San Blas

Planejando a viagem para San Blas

Viajar para San Blas de maneira independente e sem contratar nenhum serviço é praticamente impossível. Você precisará de um motorista que te leve da Cidade do Panamá até o porto na Comarca Kuna Yala e um barqueiro que faça o trajeto do porto até a sua ilha. Na ilha também será necessário fazer reserva da hospedagem para assim não correr o risco de ter que dormir em uma barraca de camping ou mesmo sob as estrelas na areia da praia. 

Se San Blas fosse um destino comum do Caribe, nada disso seria um problema e certamente tudo poderia ser feito pela internet. Estamos falando, porém, de um território indígena ainda bem pouco explorado. Nem sempre o contato é fácil, e organizar a viagem pode ser uma tarefa bastante difícil. No entanto, isso não é motivo para desistir de San Blas. Tudo parece impossível ao primeiro olhar, mas basta estar familiarizado com o "funcionamento" do destino para ver que na prática é bem mais simples. 

O primeiro passo para entender San Blas é saber que tudo por lá só pode ser explorado pelos próprios índios Kunas. A única exceção é o transporte da Cidade do Panamá até o porto, realizado por motoristas da própria Cidade do Panamá (veja mais em Como Chegar). Todo barco ou hospedagem em San Blas é de propriedade indígena. Na prática, isso significa que qualquer empresa contratada estará apenas revendendo um serviço oferecido pelos Kunas, ou seja, se você contratar um pacote de hospedagem através de uma empresa ou diretamente com os Kunas, o serviço será o mesmo. A regra também vale para o transporte do porto até as ilhas, realizado em barcos. Exatamente por isso muitos sites que oferecem hospedagem e transporte dizem não se responsabilizar pelo serviço oferecido, pois eles são apenas intermediários entre o turista e os kunas.

A diferença mais evidente entre contratar uma empresa ou fazer o contato direto com os Kunas é em relação ao preço e à presença de guias. As empresas de turismo costumam oferecer um serviço que inclui a constante presença de um ou dois Kunas para auxiliar na viagem, especialmente no tour de um dia. Eles ajudam a localizar os barco na chegada ao porto, definem os roteiros de ilhas a serem visitadas e até mesmo a hospedagem. Veja mais detalhes sobre as diferentes maneiras de organizar uma viagem para San Blas.

Turismo independente

Para quem gosta de pesquisar a fundo um destino, escolher cada detalhe e ainda economizar alguns dólares, esta é a melhor opção para chegar a San Blas. Ser turista independente no arquipélago pode não ser fácil, mas certamente é a melhor maneira de entender como funcionam as coisas na comarca.

Para começar, você precisará focar em três pontos: um motorista da Cidade do Panamá até um dos portos em San Blas; um barqueiro para levar do Porto até a ilha escolhida; e uma hospedagem nessa ilha. São apenas três passos, mas que podem dar um bocado de trabalho, não vamos negar.

A primeira etapa talvez seja a mais complicada. Escolher uma ilha para se hospedar já não é tão simples (veja mais em onde Onde Ficar), imagine então fazer a reserva! Apesar do arquipélago ter mais de 360 ilhas, nem todas elas são habitadas ou oferecem cabanas para turistas. Na verdade, as opções para passar a noite são bem limitadas. Depois de escolher a sua ilha, é hora de fazer contato com ela. Todas as hospedagens são gerenciadas por Kunas, alguns deles já bem idosos. Quase nenhuma ilha oferece a possibilidade de fazer a reserva online. Falar ao telefone pode não ser fácil. Tenha paciência e não desista na primeira tentativa (até porque o sinal de telefonia por lá é bem ruim). A maioria deles fala bem espanhol e alguns até arranham um inglês básico. Eles farão um grande esforço para te entender e você precisará se esforçar para fazer o mesmo. 

