Melhores Destinos
San Blas
Monique Renne Repórter fotográfica. Com um mundo inteiro a ser descoberto.

Dicas de San Blas

Geral

  • A língua oficial no Panamá é o espanhol, porém a língua oficial em San Blas é o Kuna. Normalmente, os índios falam espanhol e alguns falam um pouco de inglês.  
  • O padrão de voltagem no Panamá é 110V e a tomada é de dois pinos retos e paralelos. Caso o seu aparelho tenha tomada no padrão brasileiro, lembre-se de levar um adaptador. Cuidado na hora de ligar os eletrônicos na tomada, eles podem ter a voltagem diferente.
  • Nas ilhas de San Blas a energia elétrica é precária e nem sempre está disponível 24h. Leve baterias extras para a câmera e, caso seja importante, um carregador externo para o celular. As ilhas oferecem tomadas coletivas onde os aparelhos eletrônicos podem ser carregados.
  • O fuso horário no Panamá é duas horas a menos que o horário de Brasília (GMT-5).

Dinheiro

  • A moeda oficial no Panamá é o Balboa, mas na prática o que circula é o dólar americano. Leve para San Blas dinheiro suficiente para pagar hospedagem, transporte, passeios e itens que serão consumidos nas ilhas. Cartões de crédito não são aceitos e não há caixas eletrônicos nas ilhas.
  • As ilhas não costumam aceitar notas de grande valor, especialmente para pequenos pagamentos. Tenha muitas notas de 1 dólar para evitar problemas. Evite notas de 100, elas podem, simplesmente, serem recusadas para os pagamentos.

Documentação 

  • Brasileiros não precisam de visto para entrar no Panamá. No entanto, o passaporte deve ter validade mínima de seis meses para a entrada no país.
  • Para entrar na Comarca Kuna Yala é obrigatória a apresentação do passaporte. Não esqueça o documento ou você não entrará em San Blas.

Telefonia e internet

  • Fique atento ao uso do pacote de dados do Brasil no exterior, ele pode custar uma fortuna. Sendo assim, a melhor opção é desativar todas as funções de dados do seu telefone e usar apenas o wi-fi ou chip do exterior. Caso pretenda usar muito a internet ou sistema GPS, é aconselhável adquirir um chip local. A telefonia no Panamá é extremamente barata, certamente sairá mais em conta do que usar os pacotes de dados brasileiros. No aeroporto de Tocumen é possível comprar chip em máquinas.
  • Não há wi-fi nas ilhas de San Blas e o sinal de 3G e 4G praticamente não funcionam. Entretanto, há sinal de telefonia e é possível falar ao telefone.

Transporte

  • Contrate um motorista de confiança e guarde todos os números de telefone de contato.
  • Os endereços no Panamá são muito confusos. Ao dar o endereço de onde você estará, envie o máximo possível de detalhes ao motorista.
  • Pergunte sempre em qual porto o carro vai chegar e de onde irá partir o barco.
  • Tenha em mãos um remédio para enjoo. A estrada é realmente muito sinuosa e pode causar mal estar. 
  • Não esqueça o passaporte. Ele é obrigatório a todos os visitantes estrangeiros. 
  • Tenha dinheiro trocado para pagar as taxas.
  • Coletes salva-vidas são obrigatórios em todos os barcos para que todos os passageiros saiam em segurança. 
  • Caso tenha objetos que não possam molhar, leve um protetor impermeável para a bolsa. Se o mar estiver picado, há grandes chances de você chegar molhado ao seu destino. 

Saúde

  • Nunca viaje para o exterior sem um plano de saúde internacional. Infelizmente, nem tudo em uma viagem é possível de ser previsto. 
  • Em San Blas não há farmácias. Caso faça uso de qualquer remédio contínuo, leve na bagagem. Leve também outros medicamentos que possam ser necessários nos dias de estada.  
  • Apesar de quase não haver mosquitos nas ilhas, eles existem em enorme quantidade na área dos portos. Lembre-se de levar um repelente. A vacina da febre amarela é altamente recomendável para quem visitará a região.
  • Só consuma água mineral em San Blas. Não há sistema de tratamento de água nas ilhas.   
  • Não esqueça de jeito nenhum o protetor solar. Você passará boa parte do tempo debaixo de sol, no máximo protegido por coqueiros.

