Dicas de Cusco

- Brasileiros que viajam a negócios ou turismo e permanecem até 90 dias em viagem não precisam de visto para entrar em território peruano. Não é obrigatório ter passaporte, sendo possível utilizar apenas o RG para os trâmites de imigração.

- Os brasileiros não são obrigados a tomar nenhuma vacina para entrar em território peruano, mas é recomendável tomar a vacina contra febre amarela pelo menos dez dias antes da viagem - para quem visita sítios arqueológicos e áreas remotas. 

- A moeda utilizada no Peru é o Novo Sol. Atualmente R$ 1 vale cerca de S/. 1,24, mas depois de fazer a conversão numa casa de câmbio as duas moedas praticamente se equivalem, ou seja, não será preciso pensar muito ao olhar um cardápio com preços em soles, basta pensar que os valores são parecidos com os valores em real.

- O mal de altura, mal das montanhas ou soroche, perturba muita gente que planeja conhecer lugares altos. Para evitar esse contratempo indesejável causado pelos efeitos da altura, o ideal é ir se aclimantando ao longo dos dias em vez de fazer uma mudança abrupta de altitude. Como nem sempre é possível fazer a aclimatização, use um tempo da viagem para descansar. Beba água constantemente, faça refeições leves e não abuse da comida. Tomar o chá de coca ou as soroche pills também ajuda bastante e essas são alternativas comumente utilizadas pelos viajantes. 

- Coloque na mala roupas de frio, protetor solar para usar durante o dia, e hidratante labial e corporal, caso viaje na época seca. Quem visita sítios arqueológicos também pode usar um repelente para não ser picado por mosquitinhos. 

- Viajar com seguro não é obrigatório, mas é bom considerar fazê-lo. É bastante comum pessoas desacostumadas com grandes altitudes sofrerem o mal de altura.

- Pegue leve nas caminhadas e descanse sempre que possível. Estar a 3400m de altitude não é como estar na altura do mar. Caminhadas serão mais cansativas do que o normal e subidas, muito mais árduas. 

- A dica para quem quer conhecer diversos sítios arqueológicos é comprar um dos boletos turísticos, que dão direito a entrada em diferentes atrações por um preço inferior ao dos ingressos comprados separadamente. 

- Na hora de conhecer qualquer sítio arqueológico ou atração histórica, considere ter um guia consigo. Apenas com o conhecimento de quem entende do lugar será possível entender a grandiosidade dos feitos incas. Pagar um pouco a mais por um bom serviço pode valer a pena.  

- Pechinchar ao comprar algum produto é natural. Muitos vendedores dão um primeiro valor mais alto ao perceber que o turista tem interesse na compra, mas é preciso ter sensatez para chegar a um acordo. Lembre que muitas pessoas na cidade sobrevivem do turismo e um pouco mais de dinheiro para elas pode ajudar bastante no fim do mês. 

  • Embaixada do Brasil em Lima

    Nota:  de 10 (0)

    Quem precisar dos serviços consulares - como extravio de documentos ou suporte em situações de emergência - poderá recorrer à Embaixada do Brasil em Lima. Mesmo para quem está em Machu Picchu ou Cusco, é a cidade de Lima que detém a melhor estrutura para o turista. 

Tudo que você precisa saber sobre Cusco!

Esse texto sobre Dicas de Cusco faz parte do guia de Cusco no Melhores Destinos

Comentários para Dicas de Cusco

  • Bike Glauco Falcony há mais de 4 anos

    Vi uma pergunta agora a pouco sobre vacinação e agora, por acaso, encontrei em uma matéria, que para entrar no Peru, também é preciso ter vacinado contra febre amarela, pois lá esta tendo um surto da doença. Aqui esta a matéria, que li: http://www.fcnoticias.com.br/documentos-para-viajar-para-o-peru/.
    Nela fala que é preciso tomar até 10 dias antes do embarque, então pessoal, fica a dica, vamos conferir as tabelas de vacinação antes de viajar e também, procurar saber sobre como anda a cidade perante ao mesmo.

