Torres del Paine

O que fazer na Patagônia Chilena

Ir à Patagônia e não ver as Torres del Paine é quase tão absurdo quanto estar em Paris e deixar de visitar a Torre Eiffel. A comparação não para por aí; a emoção provocada à primeira vista é intensa nos dois casos e a vista mais bonita nunca será a de cima dos dois monumentos. Afinal, do topo de cada um, vê-se de tudo, menos o mais importante: eles mesmos.

Resumir a Patagônia Chilena a enormes picos radicais pode ser um exagero, porém qualquer caderno de viagem dessa região trará na capa essa imagem. Como um álbum de fotos não é feito de figurinhas repetidas, a Patagônia está lá para ser minuciosamente explorada. Não haverá arrependimento em diversificar os passeios. Pelo contrário: outras paisagens, tão deslumbrantes quanto as Torres del Paine, são facilmente encontradas.
 
A variada geografia permite ao viajante fazer todos os tipos de turismo ecológico. Para os mais preguiçosos, uma van deixa o visitante nas melhores paisagens, com o maior conforto. Aos que preferem a água, a melhor opção é usar caiaque ou rafting para ficar ao lado de fiordes e lagos; no entanto, para ver as geleiras, o trajeto não precisa ser obrigatoriamente de caiaque, pois barcos e lanchas rápidas fazem essa viagem com muito conforto. Se a ideia é ter tempo para contemplar a natureza, caminhadas e trekkings dão a sensação de ser abraçado pela imensidão patagônica. Quando um pouco de velocidade é bem-vinda, cavalgadas ajudam em trajetos mais difíceis. Você é muito radical e nada disso parece interessante? Escaladas, montanhismo, mountain bike, corrida de aventura e travessias de vários dias são algumas das opções oferecidas aos visitantes da Patagônia.

Os roteiros são extremamente variados, tanto no preço quanto na rota, e agências e hotéis oferecem pacotes próprios de emoções; ninguém fica de fora, nem mesmo os que passam pela região com tempo contado: há muitos passeios de meio dia - mas os roteiros podem chegar a 15 dias, uma verdadeira imersão nessa imensidão selvagem.

  • Glaciar-grey

    Glaciar Grey

    Nota: 5.0 de 10 (2)

    Terceira maior extensão de gelo continental do mundo — perde apenas para Antártica e Groelândia —, os Campos de Gelo Sul têm quase 17 mil km² de extensão. Um pequeno trecho desse mundo gelado está localizado dentro do Parque Torres del Paine: o Glaciar Grey. A enorme placa de gelo, dividida por um ilha, permite que...

  • Parque-nacional-torres-del-paine

    Parque Nacional Torres del Paine

    Nota: 5.0 de 10 (2)

    É certo que todo turista que chega às terras patagônicas tem como principal objetivo desafiar os quase 3 mil metros das Torres del Paine. Seja em um passeio de van, em poucas horas de trilha ou durante um trekking de nove dias, a sensação de deslumbramento é a mesma. A cadeia de montanhas em forma de W surge entre as nuvens, no alto...

  • Puerto Natales

    Nota: 5.0 de 10 (1)

    Porta de entrada para o Parque Torres del Paine, Puerto Natales é base para grande parte dos viajantes. A 250 quilômetros de Punta Arenas — onde está o último aeroporto da região —, a pequenina e pacata cidade tem menos de 20 mil habitantes. A capital da província de Última Esperanza está no centro para...

  • Cerro-benitez-lagoa-sofia

    Cerro Benitez

    Nota:  de 10 (0)

    O percurso de cinco horas pode render um dia inteiro. É quase impossível não parar a cada metro para registrar a variedade da flora da região. A vida acontece em pequeninas porções de solo, que ainda resistem sem neve. O céu também é atração: Cerro Benetiz é um excelente ponto de...

  • Glaciar-serrano-parque-nacional-bernardo-o-higgins

    Glaciares Balmaceda e Serrano - Parque Nacional Bernardo O’Higgins.

    Nota:  de 10 (0)

    A viagem de três horas de barco (ou uma hora e meia em lancha rápida) nos leva à maior área de proteção ambiental do Chile. São mais de 35 mil km² de área quase intocada, vegetação nativa e glaciares que formam o Parque Nacional Bernando O’Higgins.

    Navegando no Seno de Última...

  • Monumento-historico-nacional-frigorifico-puerto-bories-the-singular-hotel

    Monumento Histórico Nacional Frigorífico Puerto Bories

    Nota:  de 10 (0)

    O prédio do século passado guarda a história de Puerto Natales. Fundado em 1915, o antigo Frigorífico Puerto Bories se mantém preservado nas instalações do luxuoso hotel The Singular. O maquinário, trazido da Inglaterra na virada do século passado, adorna os corredores das instalações e leva o...

  • Cueva-del-milodon

    Monumento Nacional Cueva del Milodón

    Nota:  de 10 (0)

    O enorme animal na entrada da caverna atrai todas as atenções. A réplica em tamanho natural é do mamífero chamado Milodón. O fóssil, encontrado há mais de 100 anos, causou furor no meio científico. Ele tem aproximadamente 12 mil anos e transformou a área em um importante centro de estudos...

  • Villa Cerro Castillo

    Nota:  de 10 (0)

    O passeio histórico leva à capital de Torres del Paine. Quase todos os prédios datam do início do século passado e os 300 habitantes da região guardam a memória da antiga estância Cerro Castillo, a maior na parte continental da região de Magalhães. A vila preserva a história do início das...

Tudo que você precisa saber sobre Torres del Paine!

Esse texto sobre O que fazer na Patagônia Chilena faz parte do guia de Torres del Paine no Melhores Destinos

Comentários para O que fazer na Patagônia Chilena

  • Dsc9842 gianny tiito vieira há quase 5 anos

    Novembro é um bom mês para se conhecer a Patagônia

  • X7r47 Raul Mendes há mais de 3 anos

    Ola a patagonia chilena é mais barata que a argentina?

  • Moniquerenne Monique Renne há mais de 3 anos

    Raul, as duas têm preços similares. O câmbio argentino é mais favorável.

  • Missing Jady Buscarati há 3 anos

    Pessoal preciso de ajuda, não acho valores dos passeios da Patagonia... Alguém me ajuda :)

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.