Melhores Destinos
Bonito
Jéssica Weber Jornalista apaixonada por mato e praia, interessada na história dos lugares, na arquitetura das cidades e em comida, é claro.

O que fazer em Bonito

Tem tanto o que fazer em Bonito que o visitante dificilmente vence todas as atrações em uma viagem. Mas você precisa conhecer (ao menos) uma caverna, (ao menos) um parque de cachoeiras e (ao menos) uma flutuação. Ah, e vale incluir um balneário de rio também, para relaxar nas águas cristalinas de Bonito sem se preocupar com o relógio.

O ideal é decidir o que fazer em Bonito antes de entrar no avião, a cidade do Mato Grosso do Sul exige planejamento. Até tem gente que deixa para ver quais são os passeios disponíveis ao chegar lá, mas fica à mercê de não ter mais vaga para o dia desejado.

O recomendado é reservar os passeios um mês antes, para quem viaja em baixa temporada, ou três meses, na alta temporada (feriadões e férias escolares, de verão ou inverno). Se for no Réveillon ou no Carnaval, é necessário se adiantar ainda mais.

As reservas são feitas através das agências de turismo da cidade, com valor tabelado, ou seja, você vai encontrar o mesmo orçamento em qualquer uma. Tire todas as suas dúvidas sobre passeios em Bonito.

Neste post, a gente vai listar o que fazer em Bonito, começando pelas atrações mais populares. Mas, antes, outra dica essencial: reservar um bom hotel ou pousada faz toda a diferença na sua experiência.

Bonito - as melhores opções de hospedagem!

A lista a seguir apresenta ótimas opções de hospedagem em Bonito. As acomodações foram escolhidas pela nossa equipe, priorizando qualidade, preço das diárias e localização. Também incluímos as notas do Booking.com, que indicam a avaliação que hóspedes reais tiveram da acomodação.

HOTEL NOTA LINK
Pousada Surucuá - Bonito MS 9.5 Ver preços
Pousada Girassol 9.4 Ver preços
Pousada Cheiro de Mato 9.3 Ver preços
Pousada Olho D'Água 9.2 Ver preços
Hotel Pousada Calliandra 8.8 Ver preços
Hotel Pirá Miúna 8.8 Ver preços
Zagaia Eco Resort 8.7 Ver preços
Marruá Hotel 8.5 Ver preços
Pousada Villas - Bonito 8.5 Ver preços
Bonito HI Hostel e Pousada 8.3 Ver preços

O que fazer em Bonito — passeios e atividades

1 - Contemple a inigualável Gruta do Lago Azul

Principal cartão-postal de Bonito, a Gruta do Lago Azul é uma caverna de rocha calcária com um lago subterrâneo de 87 metros de profundidade que exibe uma paleta quase inacreditável de tons azuis. Turistas não podem entrar na água, mas a contemplação é uma das atividades imperdíveis de Bonito.

Dá para chegar pertinho, por meio de uma escadaria com 300 degraus, e se maravilhar com as belezas e os mistérios desse lugar. A visita à Gruta do Lago Azul é uma das atrações menos caras de Bonito e a atividade inteira dura pouco mais de uma hora. Veja todas as informações e nossa experiência completa neste post.

O que fazer em Bonito

2 - Veja um monte de peixes no passeio do Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata oferece uma das flutuações mais completas e cheias de vida da região — se você quer ver peixe, esse é o lugar! A atração fica em uma fazenda bem característica do Mato Grosso do Sul, que serve um almoço incrível no fogão a lenha e faz um doce de leite famoso.

São 2,2 km de flutuação, por dois rios diferentes: os primeiros 1.650 metros são na nascente do rio Olho d'Água, que é o trecho cristalino do percurso, daí tem uma trilha por terra e os últimos 600 metros são de flutuação no Rio da Prata, que tem uma cor turquesa muito bonita, mas oferece menos visibilidade. Não é obrigatório saber nadar, mas se você não tem afinidade com água, pode ser melhor estrear em flutuações mais curtas, como a da Nascente Azul. Leia tudo sobre o passeio do Rio da Prata.

