouca coisa foge ao que estamos acostumados no dia a dia.

San-blas

A base da refeição servida aos turistas é arroz, carne e salada. O trio varia apenas no modo de preparo para cada ingrediente. O arroz pode ser puro, com lentilha, leite de coco ou legumes; a carne é peixe frito (a espécie varia de acordo com a pesca do dia), frango assado ou ao molho; já os legumes vêm cozidos ou crus. Tudo muito simples, porém saboroso. As porções nem sempre são generosas, no entanto os kunas não costumam negar um pedido para repetir o prato. A mais fraca das refeições costuma ser o café da manhã, onde prevalece o ovo acompanhado de pão de forma e bebidas como café solúvel e chá. Não espere muita variedade, mas tenha a certeza de que ninguém passa fome.

San-blas San-blas San-blas San-blas San-blas

Para os que desejarem ir um pouco além do pacote básico de hospedagem, vale experimentar algo mais local. Para isso basta ficar de olho nos barcos que chegam às ilhas. Eles sempre estão carregados com peixes, lagostas e centollas fresquinhas. Tudo pescado ali mesmo, em San Blas. Os pescadores param o barco na praia e oferecem aos visitantes a oportunidade de escolher o prato do dia. O valor varia de acordo com o tamanho e espécie escolhida e o preparo custa a partir de US$ 15. Basta combinar na cozinha o horário que a refeição será servida, o acompanhamento (não deixe de experimentar os deliciosos patacones) e pronto! Você irá se deliciar com a mais fresca refeição possível.

San-blas

No valor da diária não estão inclusas as bebidas, mas as ilhas oferecem para venda opções como refrigerantes, água, sucos e cervejas. É preciso lembrar que a energia elétrica nem sempre funciona em tempo integral, por isso há sempre o risco de que as bebidas estejam quentes. Para comprá-las nas ilhas tenha sempre moedas e notas de valor pequeno. Os kunas não costumam ter troco e até notas de US$ 5 podem ser negadas. O ideal é levar o máximo possível de notas de US$ 1. Outros produtos alimentícios, como salgadinhos e chocolates, também são vendidos no local. 

As refeições nas ilhas são servidas bem cedo e com hora marcada. O café da manhã começa normalmente às 7h, o almoço ao 12h e o jantar às 17h30. Caso vá realizar algum passeio, peça ao responsável pela comida que guarde o seu prato, assim você não correrá o risco de ficar com fome. Tudo na ilha é conversável, até mesmo questões de restrições alimentares. Caso seja alérgico a algum produto, deixe isso claro logo na sua chegada. 

San-blas San-blas San-blas San-blas San-blas

Aos viajantes mais dispostos, outra opção é levar um fogareiro e preparar a própria comida. Não há nenhum tipo de restrição nas ilhas que impeça os turistas que fazerem o jantar, se desejarem. Vale lembrar apenas que para chegar até a ilha é preciso pegar um barco, por isso evite carregar grandes volumes. 

Os kunas procuram fazer o máximo para agradar os turistas, porém é preciso que os turistas entendam que há várias restrições nas ilhas. Não espere nada elaborado e lembre-se que as diárias custam muito pouco e ainda assim oferecem três refeições. 

San-blas

Veja algumas dicas que podem melhorar a sua estada em San Blas: 

  • Leve sempre alimentos que possam suplementar as refeições, como: enlatados (atum, sardinha e sopas); cereais matinais; chocolates (nada que possa derreter facilmente); amêndoas e castanhas; frutas secas e frescas (banana e maça); salames; pães de forma; barras de cereais e bebidas em embalagem longa vida. É sempre melhor previnir do que de passar fome.
  • Lembre-se de que não há frigobar nas ilhas, por isso esqueça qualquer alimento que precise de refrigeração.
  • Caso vá passar apenas um ou dois dias, procure levar um cooler com gelo e as próprias bebidas. 
  • Sempre leve um galão de água, especialmente se for passar vários dias na ilha. Ele servirá não só para beber, como também para escovar os dentes. Bebidas de embalagens pequenas e que possam ser tomadas em apenas uma dose também são bem-vindas. Os supermercados panamenhos oferecem farta variedade desses produtos.
  • Se quiser “encomendar” uma refeição especial, como lagosta ou centolla, peça sempre na refeição anterior. Os kunas não preparam nada com pedidos de última hora.
  • Se estiver fazendo um passeio de um dia, encomende a sua refeição logo que chegar à ilha. As opções são limitadas e você poderá não conseguir escolher o que deseja.
  • Tenha sempre dólares em notas pequenas. Não é comum a circulação de notas grandes entre os kunas.
  • Leve alguns remédios para o estômago, eles serão úteis caso você não se adapte à comida.

Tudo que você precisa saber sobre San Blas!

Esse texto sobre Alimentação em San Blas faz parte do guia de San Blas no Melhores Destinos

Comentários para Alimentação em San Blas

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.