  • Pc6n3 Juvenal Rondan há mais de 4 anos

    Sorojchi ou Mal de Altitude :
    Ocorrendo normalmente acima dos 3000 metros de altitude, o mal da altitude é conhecido pelos Peruanos como Soroche. É a dificuldade do organismo de absorver oxigênio para suprir suas necessidades, causando náuseas, vômitos, dores de cabeça, falta de ar, entre outros sintomas.
    Para prevenir-se do mal de altitude, orientamos após a chegada descansar pelo menos umas horas depois de tomar um chá de folhas de Coca e fazer caminhadas leves, com alimentação à base sopas, saladas e frutas.
    Aconselhamos também comprar na farmácia o famoso remédio Sorochi Pills
    www.sorojchipills.com
    Observação: O mal de altitude não acontece com todos os indivíduos. Cada organismo reage de maneira diferente, alguns dizem que é mais psicológico e o melhor é sentir-se tranquilo e fazer suas atividades de maneira normal.
    Uma boa recomendação e tomar bastante chá de folhas de Coca de manhã e de tarde que é mais natural saiba mais recomendações para sua viagem>http://www.viagensmachupicchu.com.br/perguntas-frequentes-para-a-viagem-ao-peru.html

  • Missing Fabiola há quase 4 anos

    NÃO é preciso ter VACINA de febre amarela para entrar no Peru.

  • 264mw Camille Panzera há quase 4 anos

    Fabiola, não foi dito que a vacina é obrigatória, mas sim aconselhável, uma vez que a OMS recomenda. Abs

  • Missing Fabiola há quase 4 anos

    Olá Camille, meu comentário sobre a não obrigatoriedade da vacina não foi referente ao seu texto, mas sim referente ao comentário de um leitor. =)

  • 264mw Camille Panzera há quase 4 anos

    Entendi. Valeu! :)

  • Foto ANTONI DE OLIVEIRA NERI há mais de 3 anos

    Irei em Junho/16 mais alguém ?

  • Gkcgh Jonas Reis há quase 3 anos

    Estou indo em agosto/16 alguém??Boraa foliar =D=D!!

  • Cfq9w André Liberato há quase 3 anos

    Oi Camille, esse "boleto turístico" eu compro via internet em algum site ou somente quando estiver em Cusco?

  • 264mw Camille Panzera há quase 3 anos

    Oi, André! Eu acho indicado comprar antes da viagem, principalmente se você quiser visitar Huayna Picchu, que tem quantidade limitada de visitantes por dia.
    Abs!

  • Cfq9w André Liberato há quase 3 anos

    Olá Camille, obrigado!! Mas você conhece algum site oficial que eu possa comprar aqui do Brasil mesmo?

  • 264mw Camille Panzera há quase 3 anos

    Oi, André! Você pode comprar nesse site aqui: http://www.machupicchu.gob.pe/
    Abs!

  • Img20160729112308 Fabricio Almeida há mais de 2 anos

    Estive em Machu Pichu em Agosto/2016, existe alguns mitos sobre o numero de pessoas que podem entrar.
    O numero de pessoas para entrar na cidade é MITO, o correto é que vende um limite de entradas por dia, isso que dizer que voce pode comprar sua entrada para uma segunda, mas entrar no domingo, somente é extremamente limitada o numero de pessoas para entrar nas outras montanhas.
    Não aconselho comprar ticket adicional para "Montanha" são 2:30hrs de subida em uma escada que alguns momentos sao bem perigosos, la em cima NAO TEM NADA, o vigia logo avisa que voce 15 minutos p descansar e fotografar para uma descida de 1:30hrs.....
    Quando comprei o meu ticket no Brasil so tinha 200 unidades disponiveis 4 meses antes, um dia antes em Águas Calientes, tinham mais de 500 pessoas comprando.

  • P9zna alexandre freire há mais de 2 anos

    EStarei indo para Cusco no dia 14/02. Se mais alguém estiver indo me chame no email. Vamos nos achar por la. Ja estive la e conheço um pouco. Posso ajudar em algumas coisas. meu email ‘e: allexfreire@hotmail.com
    Abs a todos!

  • Ejx3a Thyago Gonçalves há mais de 2 anos

    Eu vi uma recomendação de fazer o passeio do Vale Sagrado e quando estiver em Ollantayambo se tomar o trem com destino a Águas Calientes.... pois bem...queria comprar antecipado o trem para Águas Calientes e estou na dúvida do melhor horário pois não sei que horas acabaria o passeio...alguém tem idéia?