O que fazer em Bonito

3 - Conheça o Rio Sucuri, o mais cristalino do Brasil

O Rio Sucuri é simplesmente o mais cristalino do Brasil e está entre os dez mais cristalinos do mundo! É possível conhecê-lo por meio de duas atividades: a flutuação ou o passeio de barco. Veja preços e todos os detalhes no post sobre o Rio Sucuri.

A cobra que dá nome ao rio faz parte da fauna local, mas é raro avistar alguma. Comum mesmo é ver espécies de peixes como piraputangas, matogrosso, peixe-cachorro, cascudo e dourado. Já quem vai no barquinho, avista vários tipos de aves. Atente que tem dois receptivos atuando no Sucuri: o Rio Sucuri Ecoturismo é o passeio que passa pela nascente, já o Barra do Sucuri termina no encontro com o Rio Formoso.

O que fazer em Bonito

4 - Faça a trilha da Boca da Onça

A Boca da Onça é uma trilha guiada com oito cachoeiras de água cristalina e cinco paradas para banho, muito bem-vindas no calorão do Mato Grosso do Sul. A famosa Cachoeira Boca da Onça (foto à esq.) é a mais alta — na verdade, é a mais alta do Estado —, mas o percurso tem quedas d'água ainda mais bonitas, como o Buraco do Macaco (foto à dir.), uma gruta formada pela erosão do córrego, onde a gente consegue entrar por meio de um túnel de cinco metros.

O parque Boca da Onça Ecotour fica na cidade de Bodoquena, a 60 km do centro de Bonito. É um passeio de dia inteiro, incluindo café da manhã e almoço. Justamente por ser tão completo, não é barato. A gente explica tudo no post sobre a Boca da Onça.

5 - Relaxe em um balneário do Rio Formoso

O Rio Formoso é o curso d'água que passa perto do centro de Bonito, a cerca de 7 km. Nos balneários desse rio, dá para se divertir sem a necessidade de estar acompanhado de um guia.  

O Balneário Municipal (foto) tem diferentes áreas para banho em uma extensão de 200 metros do curso do Rio Formoso: de prainha bem rasa, perfeita para crianças, a deques onde dá para mergulhar, sem dar pé. Ali perto, tem também o Camping e Balneário Rio Formoso e o Bosque das Águas.

Outras ótimas opções são o Parque Ecológico do Rio Formoso, que, além do balneário, tem tirolesas na água, caiaque, stand up paddle e boia cross, e o Balneário do Sol, que tem piscina de água corrente, trampolim, quadras esportivas e outros atrativos bacanas. Também há o Estrela do Formoso, um dos mais modernos, com deques bem instagramáveis, e o belo Balneário Refúgio da Barra.

O que fazer em Bonito

6 - Veja uma nascente de perto na Nascente Azul

Desculpe a redundância, mas ver a nascente da Nascente Azul é o diferencial dessa atração. No ponto inicial da atividade de flutuação, dá para avistar a fenda na rocha calcária por onde brota a água. Ali tem uma corda para ajudar os mais corajosos a chegar perto dela. Para isso, é necessário tirar o colete salva-vidas e prender a respiração.

Na Nascente Azul, é feita uma das flutuações mais recomendadas para iniciantes em Bonito, por ter apenas 300 metros de extensão e porque o guia ensina direitinho como usar o equipamento. E vale ficar o dia inteiro ali, pois o complexo tem também balneário, com piscinas com água do rio, prainha artificial, restaurante, bar e uma bela uma cascata — o day use é incluso no valor da flutuação. Também tem tirolesa e pêndulo humano, atividades à parte. Leia mais sobre a nossa experiência na Nascente Azul.

O que fazer em Bonito

7 - Mergulhe nas Cachoeiras da Serra da Bodoquena

O passeio das Cachoeiras da Serra da Bodoquena é para quem quer lavar a alma nas águas do Mato Grosso do Sul. Tem cinco lindas cachoeiras, sendo que, em algumas, você consegue entrar debaixo da queda d'água. No final, tem um balneário com tirolesa na água e uma brincadeira que envolve botes e baldes de água, divertidíssima.

Para chegar às famigeradas cachoeiras, a gente faz uma trilha circular de 2,5 km. O trajeto é feito em grupos de até 15 pessoas e com guia. Dá para contratar também o passeio de quadriciclo na propriedade. O parque fica na cidade de Bodoquena, a 72 km do centro de Bonito. Se você for com transporte compartilhado, é um passeio de dia inteiro. Veja os detalhes e mais fotos das Cachoeiras da Serra da Bodoquena.

