Pucón

Pucón é uma cidade localizada a 780km ao sul de Santiago e tem pouco mais de 30.000 habitantes. O pequeno refúgio chileno está localizado na Región de la Araucanía e é um dos principais destinos turísticos do país. O turismo é uma importante fonte de renda local e, ainda que a cidade seja pequena em tamanho, ela oferece uma excelente estrutura para seus visitantes.

E o que faz de Pucón um lugar tão interessante? Muita coisa, na verdade, a começar pela natureza. A cidade está em uma região privilegiada, com muitas araucárias, lagos de águas cristalinas, cachoeiras, montanhas, termas e os vulcões, claro. Pucón está em uma área com muitos vulcões, entre eles o Vulcão Villarrica, aos pés da cidade. Villarrica é um vulcão em atividade, com cerca de 2.800m de altitude e cujo cume está coberto por neve o ano todo. Alcançar o ponto mais alto desse vulcão é o objetivo de grande parte dos que visitam Pucón e um exercício de superação, pois a subida é íngreme e nada fácil! 

Com tantos recursos naturais e tantas belezas nativas, o ecoturismo é o forte da região. Em Pucón você pode começar o dia pegando um sol em uma praia de água doce, passar a tarde fazendo um rafting ou arvorismo e, durante a noite, relaxar em uma piscina termal. Aventurar-se, superar limites e estar aberto a novas atividades é um mantra por aqui. São tantas atividades diferentes que realmente supreende como um local tão pequeno é capaz de proporcionar tanta aventura. 

Para quem gosta de andar é imprescindível incluir um dia todo dedicado ao Parque Nacional Huerquehue. Caminhando por uma trilha íngreme, que sobe 600m, chega-se a lagos suspenso de águas incríveis. É até difícil acreditar na localização dos lagos, mas a subida e o esforço para alcançá-los valem a pena. Para uma trilha mais leve, a dica é ir ao Salto El Claro, uma queda d'água com cerca de 80m; e se não quiser fazer quase nenhum esforço e ver belezas tão lindas quanto, visite os Ojos de Caburgua, um local com cachoeiras de águas singulares. 

As caminhadas, subidas e descidas exigem esforço, mas não pense que Pucón é puramente física. Nas proximidades da cidade ficam as Termas Geométricas, piscinas de águas naturalmente quentes que têm temperaturas entre 35ºe 45ºC - o cenário natural ao redor é estonteante, um passeio para lembrar por toda a vida.

Para além da natureza, Pucón tem uma boa estrutura hoteleira, capaz de agradar do mais econômico dos mochileiros ao mais refinado necessitado por conforto e descanso. Para quem quer descansar, alugar uma cabana no meio da natureza é uma ótima pedida. A 
culinária, aliás, não deixa a desejar; ninguém passa fome em Pucón. A cidade tem ótimos restaurantes, seja para comer massas, carnes, peixes ou experimentar a cozinha contemporânea. 

Para quem nunca ouviu falar do lugar, a cidade reserva uma verdadeira surpresa pela quantidade de atrativos que oferece, para os que já ouviram falar e aguardam ansiosos pelo momento de conhecê-la, só nós cabe confirmar, "sim, Pucón é mesmo tudo o que dizem".