São Petersburgo

Pontes, canais, palácios, prédios e catedrais suntuosas... basta uma breve caminhada pelas ruas de São Petersburgo e é possível perceber o quanto o czar russo (Pedro, o Grande) se empenhou na construção desta, que se tornou a primeira cidade moderna da Rússia. E não é para menos! Tanta história, o charme e tanto entretenimento para todos os públicos são apenas alguns dos atributos que colocaram a velha capital do império russo - fundada em 1703 - na lista de destinos turísticos mais apreciados mundo afora.

O clima não costuma ser dos melhores ao longo do ano - isso é fato -, mas nem as baixas temperaturas conseguem tirar o encanto da cidade de czares e czarinas. A atmosfera de glamour, herança do período em que foi comandada por imperadores, persiste até os dias de hoje e pode ser vista/sentida na arquitetura dos edifícios e das igrejas antigas, nos cardápios de restaurantes e nas belas praças e monumentos na cidade, que tem estilo muito parecido com o de alguns centros europeus.

Vista de cima, São Petersburgo - que já foi chamada de Petrogrado e Leningrado - impressiona pelas várias nuances e também por estar rodeada de água. Conhecida como “a Veneza do Norte”, a cidade, banhada pelo belo rio Neva (passeios de barco são quase obrigatórios), tem vários canais e mais de 300 pontes. Para construir tudo isso, Pedro, o Grande, acabou buscando inspiração em uma cidade europeia muito famosa mundialmente por seu sistema de canais: a holandesa Amsterdã.

Moeda

Como no restante do país, o idioma falado em São Petersburgo é o russo; a moeda é o Rublo (RUB), dividida em 100 kopecs. Você pode cambiar certa quantia de dinheiro antes de desembarcar na cidade, para não chegar totalmente desprovido, porém casas de câmbio e caixas eletrônicos estão espalhados pelos mais diversos pontos.

Extremamente turística, São Petersburgo acaba oferecendo estrutura um pouco melhor para o visitante, especialmente se comparada à capital, Moscou. Exemplo disso é a maior disponibilidade de informações na língua inglesa em locais públicos (como o metrô, por exemplo), que muito facilitam a vida daqueles que não dominam o idioma local. 

Desarme-se de qualquer preconceito e prepare-se para uma experiência única, pois a chamada Veneza do Norte é um destino mais que especial. No nosso Guia de Destinos apresentaremos informações sobre museus, ruas e avenidas de compras, além de bons restaurantes, opções de programas noturnos e uma série de outros pontos imperdíveis desta cidade extretamente charmosa, que, com certeza, vai conquistar você!