8 - Desça de rapel elétrico até a caverna do Abismo Anhumas

O Abismo Anhumas é uma caverna inundada onde a gente desce 72 metros em um rapel elétrico para acessar o nível da água. Exige coragem para encarar a altura, as águas de até 80 metros de profundidade e também para pagar, pois é o passeio mais caro da região. 

É possível escolher entre três atividades: contemplação, flutuação ou mergulho com cilindro — nenhuma exige conhecimento prévio. Você vai encontrar uma espécie de cordilheira de calcário debaixo d’água, com cones que atingem até 19 metros de altura. É meio escuro lá dentro, mas como a lagoa é cristalina, a visibilidade dentro da água chega a impressionantes 60 metros de distância. Leia tudo sobre o Abismo Anhumas.

O que fazer em Bonito

9 - Flutue no lago da Gruta do Mimoso

Se o orçamento não permitir conhecer o Abismo Anhumas, há uma outra atração incrível que permite fazer mergulho ou flutuação dentro de uma caverna em Bonito. A Gruta do Mimoso é considerada pela comunidade internacional de mergulho uma das mais belas cavernas alagadas do mundo. Possui formações raríssimas, como crostas, cones e outros tipos de espeleotema.

Quem não é especialista em mergulho de caverna consegue ver apenas a ponta da gruta — no máximo, uns 30 dos seus 120 metros de extensão horizontal. Mas já é deslumbrante. Na verdade, a ideia de não saber o que há além daquele buraco escuro na caverna deixa tudo mais misterioso. A impressão que dá é que, a qualquer momento, vai sair alguma criatura jurássica lá de dentro. Veja nossa experiência na Gruta do Mimoso

O que fazer em Bonito

10 - Faça a trilha do Parque das Cachoeiras...

O Parque das Cachoeiras é um lugar para contemplar as belezas no curso do Rio Mimoso e se jogar na água. A área inclui sete cachoeiras, de diferentes tamanhos, e uma nascente, logo no começo do passeio (foto abaixo).

As cachoeiras são acessadas por meio de uma trilha bem estruturada de 1,7 km, feita obrigatoriamente em grupo e com um guia. Tem baixa dificuldade e a gente vai devagar, aprendendo sobre a fauna e flora da região.

O percurso leva aproximadamente três horas e tem a possibilidade de incluir o almoço com cardápio típico sul-mato-grossense. Em comparação com os parques de cachoeiras que eu já citei, esse é um atrativo mais próximo do centro de Bonito, a 17 km. Veja mais fotos e leia o relato completo sobre o Parque das Cachoeiras.

O que fazer em Bonito

11 - ... ou a trilha da Estância Mimosa

Na outra margem do Rio Mimoso, fica a Estância Mimosa, que compartilha parte das quedas d'água do Parque das Cachoeiras. O acesso às quedas d'água também é permitido apenas acompanhado de um guia, realizando uma trilha em grupo. O trajeto tem 2.450 metros em meio à mata ciliar do Rio Mimoso, com observação de diferentes espécies de animais e árvores.

Além de curtir as cachoeiras, também dá para fazer passeio a cavalo e observação de aves — a área tem mais de 260 espécies registradas.

13 - Divirta-se na brincadeira do Boia Cross 

Embora seja um passeio realizado em grupo, no boia cross, cada pessoa ganha uma boia individual para percorrer um pouco mais de um quilômetro do Rio Formoso. A correnteza movimenta os participantes, que passam por pequenas corredeiras e quedas d'água ao longo do percurso, com a opção de levar "caldinhos" no caminho. É um passeio rápido e divertidíssimo, ainda mais se você estiver com amigos ou familiares. Está disponível no Parque Ecológico Rio Formoso, no Eco Park Porto da Ilha e no Hotel Cabanas.

A alternativa é o passeio de bote, que tem ainda mais aventura. A gente divide o "veículo" com um grupo e usa remos para pegar velocidade e aprumar a direção. Você encontra essa atividade no Eco Park Porto da Ilha.