A hospedagem nas ilhas é bastante disputada. Apesar disso, fazer a reserva com muita antecedência pode não ser uma boa ideia. Há uma grande chance de você simplesmente ser esquecido. Portanto, será necessário ligar para a ilha com uma ou duas semanas de antecedência para confirmar tudo. Se possível ligue também na véspera! Parece até piada, mas o risco é real. Muitas ilhas nem fazem reserva com muita antecedência. O fluxo de turistas é grande e muita gente desiste da viagem na última hora, troca de ilha e simplesmente dá o cano nos Kunas. 

Ao confirmar a hospedagem, é muito importante perguntar se a ilha oferece o trajeto de barco a partir do porto. Essa informação será útil para o motorista te deixar no local correto e também para evitar que você precise contratar um barqueiro por conta própria. Normalmente, o trajeto é disponibilizado pelas ilhas ao custo de US$ 20 ida e volta.

A segunda etapa envolve o transporte de carro da Cidade do Panamá até San Blas. Há dezenas de motoristas que oferecem o translado para a Comarca Kuna Yala. Com o telefone de apenas um deles você chegará a todos os outros. Apesar de independentes, eles se ajudam e até socorrem o colega concorrente no caso de carro cheio ou qualquer outra emergência. Os mesmos motoristas fazem o trajeto contratado diretamente e também para as empresas de turismo, muitas vezes juntos no mesmo carro.

Todos os motoristas falam espanhol, alguns inglês e até mesmo português. Eles estão acostumados a lidar com turistas estrangeiros e geralmente são bem pacientes. O contato é quase sempre por telefone, mas muitos usam o Whatsapp. Caso ele não responda imediatamente, tente mais tarde outro contato. Muitas vezes eles estão na estrada e o telefone não funciona. Ao fazer o contato com o motorista, o mais importante é definir o preço de ida e volta (o mesmo motorista irá te levar e buscar) e também a data e horário de retorno (que pode ser da manhã ou no final da tarde).

O horário de partida da Cidade do Panamá é o mesmo para todos os serviço e varia entre 5h e 6h da manhã. Dentro desse horário você deverá estar pronto para, a qualquer momento, ser pego pelo motorista. Combine antes a forma de pagamento (se tudo na ida ou metade do valor apenas no retorno) e não esqueça de perguntar em qual dos portos você será deixado (veja mais detalhes sobre o trajeto e os portos). O porto deverá ser o mesmo no qual você pegará o barco. 

Ah! Decore o nome do seu motorista, especialmente para localizá-lo na volta. Não se esqueça de combinar com ele qual o porto do seu retorno (o barqueiro irá te informar), para que ele possa te encontrar. Não necessariamente o motorista da ida será o mesmo da volta, mas ele terá sido enviado pelo seu contratado e certamente te achará. 

A última etapa é a contratação de um barqueiro. Caso o transporte seja oferecido pela sua ilha, não há com o que se preocupar. Será necessário apenas saber o porto onde o barco estará te esperando. Normalmente, os barcos das ilhas são identificados com os nomes delas. O horário de chegada dos turistas em San Blas é padrão e todos os barcos buscam os passageiros na mesma hora (entre 8h30 e 9h). 

Se a sua ilha não oferece um barco, você poderá pedir uma indicação de nome (ou ver na nossa lista de contatos) e combinar diretamente com ele o valor a ser pago (o custo médio é de US$ 10 a US$ 15 o trecho). Como identificar o seu barqueiro? Não conte com o telefone, dificilmente você conseguirá sinal de celular na região dos portos. No entanto, todos os Kunas se conhecem e qualquer um deles poderá ajudar a encontrar o seu barco (é importante combinar antes em qual porto ele estará). Não deixe de pedir o nome do barqueiro e também a identificação da embarcação. Caso o seu barqueiro desapareça (sim, isso pode acontecer) não será difícil conseguir uma “carona" em outro barco. Basta negociar diretamente com outro profissional ali mesmo no porto. 

O caminho de volta é bem parecido. A única diferença significativa é que você precisará combinar com o motorista se você voltará no turno na manhã ou da tarde. Isso dependerá do horário do seu barco, já que os motoristas são bem mais flexíveis e sempre oferecem o transporte nos dois horários. Caso se apaixone pelo arquipélago (o que é fácil de acontecer) e decida permanecer por mais tempo, basta entrar em contato com o motorista para trocar o seu dia de retorno. Eles estão acostumados a mudanças de última hora e isso não será um problema. 

