Rio de Janeiro

Transportes no Rio de Janeiro

A vantagem de visitar uma capital como o Rio é dispor de várias opções de meio de transporte. Apesar de cômodo, andar de carro nem sempre é fácil devido ao trânsito intenso e dificuldade para estacionar. Já os ônibus são um tanto confusos para viajantes inexperientes. Combine caminhadas com o metrô e corridas de táxi/Uber ocasionalmente que você estará bem servido. Não hesite em pedir informações caso tenha dúvidas, os cariocas gostam de ajudar e estão sempre prontos a dar informações. Para circular pela Zona Sul, as bicicletas são uma excelente alternativa!

Importante: Uma dica que pode ajudar bastante para quem não está acostumado com a cidade é utilizar os mapas do Google e inserir seu trajeto. Dessa forma, o aplicativo indicará linhas de ônibus, metrô e percursos indicados para o deslocamento. 
É importante observar que pode existir a integração entre esses meios, que tem valor inferior quando comparado aos valores dos transportes pagos separadamente. 


Transporte público
Para utilizar o transporte público do Rio de Janeiro, você pode pagar o valor de uma viagem unitária no transporte que deseja ou comprar o cartão pré-pago Rio Card, um cartão recarregável que servirá para vários deslocamentos, entre eles o metrô, BRT e VLR e demais meios de transporte. É uma opção altamente recomendada se você irá usar o transporte público da cidade em diferentes ocasiões. Atente-se para o fato de que o Rio Card (R$3*) é um cartão para todo o transporte do Rio, enquanto o cartão do metrô não vale em outros meio de transporte. Compre o Rio Card e isso facilitará todo seu deslocamento com o transporte público. Veja aqui onde comprar o Rio Card. E aqui os valores dos transportes no Rio de Janeiro. 

Passageiros cadastrados no sistema Bilhete Único podem fazer a integração entre diferentes meios de transporte com um abatimento de tarifa. É importante notar que existem várias regrinhas para usar o serviço e para um turista pode não ser muito prático utilizá-lo. Veja aqui como funciona o benefício.

Metrô (R$ 4,30* - unitário): o metrô é um meio rápido, eficiente e geralmente limpo para transporte na cidade. São três linhas principais no Rio: uma liga a Zona Sul à Zona Norte, passando pelo centro, outra vai da Zona Norte aos bairros do subúrbio e outra liga a Zona Sul à Zona Oeste. O metrô dá acesso em determinadas estações ao BRT, ônibus regulares, ônibus expressos, metrô de superfície (para destinos que o metrô não alcança). Veja aqui mais informações sobre o Metrô Rio.

Para utilizar o metrô no réveillon, a compra de um cartão especial é obrigatória e começa a ser feita algumas semanas antes do fim do ano. Acompanhe o site do Metrô Rio para obter outras informações. 

BRT - Bus Rapid Transit (R$3,95*): o BRT é uma forma de transporte coletivo similar ao ônibus, mas utiliza uma faixa exclusiva de circulação, o que geralmente garante trajetos em horário regulares. São três tipos de BRT: parador, direto e expresso. É sempre importante avaliar qual tipo de transporte atenderá melhor às suas necessidades, já que uma linha faz mais paradas que outra. São três linhas funcionando atualmente e uma outra em construção. Veja aqui as estações e outras informações sobre o BRT Rio.

Centro

VLT - Veículo leve sobre trilhos (R$3,80*): o VLT, inaugurado em 2016, facilitou bastante o deslocamento na região central do Rio de Janeiro. Atualmente são 2 linhas em funcionamento e uma terceira em construção. O VLT pode ser usado para ir ao aeroporto Santos Dumont e à Rodoviária do RJ, por exemplo. Para utilizá-lo, você deverá ter um RioCard, o cartão do transporte público mencionado acima. Veja aqui onde comprar o seu Rio Card e aqui outras informações sobre o VLT Carioca, bem como as estações e áreas atendidas. 

Ônibus (R$3,95*): são muitas linhas e empresas de ônibus diferentes circulando pelo Rio de Janeiro, levando passageiros aos mais diferentes bairros da capital. Para quem não está acostumado, pode ser difícil pegar os ônibus, especialmente para saber o ponto de parada correto onde descer — o metrô acaba sendo bem mais fácil nesse sentido. Pesquise com atenção o trajeto que pretende realizar. Nos ônibus, o Rio Card também é aceito. 
 

