Melhores Destinos
Jéssica Weber Jornalista apaixonada por mato e praia, interessada na história dos lugares, na arquitetura das cidades e em comida, é claro.

Cerro Campanário

O Cerro Campanário é um morro de 1.049 metros que te proporciona a vista panorâmica mais incrível da região de Bariloche. Entra no top 5 de passeios imperdíveis da cidade argentina, em qualquer estação do ano, e integra o roteiro do Circuito Chico

Cerro Campanário

A chegada ao cume é parte da experiência: o acesso teleférico aberto, com bancos para duas pessoas. A aerosilla, como chamam na Argentina, não vai rápido, anda a uma velocidade de 1,5 metros por segundo. O trajeto dura 7 minutos.

Como eu fui no inverno, guardo a imagem mágica de estar na altura das árvores nevadas, balançando as botas pesadas no ar. No verão, os visitantes mais atléticos podem optar por subir caminhando, a trilha leva cerca de meia hora.  

Cerro Campanário

Tem mirantes voltados para todas as direções lá no topo, o que te proporciona uma vista de 360° da região. Você vai ver os lagos Nahuel Huapi e Moreno, a lagoa El Trébol, a península San Pedro, a Isla Victoria, os montes Otto, López, Goye, Bellavista, Catedral e as alamedas da Colônia Suíça. Dá também para ver a Cordilheira dos Andes. 

Cerro Campanário

Há uma confeitaria lá no topo, com janelas panorâmicas e uma lareira de ferro que parece presente divino. Lá tem pancho, hamburguer, pizza, medialuna e tortas bem bonitas. Essa dupla de gatos preguiçosos é dona do lugar. 

Reserve no mínimo uma hora para ficar no topo do Cerro Campanário de Bariloche, atentando que pode ter filas longas na alta temporada. O ideal é apreciar a vista com calma, curtindo toda a beleza da natureza lá em cima. Com sorte, você também vai ter a companhia de um comesebo patagônico, esse passarinho amarelo simpático que veio cantar do meu ladinho. 

Cerro Campanário

Ir bem agasalhado e com luvas é importante, porque a temperatura em cima do Cerro é mais baixa. Se estiver ventando, principalmente, prepare-se para o frio.

Ingresso para o Cerro Campanário

Você sabe que os preços na Argentina mudam a toda hora, mas, em abril de 2024, o ingresso estava 8.000 pesos argentinos (cerca de R$ 50), incluindo a subida e a descida no teleférico. Crianças de até quatro anos não pagam, e tem desconto de cinco a 12 anos. Não é permitido subir com cachorro. 

O Cerro Campanario de Bariloche abre às 9h e a última subida é às 17h. É raro, mas pode ser que esteja fechado para manutenção ou em razão do clima, então vale checar no site oficial antes de ir até lá. 

Cerro Campanário

Como chegar ao Cerro Campanário

Dá para chegar até a base de carro (indo pela avenida Bustillo até o quilômetro 17.500), com transporte público, ônibus de excursão, com táxi ou Uber — só que daí é melhor já deixar a volta combinada. Veja nosso post sobre transportes em Bariloche

A visita ao monte Campanário pode ser incluída na excursão pelo Circuito Chico. É um passeio tradicional em Bariloche, onde se percorre cerca de 60km, do centro da cidade até o famoso Hotel Llao Llao, construído em 1948. 

Durante o passeio chico (pequeno) os turistas passam pela Av. Bustillo, às margens do lago Nahuel Huapi, e têm visões belíssimas da região. Veja o relato completo

Cerro Campanario Bariloche: fotos

Seguem mais algumas fotos desse lugar maravilhoso, feitas no inverno. Nas demais estações, não vai ter neve, mas a paisagem segue belíssima. 

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em Bariloche

Cerro Campanário

Av. Bustillo, Km 17
San Carlos de Bariloche