Veja os contatos dos profissionais e empresas que atuam em San Blas

 

Agências de Turismo

Para os viajantes que não querem se preocupar com organização e gostam mesmo é de curtir tudo já prontinho, as agências de turismo são a melhor opção. Não será necessário entrar em contato diretamente com motoristas, barqueiros e ilhas. As agências farão tudo por você. A opção é interessante, especialmente se tratando de um destino tão difícil para organizar uma viagem por conta própria. No entanto, o serviço apresenta algumas desvantagens. A principal delas é o preço. Não há como escapar, você pagará mais para não ter a preocupação de decidir tudo. Vale lembrar que o produto oferecido pelas agências é o mesmo encontrado pelos turistas independentes, com o diferencial do acompanhamento de guias em alguns tours. 

As agências de turismo normalmente oferecem pacotes de passeio de um dia inteiro até três noites, porém é habitual que elas aceitem negociar programações exclusivas, como, por exemplo, permanecer na ilha mais dias do que o previsto. Por isso, ainda que existam programações pré-definidas, não deixe de pesquisar e decidir exatamente quantos dias você gostaria de ficar e, o mais importante, em qual ilha de San Blas prefere se hospedar.

Os tipos de roteiro oferecidos variam muito. O mais comum entre os viajantes é o passeio de apenas um dia. Apesar de parecer que todas as empresas oferecem o mesmo serviço, na prática elas se diferenciam muito. Para definir se o valor do tour está bom, pergunte se no preço final estão incluídas as taxas dos Kunas (US$ 20 para entrada na Comarca e mais US$ 3 em cada ilha visitada) e também o almoço, bebidas e equipamentos de snorkeling. O valor médio de um passeio de um dia é US$ 150, com todos os transportes, taxas e uma refeição inclusa. Com base nesse valor será mais fácil identificar um preço bom ou ruim. 

Vale questionar a empresa sobre quais e quantas ilhas serão visitadas. Na prática, quase nenhuma cumpre o que é dito no primeiro contato, muitas vezes há até mais ilhas visitadas que o previsto, o chato é quando são menos ilhas. O percurso acaba ficando por conta dos Kunas, que comandam o barco, o que torna tudo imprevisível. Entretanto, ainda que com certa imprevisibilidade, San Blas é linda e provavelmente fará você passar por cima dos contratempos. 

Apesar do passeio de um dia já ser um espetáculo, a graça do arquipélago é mesmo hospedar-se em uma das ilhas de San Blas. Neste quesito as agências podem ajudar muito, pois o contato direto com a maior parte das ilhas é bem complicado. Vale alertar para o fato de que nem todas as agências trabalham com várias opções de hospedagem. Ao contatar uma empresa, pergunte claramente com quais ilhas ela trabalha e se há a possibilidade de reservar uma cabana na ilha que você gostaria. Isso evita a compra de um pacote pronto no qual você talvez nem saiba em qual ilha irá pernoitar. Procure ter o máximo possível de informações sobre o serviço a ser contratado. 

Há pacotes que oferecem pernoite em diferentes ilhas durante o passeio, sempre acompanhado de guias. Outros apenas organizam o transporte e reservam a hospedagem, deixando o turista livre para os passeios que desejar enquanto estiver na ilha. A verdade é que tudo em San Blas é extremamente flexível e você poderá montar a própria programação com o auxílio da agência.

Ainda que seja mais fácil usar o serviço de uma empresa, nem sempre elas são facilmente acessíveis pela internet. É raro encontrar um serviço onde tudo pode ser feito online, sem burocracia. Prepare-se para várias trocas de email e depósitos antecipados. 

Veja mais detalhes sobre os serviço e uma seleção com empresas e agências que oferecem pacotes e reservas para San Blas

  • Isla Achudup - Cabañas Demar

    Nota: 0.5 de 10 (1)

    Afastada do burburinho das ilhas Perro e Aguja, a Isla Achudup (também chamada por eles de Perro 2) é uma das mais novas instalações de San Blas. Localizada próximo à Isla Estrella, essa ilha oferece excelente espaço, bela praia e muitos coqueiros para tornar o ambiente ainda mais belo.