  • P9zna alexandre freire há mais de 2 anos

    Veja esse link: https://pax1.perurail.com/ventasenlinea/trenes?date1=20170216&date2=20170216&type=RT&route1=43&route2=&nadult=2&nchild=0&search=1&service=x&lang=0&tks=098144fc97434a6d82ce2c134a84cf43&__utma=133124751.1972741708.1485566392.1485566459.1485566459.1&__utmb=133124751.1.10.1485566459&__utmc=133124751&__utmx=-&__utmz=133124751.1485566459.1.1.utmcsr=(direct)|utmccn=(direct)|utmcmd=(none)&__utmv=-&__utmk=261708749

  • P9zna alexandre freire há mais de 2 anos

    OU esse: http://www.perurail.com

  • Ejx3a Thyago Gonçalves há mais de 2 anos

    Obrigado Alexandre...

  • Dsc0065 Naira Gonzaga Araújo de Andrade há 2 anos

    Acabei de chegar de Cusco. Fiquei muito encantada com a cidade e todos os passeios que fizemos. Toda a minha viagem foi organizada pela Agência de Viagens Machu Picchu. Não tive trabalho nenhum com a reserva do hotel, bilhetes e translados para os passeios. Tudo foi cumprido pontualmente. Sem contar que o Juvenal, da agência, é muito gentil. Recomendo muito.

  • 7g34w Cristiane Freitas Queiroz há 2 anos

    Gente, tenho dúvida sobre o ingresso pra machu pichu. vou visitar o parque dia 07/08, mas não consegui mais ingresso no site http://www.machupicchu.gob.pe/. Alguém sabe um outro jeito seguro de comprar?

  • Img20160729112308 Fabricio Almeida há 2 anos

    Cristiane,
    Existe uma agencia(Não recordo o nome) do RS que vende os tickets.
    Caso não consiga, não precisa ficar desesperada pois em Aguas Calientes é possível comprar para o dia que desejar, mas para isso terá que chegar 1 dias antes.
    O tal numero limitado de pessoas não existe pois já sai do Brasil com o dia da minha visita lotada, mesmo assim em Aguas Calientes tinha muita gente comprando para o mesmo dia que eu, na entrada do parque arqueológico não existe controle sobre a data da sua visita.

