Torres del Paine

Quem leva aos passeios na Patagônia Chilena

A escolha da agência de turismo é decisão fundamental para o aventureiro patagônico. Elas oferecem - além das opções de destinos - guias, refeição e meio de transporte. Em vários passeios, o hotel também faz parte do pacote. Uma equipe preparada e bem treinada é de suma importância nas terras patagônicas.

Aqui o preço não deve ser o fator principal de decisão. É preciso verificar boas referências, o exato roteiro da excursão, a experiência dos guias, condições de translado, por qual hospedagem você estará pagando e a qualidade da refeição oferecida. Passeios de dia inteiro exigem paciência e tranquilidade de quem acompanha os turistas. São muitas paradas para fotos, ritmos diferentes de caminhada, interesses distintos de viagem. Um guia ruim pode tornar um belíssimo dia em algo insuportável. Assim, a simpatia e o cuidado do staff da agência são fatores-chaves para o bom andamento da viagem.

Procure saber que tipo de refeição será oferecida – ou não – durante o tour. É comum serem servidas sopinhas para aquecer e dar energia, fora outros mimos, como chocolates, frutas secas e bolinhos. A refeição principal é quase um evento. Pode ser um piquenique à beira de um lago ou aos pés da montanha, um assado patagônico ou um restaurante no meio do caminho. É importante verificar se essa refeição está ou não incluída no pacote. O mesmo vale para passeios que já fazem parte da diária do hotel.

Caso seja um tour de vários dias, não deixe de conferir o tipo de hospedagem e se será necessário levar saco de dormir e outros acessórios para a noite. As hospedagens variam tanto de preço quanto de conforto. Um camping é bem diferente de um hotel, por isso esclareça qual hospedagem será contratada. Verifique também as condições meteorológicas. O passeio pode ser cancelado e os roteiros, alterados devido à mudança de tempo. Dificilmente um tour deixa de acontecer, porém a troca de destinos é bem frequente.

Iniciada a jornada, aproveite todas as explicações do guia. Eles têm muito a ensinar e, certamente, tornarão o passeio ainda mais incrível. 

  • Antares Patagonia

    Nota:  de 10 (0)

    Os programas combinam trekking, cavalgadas, mountain bike e canoagem, aliados ao turismo de contemplação. Os circuitos pelo Parque Torres del Paine têm de 4 a 10 dias e os de caiaque, 1 dia de duração.

  • Chile Nativo

    Nota:  de 10 (0)

    A agência é bem completa e oferece passeios de todos os tipos. Caminhadas, trekkings, passeios a cavalo e caiaque; circuitos pelo Parque Torres del Paine, a partir de 3 dias e 2 noites. As cavalgadas podem durar até 9 dias. 

  • Comapa

    Nota:  de 10 (0)

    A agência é uma das maiores da região e oferece todo tipo de tour. Desde meio dia a longas trilhas de mais de uma semana. Além dos convencionais glaciares, Torres del Paine e cavalgadas, a Comapa oferece cruzeiros pela região patagônica e passeios em 4x4.  

    Torres del Paine, a partir de CLP 25000;

    Glaciares Balmaceda e Serrano,...

  • Fantastico Sur

    Nota:  de 10 (0)

    Especializada em longas trilhas pelo Parque Nacional Torres e operadora dos hotéis e refúgios da região.

    Circuito W: a partir de US$ 344.

  • Indomita Big Foot

    Nota:  de 10 (0)

    Especializados em viagens de caiaque pelos canais de fiordes, além de montanhismo e travessias por glaciares. Pacotes a partir de 1 dia de passeio.

  • Mara Patagonia

    Nota:  de 10 (0)

    A agência oferece passeios dentro e fora do Parque Torres del Paine, especialmente cavalgadas, caminhadas e pesca com mosca.

    Cavalgadas, a partir de CLP 25000;

    Passeios de 1 dia, a partir de CLP 60000;

    Circuito W, a partir de CLP 528000.

  • Turismo Lago Grey

    Nota:  de 10 (0)

    A agência oferece excursões de 1 dia para vários pontos do Parque Torres del Paine e navegação pelo glaciar Grey. Todos os passeios clássicos no roteiro. 

Tudo que você precisa saber sobre Torres del Paine!

Esse texto sobre Quem leva aos passeios na Patagônia Chilena faz parte do guia de Torres del Paine no Melhores Destinos

Comentários para Quem leva aos passeios na Patagônia Chilena

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.