Vestuário

  • Quase nada será necessário para os dias em San Blas, no entanto, leve roupa suficiente para não precisar lavar, pois na ilha não há água doce (apenas salobra).
  • Trajes de banho serão os itens mais usados, mas não deixe de levar um casaco leve para a noite.
  • Cangas e toalhas são muito bem-vindas. Não há cadeiras de praia, no máximo você verá algumas redes.                                                                         

Para o dia a dia

  • Leve roupa de cama e banho ou um saco de dormir. Os lençóis não são muito limpos, o que pode incomodar. Previna-se de se chatear com isso;
  • Não esqueça a toalha, ela não é oferecida na ilha;
  • Tenha um cadeado que possa ser usado para amarrar a sua mochila na barraca, assim como para trancá-la. Não é comum casos de furtos das cabanas, mas não custa ser prevenido;
  • Mantenha seus documentos dentro de bolsas impermeáveis. Eles correm grandes riscos em ambiente de praia e você não terá onde guardá-los nas ilhas;
  • Leve lanterna ou outra fonte de luz. A eletricidade não funciona 24h e ela poderá ser necessária para circular pela ilha durante a noite (apesar da luz do luar ser bem intensa);
  • Tenha sempre um galão de água doce;
  • Leve rolos de papel higiênico em quantidade suficiente para os dias que ficará por lá. Apesar de serem disponibilizados nas ilhas, eles nem sempre estão secos e em boa condição de uso;
  • Lenços umedecidos de bebê são bem-vindos para complementar a higiene básica; 
  • Leve um chinelo que possa ser usado durante o banho, assim como uma sacola plástica que possa ser pendurada com as suas roupas, toalha e produtos (você não vai querer colocá-los no chão, acredite); 
  • Veja mais sobre a alimentação nas ilhas

Alimentação

  • Leve sempre alimentos que possam suplementar as refeições, como: enlatados (atum, sardinha e sopas); cereais matinais; chocolates (nada que possa derreter facilmente); amêndoas e castanhas; frutas secas e frescas (banana e maça); salames; pães de forma; barras de cereais e bebidas em embalagem longa vida. É sempre melhor previnir do que de passar fome.
  • Lembre-se de que não há frigobar nas ilhas, por isso esqueça qualquer alimento que precise de refrigeração.
  • Caso vá passar apenas um ou dois dias, procure levar um cooler com gelo e as próprias bebidas. 
  • Sempre leve um galão de água, especialmente se for passar vários dias na ilha. Ele servirá não só para beber, como também para escovar os dentes. Bebidas de embalagens pequenas e que possam ser tomadas em apenas uma dose também são aconselháveis. Os supermercados panamenhos oferecem farta variedade desses produtos.
  • Se quiser “encomendar” uma refeição especial, como lagosta ou centolla, peça sempre na refeição anterior. Os kunas não preparam nada com pedidos de última hora.
  • Se estiver fazendo um passeio de um dia, encomende a sua refeição logo que chegar à ilha. As opções são limitadas e você poderá não conseguir escolher o que deseja.
  • Tenha sempre dólares em notas pequenas. Não é comum a circulação de notas grandes entre os kunas.
  • Leve alguns remédios para o estômago, eles serão úteis caso você não se adapte à comida.

Faça um seguro viagem para não se preocupar com contratempos

Fazer o seguro viagem é uma boa ideia para viajar com segurança. Sempre que viajamos para fora do Brasil, procuramos fazê-lo, mesmo que o país não exija o seguro, porque caso haja uma emergência médica ou seja necessário assistência durante a viagem, o seguro pode te amparar e cobrir gastos em várias situações, como despesas médicas e hospitalares, extravio de bagagem, cancelamento e interrupção da viagem, por exemplo Faça a cotação do seu seguro-viagem com desconto usando o código MELHORESDESTINOS

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em San Blas