Melhores Destinos
Diamantina
Monique Renne Repórter fotográfica. Com um mundo inteiro a ser descoberto.

Como se locomover em Diamantina

Diamantina não é uma cidade grande e boa parte das atrações turísticas poderá ser percorrida a pé no Centro Histórico. Na verdade, as pistas apertadas e a dificuldade para estacionar não ajudam os viajantes que desejam se locomover de carro por dentro da área histórica da cidade. É necessário prestar atenção aos locais com estacionamento permitido, às grandes e inclinadas ladeiras e também ao trânsito intenso, especialmente em datas festivas. Por isso, se for de carro, deixe ele estacionado e circule entre as atrações do Centro Histórico a pé.

Diamantina

Ao mesmo tempo que o carro não é necessário dentro da cidade, ele será de grande valia para percorrer as atrações ao redor de Diamantina, como o Parque do Biribiri (onde há várias cachoeiras) e as cidades de Serro, Milho Verde e São Gonçalo do Rio das Pedras. Depender de transporte público para visitar a região no entorno de Diamantina certamente atrasará muito a viagem. Há apenas um ônibus por dia para a grande parte das localidades. Evite ficar preso e prefira ir a Diamantina de carro, assim você estará livre para ir onde desejar. E como essa região de Minas Gerais tem estradas lindíssimas, você vai querer parar várias vezes! Se a sua intenção é ir a Diamantina de ônibus e não alugar um carro, você poderá contratar os serviços de tour disponíveis para ir aos passeios ao redor de Diamantina. Vale também fechar preços fixos para trajetos de táxi. 

Mirante-de-diamantina

Por ser uma cidade histórica e manter as características de séculos atrás, Diamantina não é um destino de muita acessibilidade. As calçadas são sempre irregulares, as ruas têm calçamento de pedras, não há rampas e muitos casarões mantêm as características originais, o que dificulta o acesso de cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção. Se esse for o seu caso, prefira se locomover de carro até a porta dos locais a serem visitados.