Torres del Paine

Parque Nacional Torres del Paine

É certo que todo turista que chega às terras patagônicas tem como principal objetivo desafiar os quase 3 mil metros das Torres del Paine; seja em um passeio de van, em poucas horas de trilha ou durante um trekking de nove dias, a sensação de deslumbramento é a mesma. A cadeia de montanhas em forma de W surge entre as nuvens, no alto dos vales, ao fundo da paisagem dos lagos, como uma porção de terra onipresente. De qualquer lugar do parque é possível fazer um belo retrato da imponente formação de granito. Aguarde a luz mais bonita ou ande até encontrar uma bela moldura de galhos para completar a foto. As Torres o acompanharão por onde quer que ande, mesmo que, às vezes, o mau tempo as esconda; nesse caso, não há por que se preocupar, pois outras belezas compõem essa imensidão inexplorada.


Declarado Reserva da Biosfera, pela Unesco, em 1978, o Parque Nacional Torres del Paine, localizado a 150km de Puerto Natales, se mantém como uma das áreas mais bem protegidas do planeta. É o destino dos sonhos de qualquer ecoaventureiro que procura tudo em um mesmo lugar. A população escassa - menos de um habitante por km² - ajuda a manter a aura de isolamento da região e leva o viajante à sensação de ser o descobridor daquelas terras.

Passeios de um dia

Para desfrutar de tudo que o parque oferece, os frequentadores contam com todos os tipos de passeio. É possível fazer um rápido tour de van que leva aos principais pontos. As belas fotos estão garantidas, mas a emoção não é completa e a correria é grande. Vale para quem tem pouco tempo.

Se você tem mais tempo, reserve pelo menos três dias para esse cenário. Trekkings de um dia permitem ir além de belas imagens; você se sentirá parte da paisagem. Durante o passeio, é comum ver animais como guanacos, raposas, nandus, lebres e condores, além de ter tempo para contemplar a flora riquíssima da região; se der sorte, poderá ver um puma. Será menos corrido e mais proveitoso. Os guias, já experientes, contam com o tempo das fotos e das paradas para observação. Eles sabem que é quase impossível guardar a câmera.
 
O tour de um dia pode seguir roteiros como a Lagoa Azul, a base das Torres, Valle do Francés, Glaciar Grey, mirador e cascata del Paine, além de passeios de caiaque e pequenas escaladas. Como se não bastasse a vista, os guias oferecem refeições preparadas na hora, como piqueniques à beira de montanhas, lagos ou cavernas. Você terá um dia inteiro de aventura, sem perder o conforto de passar a noite em um excelente hotel. No dia seguinte, é só escolher outro roteiro.

Trekking de vários dias

Se a intenção é ficar imerso em tamanha riqueza natural, não há como escapar de trilhas longas. O parque oferece todo o suporte para o aventureiro que permanecerá lá por vários dias. Refúgios, campings e pequenas hospedarias estão localizados em pontos estratégicos para facilitar a vida do viajante. Mesmo com caminhos bem sinalizados, um guia é recomendável para a região. As variações repentinas de tempo podem causar algum problema inesperado.
 
O circuito mais famoso pelas Torres del Paine é chamado de W. O nome faz referência ao formato dos cumes da cadeia montanhosa. São cinco dias e quatro noites totalmente voltados para trekking e observação da natureza. O roteiro começa no Lago Pehoe, seguindo pelo Rio Grey (oito horas de percurso), até alcançar o glaciar, de onde poderá ser observada uma paisagem gélida, de azul deslumbrante (mais oito horas de percurso). Algumas horas de caminhada e o viajante estará no Valle do Francés (nove horas de percurso). A união de montanhas, lago, florestas e avalanches fica completa com o visual da face oeste dos cumes. Mais um dia leva à base das torres (oito horas de percurso), que será desbravada no último dia, com direito a piquenique com vista para a imensidão da cadeia montanhosa. Serão cinco dias intensos, recompensados pela paisagem final.
 
Tarifas:

Alta temporada (de outubro a abril)
CLP 15000, para estrangeiros
Horário de funcionamento: das 8h30 às 20h

Baixa temporada (de maio a setembro)
CLP 8000, para estrangeiros
Horário de funcionamento: das 8h30 às 17h30

O ingresso permite a entrada no Parque Torres del Paine por três dias consecutivos.

Como chegar:

As agências buscam os turistas no hotel.

Se estiver desacompanhado, dois ônibus saem diariamente de Puerto Natales para todas as entradas do Parque, um no início e outro no final do dia. O tíquete vale para ida e volta e serve sempre para a mesma empresa. Os ônibus operam apenas na alta temporada.

- O Parque Torres del Paine permite trilhas de vários dias apenas durante a alta temporada, mas permanece aberto durante todo o ano, para visitações diárias.
- Os circuitos podem mudar de roteiro, de acordo com a agência de turismo e as condições climáticas.
- Fogueiras são estritamente proibidas dentro do parque e já causaram vários incêndios de grandes dimensões.
- Não há caixas eletrônicos dentro do parque.
- Não há sinal de internet dentro do parque.

 

Tudo que você precisa saber sobre Torres del Paine!

Esse texto sobre Parque Nacional Torres del Paine faz parte do guia de Torres del Paine no Melhores Destinos

Comentários para Parque Nacional Torres del Paine

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.