Bruges

Restaurantes em Bruges

Em Bruges, há uma grande variedade de restaurantes e cafés onde é possível experimentar as delícias da gastronomia flamenga, os famosos chocolates, cervejas, além de redes de fast food e supermercados — como o Carrefour Express — com comida pronta e que são uma mão na roda para quem tem gostos específicos ou desejam gastar menos.

Sejamos sinceros, fazer uma boa refeição num restaurante local não sai tão em conta, principalmente ao optar pelo menu à la carte. Isso porque Bruges é uma cidade extremamente turística e talvez esse seja o motivo pelo qual os valores sejam tão inflacionados, fora que é grande o número de armadilhas para turistas, a exemplo dos estabelecimentos situados no Grote Markt e na Praça Burg. A comida e o atendimento não costumam ser dos melhores e os preços meio exorbitantes. Fuja deles!

Bruges

Saindo um pouco dessa área central de Bruges, é possível encontrar restaurantes que combinam qualidade e preços mais decentes, aliás, na lista de estabelecimentos a seguir você vai encontrar alguns bons achados na cidade. O carbonnade flamande, ou ensopado de carne, é um dos pratos mais conhecidos da gastronomia flamenga e depois de experimentá-lo, entendi o porquê do sucesso. Servido, em geral, com batatas fritas supercrocantes, o carbonnade é reconfortante e simplemente perfeito para dias mais frios.

Em Bruges, experimentei um muito bom, que leva a cerveja Gulden Draak no preparo, na Brasserie Cambrinus. Para acompanhar o bem-servido carbonnade, havia batatas fritas e purê de maçã (€18,50); a brasserie é, também, um dos templos da cerveja belga em Bruges. No local, você encontra pelo menos 400 rótulos, no dia que estive lá, tomei uma Val dieu blonde (€3,85) e uma Chimay Bleu (€4,25).

Carbonnade-da-brasserie-cambrinus-bruges

Outra iguaria flamenga que aparece na maioria dos cardápios dos restaurantes de Bruges é o croquete, que pode ser recheado com queijo ou camarão. O Gran Kaffee Passage, um hotel/ restaurante superaconchegante da área central da cidade serve um delicioso duo de croquetes de entrada, acompanhado de uma saladinha (€10,95); boas pedidas de pratos principais são o steak tartare, acompanhado de salada e chips (€17,50) e o bouillabaisse com peixe fresco do mar do Norte, uma espécie de ensopado de peixe e outros frutos do mar (€21,95). Reservas são altamente recomendadas e podem ser feitas por intermédio do link acima.

Mas se você estiver com pressa e quiser comer algo bom, barato e que o deixe satisfeito, a dica é o Bocca. A poucos passos do Grote Markt, o local vende massas preparadas na hora e ao gosto do cliente; basta escolher o tamanho — S (€4), M (€5) ou L (€6) —, o tipo da massa (penne ou fusili integral), o molho e acompanhamentos. Ah, lá tem até cardápio em português!

Vol-au-Vent e cervejas

Quem deu uma espiadinha no post "O que fazer" viu que a Halve Maan está na lista, uma cervejaria local, fundada pela família Maes em 1856; depois da visita ao interior da cervejaria, com direito à degustação, no final, decidi conhecer a brasserie que fica no térreo para degustar as cervejas Brugse Zot, Straffe Hendrik e também comer algo gostoso.

Bruges

A minha pedida no dia foi o Vol-au-Vent de frango — uma espécie de torta, feita com massa folhada — acompanhada de fritas, salada (€19) e uma taça de Brugse Zot (€3,40); no entanto, não posso deixar de registrar o quão bonito estava o hambúrguer com molho Zot, servido com fritas (€19). É vegetariano ou simplesmente não curte carne ou frango? Não se preocupe, pois a brasserie também oferece um cardápio com saladas, croquetes e afins. Reservas podem ser feitas aqui.

Outras cervejas belgas superfamosas — como a St. Bernardus, a Chimay e a La Chouffe — podem ser degustadas no tradicional T'Brugs Beertje, um café com 300 rótulos, sendo cinco deles servidos "na pressão". Também há algumas opções de petiscos no cardápio desse templo da cerveja belga, como a tábua de queijos e salame e alguns sanduíches. Sobrou espaço para mais uma etapa de degustações? Então a pedida é o Cafe Vlissinghe, o pub mais antigo de Bruges, com 502 anos. Cervejas em garrafa a partir de €2,50 e pratos a partir de €6.

Chocolates e waffles

É impossível andar por Bruges e não se deixar hipnotizar pelo aroma que vem das lojas de waffles e chocolates, outras duas delícias que fazem a fama da Bélgica mundo afora. Na minha opinião, um dos melhores waffles da cidade é o do café/tea room Carpe Diem, mais especificamente o waffle com calda de chocolate e sorvete de creme (€5,95), acompanhado de uma xícara de café (€3). Ah, logo na entrada, há uma padaria/delicatessen que vende várias delícias açucaradas... Difícil resistir!

Bruges

Mas se você é um chocólatra de plantão, Bruges, definitivamente, não irá decepcioná-lo, pois são inúmeras — e de encher os olhos — as lojas de chocolates da cidade. Vou começar citando a Godiva, cuja loja no Grote Markt também vende morangos banhados em chocolate, no período mais quente do ano, e chocolate quente, no outono e no inverno. Outras imperdíveis são a Leonidas, onde você vai experimentar trufas maravilhosas, The chocolate line, Dumon e Pierre Marcolini

Está indo pra Bruges, mas não quer gastar tanto com a guloseima? A dica, então, é achar o supermercado mais próximo e aproveitar os preços super em conta na seção de chocolates. Ah, a de cervejas também é maravilhosa!

Tudo que você precisa saber sobre Bruges!

Esse texto sobre Restaurantes em Bruges faz parte do guia de Bruges no Melhores Destinos

Comentários para Restaurantes em Bruges

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.