O Metrô de Moscou

O meio de transporte mais eficiente de Moscou é também o mais temido por turistas que visitam a cidade pela primeira vez. Tudo isso porque no metrô de Moscou você não vai encontrar placas e nem mapas em inglês e pedir informações a funcionários e outros passageiros também acaba não sendo a melhor opção devido à dificuldade em encontrar pessoas que se comuniquem bem no idioma universal. Mas, como tirar proveito desse excelente sistema sem se enrolar?

A primeira dica é que você, pelo menos, se familiarize com o alfabeto cirílico antes de chegar à cidade. Pode parecer besteira, mas ajuda, nem que seja para juntar letrinhas, apenas. Ter em mãos um bom mapa do metrô - alguns apps para celular são excelentes - também é importante. O mais importante, no entanto, é que você utilize um mapa com as duas versões do alfabeto, o latino e o cirílico.

Um app muito útil do metrô de Moscou é o Index Metro (disponível para Iphones e Android), uma espécie de journey planner que ajuda o visitante a planejar itinerários. Apesar de ser fácil de usar e muito intuitivo, só está disponível em russo (pelo menos até o fechamento deste post). Voltamos, portanto, à dica número 1, sobre a importância de se familiarizar pelo menos um pouco com o alfabeto cirílico. Lembrando que, para usar esse app, também é necessário adicionar o teclado em seu celular.  

Como usar o metrô de Moscou

O metrô de Moscou circula diariamente, das 6h à 1h. Ao todo, são 12 linhas, cada uma com uma cor diferente, o que vai facilitar bastante a vida do passageiro, já que algumas estações comportam até quatro linhas, cada uma com um nome e uma cor diferentes (clique aqui para ver o mapa interativo).

Ao entrar em uma estação - todas sinalizadas nas ruas com a leta M -, procure a palavra Kacca (lembrando que c tem som de s) e efetue a compra do seu tíquete/cartão sem precisar dizer nenhuma palavra para o atendente; é só sinalizar o número de viagens com os dedos das mãos.

Uma única viagem custa RUB 30, porém você terá desconto se adquirir uma quantidade maior (os tíquetes valem por até 5 dias, a partir do primeiro uso): 11 viagens, por exemplo, custam RUB 300, 20 viagens saem a RUB 500 e 60 viagens custam RUB 1200, sendo permitido, por exemplo, compartilhar o mesmo cartão com outras pessoas. Confira aqui as tarifas. 

Plataformas

Dirija-se à entrada que dá acesso à plataforma e, depois de validar o bilhete no leitor - que emitirá um sinal verde indicando o número de viagens restantes -, você estará liberado para passar. Só depois disso é que você poderá entregar o cartão para uma outra pessoa, caso o esteja compartilhando.

A maioria das catracas do metrô de Moscou tem uma barreira interna que só aparece se o passageiro tentar entrar sem validar o cartão - ou seja, sem pagar. Algumas estações mais modernas, no centro da cidade, já têm essa barreira visível, de vidro.

Pegue a escada rolante - as famosas e profundas escadas rolantes do metrô de Moscou -, mas jamais permaneça parado do lado esquerdo, “reservado” para aqueles que estão com muita pressa. No final da escada você vai encontrar uma placa que indica as plataformas, à direita e à esquerda; dê um jeito de parar e ler o aviso (sem atrapalhar o fluxo, claro) e encontre nele a estação pretendida, seguida da cor da linha. Depois disso, é só aguardar a chegada do carro.

Algumas dicas importantes:

- As informações passadas dentro dos carros são todas em russo, assim como os mapas, próximos às portas. Para não se perder, é bom sempre ter em mente, antes do embarque, a quantidade de estações a serem percorridas até o seu destino final. Um mapa do metrô com informações em inglês e russo irá ajudar muito nisso;

- Ao deixar o trem para fazer uma baldeação, procure pela placa que indique a próxima linha pretendida e sua respectiva cor. Como informamos anteriormente, as cores das linhas são grandes aliadas daqueles que não estão familiarizados com o idioma;

- Sempre ceda o seu lugar a idosos e mulheres grávidas/com crianças de colo, caso o carro esteja muito cheio. Esta é uma regrinha de etiqueta bastante comum no metrô de Moscou;

- Fique sempre atento a bolsas, carteiras e outros objetos de valor, principalmente se o metrô estiver muito cheio;

- Para sair do Metrô, siga a placa Выход.

Eficiência

Segundo informações locais, o metrô de Moscou é utilizado por mais de 5 milhões de passageiros/dia. Dados da página do metrô na internet também mostram que 10 mil trens circulam pelos subterrâneos da cidade diariamente - um número impressionante e que se reflete diretamente na qualidade do serviço: dificilmente você terá um tempo de espera maior do que cinco minutos, entre um carro e outro.

Estações de metrô ou obras de arte?

Na verdade, o passeio por Moscou já começa nos subterrâneos. Algumas estações do centro da cidade são verdadeiras obras de arte, com esculturas, tetos, pisos luxuosos e lustres maravilhosos, todos da época em que o Comunismo ainda ditava as regras no país. Construído com a ajuda de milhares de trabalhadores e também de voluntários, o metrô de Moscou foi inaugurado em 1935.

Algumas estações imperdíveis: Mayakovskaya, Komsomolskaya e Kropotkinskaya (linha 1 - vermelha), Ploshchad Revolyutsii (linha 3 - azul-escuro).

  • Metro-mayakovskaya

    Metrô Mayakovskaya (Маяковская)

    Nota:  de 10 (0)

    Datada de 1938, a estação que homenageia o poeta russo Vladimir Mayakovsky (1893-1930) é, com certeza, uma das que mais atraem a atenção dos turistas em Moscou. De beleza única, a estação que atende a linha verde tem 33 metros de profundidade e impressiona pelos belíssimos mosaicos de teto.

    Segundo o site do...

Tudo que você precisa saber sobre Moscou!

Esse texto sobre O Metrô de Moscou faz parte do guia de Moscou no Melhores Destinos

Comentários para O Metrô de Moscou

  • Missing Norma Abelaira há mais de 2 anos

    Tenho 73 anos e estou pensando em fazer uma viagem sozinha para Moscou e Petersburgo mas lendo os comentários fiquei insegura. Seria viável contratar uma excursao qdo chegasse lá? Quero ficar em hostel . Agradeço a gentileza do atendimento. Obrigada

  • Txfc3 Rômulo Lucena há 5 meses

    Bom, talvez eu tenha tido um problema de navegador, para mim o texto não ficou completo. Na tentativa de ajudar as pessoas, sugiro a leitura do:
    https://1aviagem.com/que-tal-sair-da-copa-da-russia-usando-o-metro-de-moscou/

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.