Comida no Irã

Toda refeição no Irã é um banquete! Os iranianos não poupam esforços ao montar uma mesa farta, seja em casa ou nos restaurantes, com porções generosas de arroz e legumes — sempre acompanhadas de pão. Carne bovina, de frango ou cordeiro estão sempre presentes e vegetarianos terão dificuldades caso queiram manter a dieta.

Dentre os principais temperos da culinária persa, destaca-se o açafrão. O valioso condimento é usado nas principais refeições do dia, por cima do arroz, nos chás e até mesmo nas sobremesas, como sabor de sorvete!

Um dos pratos mais tradicionais da culinária persa é o chelo kabab (چلو کباب), com apresentação em forma de carne espetada acompanhada de arroz aromático, tomates grelhados e batata frita. Variações desse prato são bem comuns, especialmente com carnes de cordeiro. Nas casas e em alguns restaurantes, a comida costuma ser servida no chão, sobre um tapete ou plástico descartável.

Ira

É interessante notar o carinho e cuidado que os iranianos têm com o arroz. A forma de cozimento é bem peculiar, deixando a parte do fundo da panela propositalmente tostada e mais crocante. Essa é considerada "a melhor parte" do arroz. Caso seja servido com ela, agradeça! É um sinal de consideração dos seus anfitriões.

dizí (دیزی, também chamado de abgusht em algumas regiões) é igualmente imperdível: um cozido de carne de cordeiro com grão-de-bico, feijão branco, batata, tomate e diversos temperos. É normalmente servido em tigelas com um pilão feito para esmagar os vegetais, e faz mais sentido quando é compartilhado. 

Ira

Menos apetitoso, porém comum, é o kale pache (کله‌پاچه), uma iguaria persa que consiste em cabeça e patas de ovelha cozidas. É, no mínimo, esquisito. Evitaremos colocar fotos, mas você pode pesquisar por sua conta e risco. Bom apetite.

Picles são uma mania nacional. Presentes em grandes seções nos mercados, bazares e ao lado dos pratos, é difícil fugir ao sabor forte e azedo dos vegetais conservados em vinagre, especialmente pepino, cebolinha, cenoura e couve-flor.

Ira

Em geral, todas as refeições são servidas com pão achatado como acompanhamento, um pilar da gastronomia iraniana. A versão chamada lavāsh (لواش) é a mais comum e versátil: fino como um guardanapo, pode ser usado para basicamente tudo, desde enrolar a carne e o arroz até passar queijos e geleias no café da manhã. Apenas evite pegar a comida com a mão esquerda, não é algo muito bem-visto na cultura muçulmana. Também não é de bom tom recusar comida quando lhe é oferecida, mesmo que você não queira.

Se a cozinha do Irã não agradar, há boas opções de restaurantes italianos e japoneses nas principais cidades. Embora as principais redes de fast food não estejam presentes no Irã devido às sanções internacionais, há diversas imitações disponíveis. Comer uma boa pizza ou encontrar o hambúrguer perfeito são tarefas que não requerem muito esforço.

Ira

Há uma verdadeira "cultura de doces" no Irã. Assim como na Turquia, o país também tem sua versão da bakhlava, levemente mais consistente do que a original. Os sabores são infinitos. Já o faloodeh (فالوده) é uma das sobremesas mais famosas e certamente algum iraniano tentará te convencer a provar. Trata-se de um tipo sorvete em forma de calda refrescante, servido com macarrão de arroz e lascas de limão. É bem diferente para o paladar brasileiro, mas tente não demonstrar sua estranheza...

Outra bomba calórica e açucarada típica do Irã é o gaz (گز), com origem na cidade de Isfahan, feito sob medida para os apaixonados por pistache. Aliás, o fruto é abundante na região e faz parte de diversas receitas: bolos, biscoitos, pastas, sucos e até de leite! Você provavelmente vai querer levar algumas caixas para casa.

Ira

Sua visita ao Irã não estará completa se não provar os famosos chás. Se você não tem o hábito, prepare-se: chás são servidos no café da manhã e após todas as refeições. E também entre as refeições, ou quando você chega a algum lugar, ou quando sai... basicamente bebe-se chá o tempo todo no Irã. O modo tradicional de beber é colocar o cubo de açúcar entre os dentes antes de beber. Em geral, serve-se a bebida quente, embora algumas regiões do Curdistão Iraniano prefiram servir uma variação gelada, mais palatável e com uma espécie de "pirulito" de açúcar para mexer. 

Ira

Atente-se aos horários: iranianos começam o dia tarde, alguns restaurantes só abrem após o meio-dia. Não espere almoçar cedo. As jantas também seguem o padrão, geralmente realizadas após às 20h. 

Vale mencionar que o Irã é um país de maioria muçulmana, com interpretações bem restritas do Alcorão. Além da proibição de carne de porco e derivados, a importação e consumo de álcool é completamente banida. Saiba mais lendo a seção de Dicas e costumes do Irã.

Tudo que você precisa saber sobre Irã!

Esse texto sobre Comida no Irã faz parte do guia de Irã no Melhores Destinos

Comentários para Comida no Irã

  • Missing AMIR NASSIRI há 3 meses

    Olá, sou Amir, iraniano nato, naturalizado, e estou no Brasil há 20 anos. Trabalho como tradutor e intérprete e ministro aulas de farsi, tanto pelo calendário persa ou latim. Tenho vasto conhecimento da cultura persa e outras do Oriente Médio. Meu contato é: vivo: (11)97257-0798.

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.