O Palácio de Diocleciano (Split)

0 avaliação
0% recomendam
0

Diocleciano (245-313) ordenou que fosse erguido, em Split, um suntuoso palácio todo feito em pedras brancas da belíssima, e muito próxima, ilha de Brac. Segundo dados históricos, o imperador não teria economizado durante a construção do imponente local, tendo, inclusive, importado material, como mármores da Grécia e colunas do Egito.

As obras do local onde o imperador passaria a sua aposentadoria tiveram início no século III e duração total de 10 anos. Registros, no entanto, dão conta de que a construção, situada bem em frente à orla da cidade, teria sofrido algumas modificações durante a Idade Média.

Toda a estrutura do palácio onde Diocleciano viveu os seus últimos dias ocupa uma área total de 31 mil metros quadrados. O acesso se dá por quatro importantes entradas: o Portão de Bronze ou Porta Aenea (ao sul), o Portão de Ouro ou Porta Aurea (ao norte), o Portão de Prata ou Porta Argentea (a leste) e o Portão de Ferro ou Porta Ferrea (a oeste). Esses portões são excelentes pontos de referência em uma área que mais parece uma minicidade, onde só é permitido o trânsito de pedestres. 

O passeio pelo palácio de Diocleciano, além de uma verdadeira viagem na história, é também um tour pela vida cultural, gastronômica e comercial de Split. Isso porque a área conta com boa quantidade de ruas, praças, excelentes restaurantes/bares, lojas que vendem de tudo um pouco, e que fazem do palácio um excelente programa, tanto durante o dia quanto à noite.

Ulica Julija Nepota, Split
http://whc.unesco.org/en/list/97/

O-palacio-de-diocleciano O-palacio-de-diocleciano O-palacio-de-diocleciano A-orla-de-split-a-esquerda-e-os-muros-do-palacio-de-diocleciano
Avalie O Palácio de Diocleciano (Split)