O que fazer em Bonito

14 - Buraco das Araras

O Buraco das Araras é um dos atrativos mais interessantes para a contemplação da fauna da região de Bonito. É uma das maiores dolinas (depressão na terra) do mundo, ocupada por araras nativas, que vivem livres.

O período de reprodução das aves é de maio a dezembro, quando elas ficam mais ativas — já foram registradas cerca de 120. Mas não dá para garantir que você vai avistá-las, depende sempre de um pouco de sorte e paciência. A atração fica no município de Jardim, a 55 km de Bonito. É um passeio interessante para realizar no mesmo dia em que a flutuação no Rio da Prata: ficam a apenas 15 minutos de distância. Saiba tudo sobre a visita ao Buraco das Araras.

15 - Surpreenda-se com a Lagoa Misteriosa

Essa é uma atração imperdível para quem vai no inverno a Bonito. Ninguém sabe ao certo a profundidade da Lagoa Misteriosa, o mais fundo que conseguiram registrar é 220 metros. Isso já faz dela uma das mais profundas cavernas inundadas do Brasil.

De fora, não demonstra a imensidão de suas profundezas, rochas e paredões. É necessário botar a roupa de neoprene e cair na água cristalina para descobrir um pouco que seja dos seus mistérios — dá para fazer flutuação ou mergulho lá. Mas, em razão da proliferação de algas no calor, a atração só abre entre abril e outubro e, ainda assim, a temporada pode ser atrasada ou terminar antes por causa do clima.

16 - Sinta-se um peixinho no Aquário Natural

O Aquário Natural de Bonito é uma das atrações mais próximas do centro da cidade, a cerca de 8 km. Ali ocorre a flutuação no Rio Baía Bonita, e o nome é bem apropriado para essa atração. É como o aquário que a gente tinha em casa quando pequenos, cheio de peixinhos coloridos e diferentes plantas subaquáticas. Mas imagine isso em proporção gigante e tudo na mais perfeita harmonia da natureza.

Quem nunca fez mergulho ou flutuação tem no Aquário uma das melhores opções, pois, antes de entrar na água, o guia ensina como utilizar o equipamento e faz um pequeno treinamento na piscina. Realizada ao longo de 40 minutos, a flutuação ocorre ao longo de 900 metros do rio, passando por uma flora abundante e diversos peixes.

O que fazer em Bonito

17 - Explore a caverna da Gruta de São Miguel...

A Gruta de São Miguel é uma bela caverna com estalagmites, estalactites, colunas, travertinos, coraloides, ninhos de calcário e outras formações rochosas moldadas em um processo de milhões de anos. O passeio é feito em grupo e com guia, que vai te explicar tudo sobre o lugar.

A atividade é apenas de contemplação, não há lago para flutuação ou mergulho. Recomendamos que você fique com uma das lanternas que o guia distribui para poder ver melhor os detalhes dentro da gruta. É que, dentro da Gruta de São Miguel, há iluminação artificial e usam-se lanternas para observar as formações rochosas.

A atração fica a 18 km do centro de Bonito. Fica na estrada que também leva à Gruta do Lago Azul, que é o grande cartão-postal da cidade, e o Abismo Anhumas, uma das atrações mais emocionantes da região.

O que fazer em Bonito

18 - ... ou da Gruta Catedral

Antigamente chamada de Gruta São Mateus, a Catedral é uma caverna que tem proposta semelhante à da Gruta de São Miguel, de contemplação. Primeiro, você passa uma ponte suspensa em meio ao Cerrado, com vista para as copas das árvores, depois percorre uma trilha tranquila de 320 metros até a caverna.

Dentro da gruta, é possível fazer diversas paradas para contemplar e aprender mais sobre as formações rochosas. O tempo de visitação é de aproximadamente 1h30min. Tem também um museu no receptivo, onde você pode conhecer a história da região, ver relíquias dos moradores e ver animais empalhados.

19 - Relaxe com pé na areia na Praia da Figueira

A Praia da Figueira é uma das opções mais populares de balneário de Bonito, um lugar para passar o dia, relaxar e deixar a criançada se divertir. Dentro do lago de temperatura agradável, tem quiosques com sombreiros de palha e bancos simples de madeira. Você pode tomar uma caipirinha por ali enquanto os tambaquis nadam bem pertinho dos seus pés.