  • Missing FELIPE FIANI EVANS há quase 2 anos

    As dicas da galera dos melhoresdestinos.com me ajudaram muito e vou deixar minhas impressões aqui. Fizemos o roteiro Cusco-Machu Picchu em 08 dias (08 a 15/08/2017). A viagem é inesquecível e vale muito! É realmente como os comentários do site: você volta ao seu país com outra mentalidade. Fomos e voltamos de Latam e gostamos bastante da acomodação do avião. O único inconveniente é ter que fazer conexão em Lima para Cusco, já que este aeroporto é pequeno e recebe poucos voos internacionais. Porém, a partir do ano que vem será construído um novo aeroporto internacional em Chinchero-Cusco e ficará pronto em 04 anos (sim, lá eles cumprem o prazo ao contrário daqui). Vimos, inclusive placa no local, e provavelmente terá voo direto do Brasil para lá, o que fará muita diferença. Não compensa contratar nada aqui no Brasil em relação a guias e passeios, pois a oferta lá é muito grande. O mesmo se aplica a trocar dinheiro aqui. Levei Reais e troquei por Novo Soles em Cusco (paguei 1 real = 0,94 Soles). Não sei se em Cusco tinha imposto, pois não falaram nada, mas no aeroporto em Lima precisei trocar um pouco para comer e é bem mais caro como já haviam alertado: 3% de imposto - 0,80 Soles. A quantidade de casa de câmbios é absurda em Cusco. Fiquem tranquilos. Ao sair do aeroporto o taxista queria 50 DÓLARES e ainda que pagássemos as taxas do aeroporto . Seguindo a dica do site, negociamos e pagamos 20 Soles, sem taxas. Aliás, em toda nossa viagem seguimos outra dica do site: negociamos tudo, pois realmente eles jogam o preço lá em cima por sermos turistas. Mas negociam de boa e sai um preço justo. Eu tinha a preocupação sugerida pela Fernanda Panzera: não queria ser explorado por ser turista, mas também não gostaria que fosse um preço irrisório pois sei que eles dependem disso para sobreviver. Buscava o meio termo. Sempre. Aqui no Brasil fechamos apenas os trens, entradas do parque em Machu Picchu e Hotéis. Em relação aos hotéis, ficamos no "Monreale Hotel Guarulhos" (recomendo!), "Hotel Rojas Inn Cusco" (muito bom! A meia quadra da praça das armas, principal ponto de Cusco, e a proprietária do Hotel, Cisca, é extremamente comprometida com o bem estar de seus hóspedes) e "Waman hotel machu picchu" (ótimo custo benefício também. Fica ao lado do ponto de ônibus e são bem comprometidos em te ajudar: oferecem para você deixar suas malas no hotel ou marcar um horário para que eles levem suas malas na estação de trem. Tudo gratuito). Em relação aos restaurantes, recomendo muito o Índio Feliz em Águas Calientes, e Cicciolina, Limo e Incanto, em Cusco. Eles são os mais caros (média de 120 Soles por casal), mas há muita diversidade de restaurantes muito bacanas por lá e a preço bem mais em conta (ex: por 08 Soles é possível almoçar macarronada com direito a sobremesa e suco de milho deles - chicha morada). O passeio de trem é realmente uma atração à parte. Saímos de Ollantaytambo para Machu Picchu (15h37) e de Machu Picchu para Poroy-Cusco (15h20). Ficamos das 6h30 ao 12h em Machu Picchu e foi suficiente, pois deu para fazer tudo com calma: passeio em Machu Picchu, almoço em Águas Calientes e ida até a estação de trem. Não subimos a montanha Huayna Picchu. Recomendo no primeiro dia em Cusco fechar um pacote COM GUIA para todos os passeios de seu roteiro. Irá facilitar muito sua viagem, porque dá para negociar bem e evitará de você ter que negociar a cada dia com guia ao chegar em cada ponto turístico. Na porta sempre há guias se oferecendo a preços mais salgados. Há muitas agências em Cusco e funcionários te abordam na rua. Pesquisamos em três agências e fechamos. Foi a melhor coisa, eis que eles já compraram nosso ticket do ônibus para subir de Águas Calientes a Machu Picchu e o guia de Machu Picchu nos deu dicas muito boas no dia anterior à subida (as duas coisas foram fundamentais para podermos pegar o primeiro ônibus e chegar lá o mais cedo possível). Não dá para economizar em Guia, pois, senão, você perde toda a história da rica Cultura Inca. Pegamos guias excelentes, que cuidaram muito bem da gente (até o milho maior eles escolhiam...rs). Em Cusco ficamos com o JUAN CARLOS TITO VIZCARRA, especialista em atender Brasileiros, pois fala o nosso Português (telefones: RPM 938510452 ou CEL 954783334 - ao chegar no hotel, peça para o atendente ligar para ele); em Machu Picchu ficamos com o CESAR (não tenho telefone, mas ele é bem conhecido em Machu Picchu e Cusco entre os próprios guias locais). Esquece alugar carro. O trânsito é caótico e os peruanos andam com os carros colados um ao outro. Rs. Você já vai com o carro do seu Guia, dirigido por ele, e caso precise, pegue táxi, É muito barato. Só não esqueça de combinar o valor antes com o motorista. O sistema de gorjetas de lá é o mesmo do Brasil: facultativo. Se você gostou do atendimento, contribua. Nos restaurantes deixava 10% e nos demais atendimentos deixava 05 ou 10 Soles. Os peruanos são extremamente simpáticos e te tratam muito bem. Não há criminalidade por lá e ficamos muito tranquilos. Nos falaram que em Lima é que se deve preocupar. Seguindo comentários de blogs, fizemos a conta de 50 dólares por dia. Deu tranquilo e sobrou, inclusive. Isso que não fizemos miséria. Rs. Levei Real, troquei por Soles em Cusco e paguei os hotéis em Soles, ao invés de dólares aqui no Brasil. A maioria dos comércios aceitam cartão de crédito. Enfim, essas foram minhas contribuições para agradecer todos os posts da galera, que me ajudaram muito! Um abraço e boa viagem! Felipe.

  • Abff331d1a2b46799485245991e14e04 Flaviano martins há mais de 1 ano

    Alguém indo pra Cusco dia 16/02/18??? Sei que pode estar chovendo mas única data que poderei ir !!!!

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.