João Pessoa

Pensar no Nordeste brasileiro é pensar em praias, coqueiros e clima quente o ano todo. Em João Pessoa, capital paraibana, o cenário não é diferente. A cidade ainda é um mistério para muitos brasileiros, que ouvem falar mais das capitais vizinhas quando o assunto é turismo, mas é exatamente a oportunidade de conhecer um local em processo de crescimento o que a torna interessante. 

Considerada a "bola da vez" no Nordeste brasileiro, Jampa - como é carinhosamente chamada por seus moradores - é uma capital que mistura tranquilidade à beleza. Quem viaja à cidade percebe seu ritmo desacelerado, que permite ter pequenos prazeres, como caminhar na areia e mergulhar no mar, sem grandes esforços. A orla da cidade, com edifícios baixos, muitos coqueiros e toda a proximidade com o mar que um visitante merece, é um convite para andar e sentir a brisa do mar. Isso tudo sem falar na culinária, que mistura peixes e frutos do mar aos sabores do sertão sem exagerar no preço - o paladar e o bolso agradecem. 

Entre as atrações de João Pessoa estão as praias de cor esverdeada, como Tambaú, Cabo Branco e Bessa, onde até ninhos de tartaruga se vê, e os passeios. Reservar um tempo para conhecer também as piscinas naturais de Picãozinho, na frente de Tambaú, e a Ilha de Areia Vermelha, um banco de areia que se forma na maré baixa, é imprescindível! Não deixe conhecê-los! No fim do dia, a tradição mais famosa da cidade é ir até a praia fluvial do Jacaré para admirar o Bolero de Ravel tocado no sax de Jurandy - a cerimônia é tão famosa que se tornou patrimônio cultural e imaterial da Paraíba. 

Aliadas às belezas naturais da costa paraibana estão as obras humanas, onde se destacam o Farol do Cabo Branco, que simboliza o ponto mais oriental das Américas, e a Estação Cabo Branco, projeto de Niemeyer que abriga movimentos educacionais e artísticos. Vale a pena visitar o centro histórico da cidade, com o conjunto de casarões coloridos da Praça Antenor Navarro, o Hotel Globo e o Centro Cultural São Francisco, onde impera o estilo barroco.

Jampa é uma cidade onde o turismo está se desenvolvendo rápido e que possui uma boa estrutura para seus visitantes. Gastronomia de qualidade, bom custo-benefício e oportunidade para comprar artesanato e belezas naturais são os pontos fortes da pequena capital. É lá onde o sol nasce primeiro, onde o forró fala mais alto e onde o turista encontra um pouco de sossego, mesmo estando em uma capital.