Outro diferencial da Praia da Figueira é um pequeno parque aquático, com um toboágua em curvas de 11 metros de altura e um escorrega com seis metros. Nessa área, também tem um playground molhado para crianças pequenas. Veja mais informações e fotos da Praia da Figueira.

O que fazer em Bonito

20 - Faça uma cavalgada, de dia ou de noite

A Cavalgada Recanto do Peão é um passeio a cavalo de 5 km em que você ouve histórias da região e da cultura local. O trajeto dura aproximadamente 1h30min. 

É possível fazer a cavalgada de manhã, à tarde (pôr do sol) ou à noite, quando os participantes são guiados com lanternas. No retorno, o grupo pode saborear um arroz carreteiro preparado no fogão a lenha.

Também existe um passeio de cavalo pelo Rio Formoso, com duração de 1h40min.

21 - Fazenda Ceita Corê

A Fazenda Ceita Corê é mais uma opção de passeio de ecoturismo na região de Bonito, a 38 km do centro da cidade. Lá você pode conhecer a nascente do Rio Chapeninha, em uma caverna submersa explorada até 155 m de profundidade, e fazer uma bela trilha em meio à natureza.

O caminho é em meio a árvores centenárias, com a expectativa de observar animais silvestres em seu habitat natural. A trilha de 4 km passa por passarelas e pontes suspensas, com paradas para mergulho em cachoeiras e piscinas naturais. Ainda tem tampolim e tirolesa para a diversão dos visitantes.

22 - Passe um dia na fazenda do Rio do Peixe

O passeio do Rio do Peixe ocorre em uma fazenda com cachoeiras, piscinas naturais e grutas inundadas. Ela fica na zona rural de Bonito, a 35 km do centro da cidade, é um bom lugar para passar o dia, curtir a natureza, ver animais, ouvir o som dos pássaros e o barulho da água. 

Durante o passeio, encontramos trampolim, plataforma de salto e até tirolesa que termina na água. Com sorte, visitantes terão a oportunidade de ver macacos, araras e antas que vivem na área da fazenda. O almoço é feito na própria fazenda do Rio do Peixe de Bonito, com variedade de pratos quentes, churrasco, saladas e sobremesas regionais. 

23 - Dê um rolê de bicicleta em Bonito

As formas mais comuns de se locomover em Bonito são o carro alugado, transfer privativo ou compartilhado ou táxi — veja nosso post sobre transportes em Bonito —, mas os mais atléticos podem curtir também uma volta de bicicleta.

Um dos passeios que envolvem o veículo é o Tour de Bicicleta até o Bosque das Águas, saindo de Bonito. A ideia é ter outra percepção das paisagens do Cerrado do Mato Grosso do Sul e depois se refrescar em balneário natural.

24 - Curta a noite centro de Bonito

Com tanta trilha, tanta cachoeira e flutuação de dia, quando cai a noite, a maior parte dos turistas quer apenas jantar ou tomar uma cerveja e, no máximo, dar uma conferida nas lojinhas. Isso você faz no centro de Bonito, mais especificamente na Rua Pilad Rebuá e entornos da Praça da Liberdade.

A cidade tem algumas lojinhas de presentes e cerâmica legais para comprar uma lembrancinha, e as cachaças da loja Di Bonito também dão uma bom presente (prove a de doce de leite!). Para quem quer jantar, há bons restaurantes em Bonito que oferecem pratos da cozinha pantaneira e outros pratos populares no Brasil, com destaque para Casa do João e o Juanita — veja nosso post sobre onde comer em Bonito. Alternativas legais para beber à noite são o Taboa e o La Bonita. 

25 - Tire foto com uma cobra no Projeto Jiboia

As visitas ao Projeto Jiboia ocorrem à noite e duram cerca de uma hora e meia. Além do acesso ao serpentário, onde é possível ver espécies como jiboia, píton e cobra-do-milho através de um vidro, visitantes também assistem a uma palestra sobre as particularidades, os hábitos alimentares e relacionamento desses animais. Ao final, você ainda pode tirar fotos segurando uma cobra.

O Projeto Jiboia fica na área central da cidade, a menos de 2 km da Praça da Liberdade. Saiba mais sobre a nossa experiência no lugar.

O que fazer em Bonito