Restaurantes em Diamantina

Viajar para uma cidade mineira é sempre esperar pelas mais saborosas refeições. Tutu com lombinho, frango com quiabo e feijão tropeiro são apenas algumas das delícias a serem experimentadas por quem chega em Diamantina. Com jeito de cidade do interior, Diamantina ainda não oferece um grande polo gastrônomico. Os cardápios costumam ser simples e há poucas opções para quem busca um menu mais elaborado e com receitas inventivas. Por isso, não espere pratos inovadores, sabores cosmopolitas ou ingredientes inusitados. Em Diamantina, a melhor pedida é mesmo se jogar nos mais simples e saborosos pratos mineiros.

Vila-do-biribiri

Para começar, dê uma voltinha pelo Mercado dos Tropeiros (Mercado Velho). Todos os sábados de manhã, acontece uma feira que vende doces, queijos, temperos e tudo mais que enriquece os sabores locais. À noite, as barracas da feira dão lugar a cozinheiras de mão cheia que preparam ali mesmo várias delícias típicas. Um maravilhoso jantar regado a fartura e tradição. 

Mercado-velho

Ao redor do Mercado dos Tropeiros, na região do Centro Histórico, está a maior concentração de restaurantes em Diamantina. Uma caminhada rápida entre as ruas apertadas com calçamento ajudará a encontrar bons restaurantes. O Catedral Pub (Rua Direita, 68), localizado de frente para a Catedral Metropolitana, oferece ampla carta de cervejas artesanais, receitas inusitadas de hambúrgueres (como a receita de hambúrguer de carne de sol feito na manteiga de garrafa, com queijo coalho e mix de pimentões flambados na cachaça em pão de mandioca), pratos de carnes e ainda uma carta de petiscos que mistura de tudo um pouco (de pastel de angu a salsichas alemãs). Sempre com excelente música, muitas vezes ao vivo. Pertinho do Catedral Pub, conheça também o Deguste (Beco do Mota, 31). O restaurante funciona em uma pequena casa do Centro Histórico e tem como especialidade saboroso crepes — salgados e doces — e massas variadas.

Diamantina

Ao lado do Mercado Municipal, procure o Relicário (Rua Joaquim Gomes da Costa, 59), com simpática decoração retrô, cervejas artesanais locais e, no cardápio, a deliciosa carne de lata, canjiquinha com costela, risoto de linguiça, bolinhos de feijoada, dadinhos de tapioca com goiabada e muitos outros pratos que oferecem releituras de sabores tradicionais. Na mesma região, o Apocalipse (Praça Barão Guaicui, 78) serve comida tipicamente mineira em sistema self-service. Boa pedida para um almoço reforçado e com muita variedade de pratos.

Diamantina

Quem prefere um clima mais rústico, com belas paisagens e clima de fazenda, não pode deixar de ir à Vila do Biribiri. O local, antes casa dos funcionários de uma fábrica de tecidos, hoje recebe visitantes para dias no campo, banho de cacheira e, claro, comidas típicas. Há duas opções de restaurantes no local: o Restaurante Raimundo sem Braço e o Restaurante do Adilson. Os dois servem comida mineira debaixo da sombra das árvores, mas o primeiro oferece apenas opções à la carte e o segundo funciona também como self-service. 

Vila-do-biribiri

Um alerta é importante para quem visita Diamantina. A cidade não funciona a todo o vapor nos dias de domingo. Na verdade, o fenômeno se estende às segundas e terças-feiras também. É comum que muitos restaurantes estejam fechados nos dias de menor movimento turístico. Também é recorrente que o restaurante aberto no almoço feche no jantar, assim como o do jantar fecha no almoço. Fique atento e, caso deseje ir a um restaurante específico, entre em contato previamente para ter certeza de que ele estará aberto.   

Diamantina

Tudo que você precisa saber sobre Diamantina!

Esse texto sobre Restaurantes em Diamantina faz parte do guia de Diamantina no Melhores Destinos

Comentários para Restaurantes em Diamantina

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.