    As cabanas – de duas a onze...

  • Cabanas-senidup-tubisenika

    Cabañas Senidup (Tubisenika)

    Nota:  de 10 (0)

    A pequenina Isla Tubisenika está entre as preferidas dos viajantes em San Blas. Afastada da movimentação das ilhas Perro e Aguja, a Tubisenika conquista o coração dos turistas que desejam um verdadeiro paraíso para passar alguns dias. A praia é lindíssima e a piscina que se forma em frente à ilha é um...

  • Cayos-holandeses

    Cayos Holandeses

    Nota:  de 10 (0)

    Pergunte a qualquer Kuna quais as ilhas mais bonitas de San Blas. A chance de você ouvir o nome Cayos Holandeses será enorme. O conjunto de ilhas inabitadas é quase unanimidade entre os índios. Afastadas da mais popular região de San Blas, elas se mantêm como o ápice do paraíso. Parece impossível que alguma ilha...

  • Coco-blanco-ogobsibudup

    Coco Blanco (Ogobsibudup)

    Nota:  de 10 (0)

    A pequena Isla Coco Blanco (Isla Ogobsibu) é um dos melhores lugares para aliar boa estada e linda praia. Com apenas oito cabanas de palha - todas com banheiro privativo, água doce e luz elétrica (graças a painéis de energia solar) - a Coco Blanco é excelente para quem quer curtir a cultura Kuna sem abrir mão de um pouquinho...

  • El Porvenir

    Nota:  de 10 (0)

    Capital da Comarca Kuna Yala, a ilha de El Porvenir é também sede de um dos pequenos aeroportos do arquipélago. Localizada na região noroeste do arquipélago, a ilha está próxima a atrações mais conhecidas como Isla Perro e Chichime. Apesar de fazer parte de San Blas, El Porvenir não oferece tão...

  • Guanidup (Kuanidup)

    Nota:  de 10 (0)

    A bela ilha de Kuanidup oferece um lindo visual, praia calma, boa faixa de areia além de um balanço e doze cabanas de frente para o mar. O lugar é organizado e limpo, porém rústico. A hospedagem é em cabanas de palha com bambu e dentro há apenas as camas (duas de solteiro ou uma de casal) e uma mesinha de apoio. Os banheiros...

  • Isla-aguja-icodub

    Isla Aguja (Icodub)

    Nota:  de 10 (0)

    Uma das mais populares ilhas de San Blas, a Isla Aguja está entre as preferidas dos turistas, especialmente panamenhos, para passar o dia. A proximidade com o continente facilita o passeio e a torna extremamente atraente para quem não quer trabalho e longos deslocamentos de barco. A Isla Aguja, ou Icodub, está a apenas 10 minutos do porto de...

  • Isla-chichime-weindup

    Isla Chichime (Weindup)

    Nota:  de 10 (0)

    A fama é de mais belo e colorido mar de San Blas. Difícil até contar quantos tons de azul e verde têm as águas que banham a Isla Chichime. O cenário parece ter ganhado finas e delicadas pinceladas de tinta, de tão inacreditável a passagem entre as cores. O encantamento não para por aí. Chichime é...

  • Isla-de-las-estrellas

    Isla de las Estrellas

    Nota:  de 10 (0)

    Uma das mais remotas ilhas com hospedagem em San Blas atrai turistas pra lá de aventureiros. A Isla de Las Estrellas, localizada a uma hora do Porto de Cartí, é uma das opções mais rústicas para quem deseja conhecer San Blas. Com tamanho bem maior que as ilhas mais conhecidas, a Isla Estrella nada mais oferece que uma pequena cabana...

  • Isla-fragata-banedub

    Isla Fragata (Banedub)

    Nota:  de 10 (0)

    As duas pequenas ilhas encantam os visitantes. Quem chega à Isla Fragata - ou Banedub, na língua Kuna - poderá passar de uma porção de areia para a outra caminhando pelo mar. O visual é bastante raro em San Blas e o passeio é irresistível. A ilha é rota de barcos e veleiros, que aproveitam o visual para um...

