Melhores Destinos
Dublin
Gisela Cabral

Transportes em Dublin

A pé

O clima está bom? Então, por que não calçar um bom par de tênis, vestir roupas adequadas para o clima e explorar a cidade a pé? Dublin não é uma cidade muito grande, o que facilita o acesso às atrações, além do fato de ser muito mais agradável poder admirar a arquitetura local sem pressa, durante uma caminhada. Só não se esqueça de adquirir um bom mapa ou utilizar o GPS do celular para acessar as atrações pretendidas. 

Ônibus de Turismo (Hop on-Hop off)

Uma excelente opção para quem deseja se locomover entre uma atração e outra, sem complicações, são os ônibus de turismo de dois andares, uma maneira de acessar os locais pretendidos - são mais de 30 paradas em pontos interessantes da cidade - e conhecer tudo sobre a história local. Para adquirir o seu passe com antecedência (com direito a desconto), clique aqui.

*Os passes também podem ser adquiridos no próprio ônibus, com o motorista.

Dublin Bus

Dublin também está muito bem servida dos chamados ônibus de linha, porém estes acabam não sendo tão pontuais e, claro, são bem mais lentos nos horários de pico (nada indicado se você estiver com pressa). Neste site é possível conferir rotas, horários e preços.

Luas (Bondinho Elétrico)

Ao todo, são duas linhas de tram disponíveis: a verde - conectando Sandyford e Brides Glen a St Stephen's Green - e a vermelha - ligando Tallaght ao The Point e Saggart até Connolly (clique aqui para visualizar o mapa).

Os tíquetes podem ser adquiridos em máquinas que ficam ao lado dos pontos do bondinho, lá chamadas de Ticket Vending Machines. É só seguir as instruções da tela - em inglês - e efetuar o pagamento com dinheiro vivo, moedas, cartões de crédito ou débito; as tarifas individuais variam de 1.70 EUR a 2.90 EUR.

Dublin Bikes

Como Paris, Copenhagen e outras cidades, Dublin também tem o seu sistema self-service de bicicletas. São 450 bicicletas disponíveis em 40 pontos/estações espalhados pelo centro da capital. Para alugar uma, basta dirigir-se a um terminal (cada estação tem um) e seguir o procedimento de acordo com as intruções da máquina (para isso você vai precisar de um cartão de crédito). É fácil, barato - os primeiros 30 minutos de uso são sempre gratuitos - e divertido! Para saber mais sobre as bikes de Dublin e visualizar o mapa de estações, clique aqui.

Táxis

Não são a forma mais barata de locomoção na capital da Irlanda, mas, dependendo da distância a ser percorrida e do horário (durante a madrugada, por exemplo), podem acabar sendo a mais indicada. Os táxis de Dublin utilizam taxímetro; para calcular o valor de uma corrida, clique aqui.

Aluguel de carro

Alugar um carro pode ser muito útil se você deseja explorar atrações fora de Dublin, como as Falésias de Moher, a pouco mais de duas horas de carro. Mas, para se locomover dentro da capital, não há tantas vantagens assim, porque o sistema de transporte público local é de boa qualidade; além disso, na Irlanda o motorista dirige do lado contário - a famosa mão inglesa. Adicione a isso engarrafamentos constantes em determinadas horas do dia e preços de estacionamentos nada convidativos. Para saber tudo sobre como alugar um carro em Dublin, clique aqui.