Conhecer Manaus é se deslumbrar com as surpresas de uma região ímpar, onde a natureza impõe soberania incontestável. Famosa pela biodiversidade da Floresta Amazônica, com rios recheados de peixes e matas onde correm os animais, a capital manauara envolve muitas surpresas. Há quem viaje à cidade apenas em busca de contato com a natureza - os índios conhecem bem -, mas é preciso saber: Manaus e seus arredores têm muito mais que fauna e flora. 

É bem verdade que, depois de conhecer igarapés e igapós, admirar as mudanças nos rios e ver o belo encontro das águas — onde a água barrenta do Rio Solimões fica lado a lado com a água escura do Rio Negro sem se misturar —, qualquer um estaria convencido de que a capital amazonense é o destino ecoturístico perfeito. Quem conhece o centro histórico da cidade, no entanto, se apaixona pelos edifícios históricos bem preservados, símbolos da glória do Ciclo da Borracha. 

Caminhar pelo centro da cidade é como voltar a um passado charmoso que muito se assemelha com os hábitos de um antigo Rio de Janeiro. Conheça o Palácio Rio Negro, o Palacete Provincial e, claro, o incrível Teatro Amazonas, cartão-postal principal, com uma cúpula e a decoração interna de deixar extasiado. 

Mesmo com todas as belezas naturais e arquitetônicas, há espaço para uma faceta da cidade que é simplesmente deliciosa. Experimentar a cozinha regional é a certeza de degustar pratos exóticos, como o tacacá, ou comer peixes tão macios que se dissolvem no primeiro contato com a boca. Falar das frutas regionais rende assunto: cupuaçu, pupunha, tucumã, guaraná, graviola — são tantas variedades de sucos e sorvetes que a gente perde a conta!

Charmosa, histórica e surpreendente, Manaus quebra paradigmas e dilui preconceitos. Uma cidade onde o povo não tem traços marcados - o índio se mistura com o branco, que se mistura com o negro… que se transforma num sotaque misturado e gostoso de ouvir. Vá, descubra o que é Caprichoso, Garantido, curumim e x-caboquinho! Explorar Manaus é como descobrir um novo país, com a vantagem de ser nossa terra, nosso povo.