Serro

0 avaliação
0% recomendam
0

O queijo de Minas é famoso em todo o país, mas existe uma cidade do interior mineiro que é especialista na produção. É do Serro que sai um dos mais tradicionais queijos brasileiro, tão especial que se tornou Patrimônio Imaterial do Brasil. Apesar de o queijo ser o mais famoso produto do Serro, a cidade merece a visita também pela história estampada em seus casarões coloniais e pela beleza das paisagens que cercam a região.

A história do Serro é semelhante à de Diamantina. As duas cidades vizinhas atraíram exploradores em busca de ouro e, principalmente, diamantes até o final do século XIX. Quando se esgotou a riqueza mineral da região, Serro ficou esquecida, o que ajudou a não descaracterizar a arquitetura colonial do Centro Histórico com novas construções. O município hoje resgata o valor histórico da região e investe cada vez mais no turismo.

O cenário mais marcante do Serro é a escadaria de pedra com a Igreja de Santa Rita no topo. Do alto da colina, é possível ver toda a cidade e a bela ladeira cercada de casas do período colonial. Além dela, outras igrejas chamam a atenção. É o caso da Igreja do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, a Igreja Nossa Senhora do Carmo e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Entre as obras em arquitetura colonial chamam a atenção pela grandiosidade o Sobrado da Prefeitura Municipal, a Casa do Barão de Diamantina e a Chácara do Barão do Serro. Ao visitar a cidade, não deixe também de conhecer o Museu Regional Casa dos Ottoni, com acervo pequenino, porém parte importante da história do Serro. Se quiser estender o passeio, vá aos vilarejos de Milho Verde e São Gonçalo do Rio das Pedras, dois belos cenários típicos do interior de Minas Gerais. 

Serro, Serro - MG

Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro Serro
Avalie Serro