Melhores Destinos
Chicago
Monique Renne Repórter fotográfica. Com um mundo inteiro a ser descoberto.

Onde comer em Chicago

Chicago respira boa comida. A prova disso é que a cidade é sede de um dos maiores festivais gastronômicos do mundo. Todo ano, no mês de julho, o Taste of Chicago celebra os sabores e chefs locais. Comida simples, gostosa e gordurosa, para a felicidade dos apreciadores de verdadeiro sabor, típica culinária irresistível. Mesmo quem opta por uma alimentação mais saudável não irá resistir aos sabores da Wind City. A tradição culinária na cidade é agregadora. Por isso, sente-se em uma das mesas coletivas tão comuns por lá, puxe papo com o vizinho e aproveite a refeição. 

Como uma grande cidade cosmopolita, os pratos não se limitam aos sabores locais. Os amantes da boa mesa encontrarão em Chicago uma excelente oportunidade para experimentar a gastronomia mundial. Redutos étnicos estão bem representados e guarnecidos com bons restaurantes: Ásia, em Chinatown; Grécia, em Greektown; Itália, no Little Italy; e México, no Pilsen. Todos oferecem boa comida com verdadeiros sabores. Para quem quer ir além, a cidade tem diversas casas sob comando de grandes chefs renomados. Neles, o céu é o limite e os pratos, de tão refinados, podem até vir com instruções, como no afamado Alinea

Chicago é uma ótima oportunidade para ir do hot dog às trufas brancas. Prepare-se para uma maratona de sabores, a começar pelos mais típicos pratos locais. Impossível, e quase imperdoável, sair da cidade sem experimentar o Chicago Style Hot Dog. Não, ele não é como o clássico de Nova York ou qualquer outra cidade americana. O mais importante, a saber, é que o Chicago Dog é preparado com as linguiças locais, tamanho jumbo, feitas 100% de carne de vaca. O ingrediente principal vem acompanhado de mostarda amarela, cebola branca picada, relish de pepino, picles, tomate, pimenta e sal de aipo. Tudo junto dá um sabor único e intenso. Se a cota de tranqueiras ainda não tiver acabado, não deixe de comer um Italian Beef Sandwich. O pão é mergulhado na gordura do roast beef  que recheia fartamente o sanduíche com muitas fatias de carne. É para corações fortes!

Depois de experimentar o Chicago Dog, é hora de se jogar em uma Deep Dish Pizza. A iguaria tem nome de fast food, mas lembra mesmo uma deliciosa torta de forno. Os ingredientes são os mais variados, mas o que está presente em todas elas é o queijo puxa-puxa em porções estratosféricas, acompanhado de um suculento e temperado molho de tomate. O resto é por conta da sua criatividade e das opções do cardápio. E se quiser ir fundo na comida, escolha os restaurantes que oferecem a Stuffed Pizza, ainda mais robusta e grossa que a Deep Dish.

Bons restaurantes e fast foods estão espalhados por toda a cidade. Algumas regiões, no entanto, facilitam a vida do turista e oferecem muita variedade no mesmo lugar. Uma ótima opção para aproveitar a comida, e ao mesmo tempo curtir o visual, é a Riverwalk. A pista segue à margem do Chicago River e você encontrará por lá muitos cafés e restaurantes. A paisagem também é ponto forte do Navy Pier. O complexo de entretenimento tem uma das mais belas vistas de Chicago e, de quebra, muitos bares e pequenas lanchonetes.  A mesma variedade pode ser encontrada na região da Magnificent Mile, mas desta vez a dobradinha é feita pelas compras e pelos refinados cardápios.

Para restaurantes deliciosos e pubs gastronômicos descolados, o lugar é o Near West Side, especialmente no encontro da W Randolph St com a N Green St. O fenômeno se repete no triângulo marcado pela elegante E Oak St e suas butiques de luxo, N Rush St e N State St, onde a alta concentração de bares e restaurantes mais elegantes mantém o movimento agitado da região. A verdade é que em Chicago não é difícil se deparar com um bom cardápio durante os passeios. Por isso, mantenha os olhos abertos e, claro, um espacinho no estômago para mais uma aventura gastronômica que possa estar por vir.