Melhores Destinos
Havana
Camille Panzera Entusiasta da fotografia, curiosa por outros idiomas, culturas, costumes e histórias!☺️

Dicas de Havana

- Para viajar a Havana é necessário visto prévio. Ele é bastante simples de ser obtido e requer poucos documentos. É possível adquirir o visto (cartão de turista - R$ 61) através do consulado, de agências de viagens cadastradas pelo governo cubano e pela Copa Airlines. Apesar de serem três opções, tirar o visto pelos consulados é a maneira mais indicada, e os documentos são poucos: passaporte, cópia da reserva do hotel, cópia da reserva dos voos de ida e de volta, requerimento de visto preenchido. Leia mais em sobre o visto aqui

- O seguro-saúde é um assunto bastante polêmico, afinal apenas em 2010 passou a ser obrigatório para quem viaja ao país. Você deve adquirir seu seguro no Brasil e levar um comprovante na viagem; caso não tenha feito o seguro e seja requerido, será necessário comprá-lo em Cuba, no próprio aeroporto. Para mais informações consulte o site da Asistur, que dá assistência ao turista em Cuba. 

- O consulado cubano o Brasil recomenda tomar a vacina contra febre amarela ao menos 10 dias antes da viagem e possuir o Certificado Internacional de Vacinação, feito na ANVISA, comprovando a vacinação.

- Cuba possuía duas moedas oficiais, mas em 2021 elas foram unificadas e somente uma passou a estar em circulação. Leia mais sobre como lidar com dinheiro aqui

- Táxis costumam ter o preço parecido, apesar de quase nunca ligarem o taxímetro. Pechinche o preço antes de concordar em fazer uma corrida. 

- Não troque dinheiro no meio da rua, pois isso pode ser um golpe. Troque no aeroporto, em bancos, hotéis e casas de câmbio. 

- Quem tem alergias respiratórias poderá sofrer um pouco em Cuba: em muitos lugares fechados é permitido fumar.

- Papel higiênico é um artigo "controlado". Seja em museus ou restaurantes, não há papel higiênico em grandes quantidades, porque esse é um item caro para os locais. Em determinadas situações, pode valer a pena ter um rolo de papel na mochila. 

- Celulares em roaming internacional funcionam através da Cubacel, a estatal telefônica. Ligar para o Brasil ou receber chamadas é bastante caro, mas SMS funcionam. 

- Internet é um item de luxo em Cuba. Nos hotéis mais modernos há wi-fi, mas custa caro - cerca de 6CUC por hora. Há sites e programas bloqueados no país, como o Skype, por exemplo. 

- Havana costuma ser uma cidade segura para turistas. Não tenha medo de andar com sua câmera fotográfica, mas fique sempre atento aos seus pertences, como numa grande cidade. Não faça transações de câmbio no meio da rua e fique atento a possíveis golpes. 

- O assédio nas ruas de Cuba pode ser chato para mulheres desacompanhadas, é interessante saber disso antes de viajar.  

- Como a renda do cubano é baixa, é comum ver pessoas do país ajudando turistas em troca de alguns CUC. Apesar de muitas vezes a ajuda ser genuína, sempre fique atento a possíveis golpes. Siga o dito popular e desconfie se a esmola for demais. 

Faça um seguro viagem para não se preocupar com contratempos

Fazer o seguro viagem é uma boa ideia para viajar com segurança. Sempre que viajamos para fora do Brasil, procuramos fazê-lo, mesmo que o país não exija o seguro, porque caso haja uma emergência médica ou seja necessário assistência durante a viagem, o seguro pode te amparar e cobrir gastos em várias situações, como despesas médicas e hospitalares, extravio de bagagem, cancelamento e interrupção da viagem, por exemplo Faça a cotação do seu seguro-viagem com desconto usando o código MELHORESDESTINOS

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em Havana