Bicicleta
Com a implementação do BikeRio, o Rio de Janeiro se tornou um ótimo lugar para andar de bicicletas, especialmente na Zona Sul. Há diversas estações para pegar um bicicleta e posteriormente devolvê-la, com valor bem acessível — o passe diário custa R$ 5 e o mensal, R$ 10. Para não pagar nenhuma taxa além do previsto, as bicicletas devem ser utilizadas por 60 minutos no máximo e, então, deve-se esperar 15 minutos para pegar uma nova bicicleta. O limite de 60 minutos pode parecer pouco, porém é suficiente para que você possa percorrer pequenos trajetos, ir ao seu destino e depois utilizar uma nova bicicleta no retorno. 

O aluguel pode ser feito através do telefone, mas a melhor alternativa é utilizar um smartphone, que torna o processo ainda mais rápido. Confira todas as informações no site do BikeRio.

Ipanema


Táxi
Duas coisas você deve observar ao tomar um táxi: primeiro, saiba que os táxis amarelos são os convencionais e têm as tarifas mais baratas, os outros (muitas vezes com pintura azul) fazem parte de cooperativas especiais e cobram um valor fixo, mais alto. Outro ponto importante é observar se o taxista não está abusando de você. Vale a pena fazer uma simulação antes da viagem ou andar com um mapa, para ter uma ideia do valor a ser pago e do caminho a ser percorrido. Dê preferência aos veículos mais novos, pertencentes a uma cooperativa, que circulem com táximetro — assim você utiliza um táxi mais seguro, correndo menos risco de sofrer um golpe. 
O Rio tem uma das maiores frotas de táxi do mundo e, considerando o custo/benefício, não é caro. Outra dica é usar aplicativos de Táxi, como o Easy Taxi e 99. 

Uber
Já bastante popular no Rio de Janeiro, a Uber se tornou uma forma eficiente de transporte pela cidade. Hoje há diferentes modalidades de corridas sendo praticadas na capital, entre elas Uber X (mais barato) e Uber Black (mais caro). Como a quantidade de motoristas nas ruas é grande, o passageiro costuma esperar pouco para embarcar. Os valores das corridas são flutuantes e uma simulação pode ser feita no site da Uber

Carro 
Alugar um carro ao conhecer o Rio não é primordial, a não ser que você priorize conforto e queira total autonomia ou esteja hospedado em um bairro distante de muitas atrações, como a Barra da Tijuca. O trânsito na cidade é bastante intenso durante o horário comercial e costuma ficar engarrafado em horários que pessoas entram e saem do trabalho, como 8h/9h e 17h/18h.

Pelo mar
As barcas saem da Praça XV, no Centro do Rio, e atravessam a Baía de Guanabara rumo a Niterói ou à Ilha de Paquetá. Os preços variam de acordo com o conforto e a rapidez do meio utilizado. Os mais modernos acabam custando mais caro, mas é possível fazer a travessia até Niterói a partir de R$ 6,10*


Esse transporte é usado diariamente por milhares de pessoas que trabalham no Rio, mas moram em Niterói. Caso você tenha vontade de conhecer "o outro lado da ponte", utilizar as barcas pode render um passeio interessante. 

* Valores de setembro de 2018.

Tudo que você precisa saber sobre Rio de Janeiro!

Esse texto sobre Transportes no Rio de Janeiro faz parte do guia de Rio de Janeiro no Melhores Destinos

Comentários para Transportes no Rio de Janeiro

  • Missing Guilherme Sautner há quase 7 anos

    Bike Rio - Uma opção barata e sustentável. Com ela é possível se locomover pelas praias de Ipanema, Copacabana e Praia do Flamengo, visitar alguns bons pontos turísticos como Jardim Botânico, Lagoa Rodrigo de Freitas, Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana e o Morro do Pão de Açúcar.

    Valores
    R$ 5,00 Um passe 24h
    R$ 10,00 Um passe 1 mês

    Um passe da direito a 1h grátis com intervalo de 15 minutos na troca de bicicleta.

    Mais informações: http://www.mobilicidade.com.br/bikerio.asp

  • 264mw Camille Panzera há quase 7 anos

    Guilherme, boa contribuição. Quando escrevi o guia ainda tava bem fraquinha a situação das bicicletas, mas pelo que vi recentemente, melhorou demais! Vou acrescentar essas informações. Valeu!

  • Hqerp Stephany Nery há quase 3 anos

    metrô agora está 4,10 e o onibus 3,80 e taxi gostar de meter a mão no preço é surreal eles fazem o preço que eles querem

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.