  • Isla-franklin-tubisenika

    Isla Franklin (Tubisenika)

    Nota:  de 10 (0)

    A pequenina Isla Tubisenika está entre as preferidas dos viajantes em San Blas. Afastada do burburinho das ilhas Perro e Aguja, a Tubisenika conquista o coração dos turistas que desejam um verdadeiro paraíso para passar alguns dias. A praia é lindíssima e a piscina que se forma em frente à ilha é um convite a passar o...

  • Isla-iguana-aridup

    Isla Iguana (Aridup)

    Nota:  de 10 (0)

    Com espírito empreendedor, a Isla Iguana está reformando todas as cabanas de palha e construindo lindos bangalôs de madeira. Saindo à frente de várias outras ilhas, os Kunas da Iguana começaram a pensar no conforto dos hóspedes, e isso sem perder a identidade e rusticidade de San Blas. A ilha é pequena, mas bem...

  • Isla-robinson-narasgandup

    Isla Narasgandup - Robinson, Ina e Narasgandup

    Nota:  de 10 (0)

    Uma das maiores ilhas com hospedagem em San Blas, a Narasgandup oferece três opções diferentes para os viajantes: Cabañas Robinson; Cabañas Ina; e Cabañas Narasgandup. Junto à famosa vizinha Isla Tubisenika – onde estão a Franklins e as Cabañas Senidup – formam um dos maiores complexos hospedeiros de...

  • Isla-pelicano

    Isla Pelicano

    Nota:  de 10 (0)

    Este pequeno paraíso atrai os olhares dos turistas que passam de barco. A minúscula porção de areia, com alguns poucos coqueiros e uma cabana, é um cenário de sonhos. Exatamente por isso o local é ponto de parada de muitos barcos. A água é calma, colorida e a faixa areia livre para um banho de sol é bem...

  • Isla-perro-perro-chico-ou-achudub

    Isla Perro (Perro Chico ou Achudub)

    Nota:  de 10 (0)

    A mais famosa entre todas as ilhas de San Blas, a Perro não ganhou notoriedade à toa. A beleza da ilha é realmente deslumbrante, com o mar calmo e colorido, longa faixa de areia e, para completar, um barco afundado coberto de corais. É um verdadeiro paraíso em meio a tantas belas ilhas na Comarca Kuna Yala.

    A Isla Perro (ou Perro Chico,...

  • Isla-perro-grande-perro-ii

    Isla Perro Grande (Perro II)

    Nota:  de 10 (0)

    Menos famosa, mas não menos bonita que a vizinha Perro, esta ilha é ideal para quem procura um paraíso para passar o dia com tranquilidade. A Perro Grande – ou Perro II, como também é conhecida – tem área maior que a Perro, uma bela e longa praia, porém com uma enorme área de piscina e, para melhorar,...

  • Playa-de-las-estrellas-banco-de-areia

    Playa de las Estrellas - Banco de areia

    Nota:  de 10 (0)

    A visita é quase obrigatória para quem está em um tour por San Blas. Os barcos sempre dão um jeitinho de ir ao banco de areia, conhecido como Playa Estrella. Entre as paradisíacas ilhas do arquipélago, um pequeno monte de areia, sem nenhum coqueiro, atrai o olhar dos visitantes que atentamente buscam por estrelas do mar. Basta um...

Tudo que você precisa saber sobre San Blas!

Esse texto sobre Planejando a viagem para San Blas faz parte do guia de San Blas no Melhores Destinos

Comentários para Planejando a viagem para San Blas

  • X6j6r Marianne Rangel há mais de 2 anos

    Olá! No link para ver os contatos dos veleiros, ele está direcionando para uma página que não tem esses contatos. Onde posso achar os contatos dos veleiros? Obrigada

  • Qypcd Míriam Gabriela há 3 meses

    Olá boa tarde. Em qual site compro passagem de veleiro?

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.