Cidade do Panamá

Arborizada, movimentada, histórica e contemporânea, a Cidade do Panamá vem despontando como destino turístico e ganhando cada vez mais fãs mundo afora. Se o seu conhecimento sobre o lugar resume-se ao típico chapéu ou ao famoso Canal (obra-prima da engenharia), é hora de conhecer mais dessa capital cheia de surpresas. 

Desembarcando no Aeroporto de Tocumen, hub da Copa Airlines, o calor intenso causa impacto logo de cara. A capital registra médias de 30ºC o ano inteiro e o único gostinho de frio que se tem por lá é o dos condicionadores de ar, sempre vigorosos. Basta percorrer alguns quilômetros rumo à área central para se deparar com uma cidade viva, cheia de avenidas largas e arranha-céus envidraçados. Prepare a câmera ao passar pela Cinta Costeira, uma via moderna com calçadão espaçoso e ótima vista para a orla. 

A cidade, que vem passando por muitas transformações e dando vida a ousados projetos, sabe conviver bem com o passado. Mesmo distante da realidade de sua fundação, é possível conhecer os resquícios da "primeira" Cidade do Panamá, onde preservam-se casarões construídos em pedra, no Panamá Viejo, ou visitar a charmosa área do Casco Antiguo, com edifícios moldados à arquitetura colonial espanhola e pequenas ruelas ótimas para passar o dia caminhando, tirando fotos ou conhecendo pontos turísticos.

Os preços atrativos em hotéis, restaurantes e, principalmente, nas lojas é mais um dos motivos para incluir a cidade entre seus próximos destinos. O Panamá possui uma grande variedade de restaurantes, das mais distintas nacionalidades - grego, japonês, peruano, italiano, árabe e a própria comida panamenha -; são tantas opções que fica difícil escolher. Se o objetivo da viagem é fazer compras, prepare o cartão de crédito! A capital é chamada de "Nova Miami", com muitos shoppings, lojas de todos os tipos e o melhor: bons preços!

Falar do Panamá é também falar de história. De forma resumida, podemos dizer que o Panamá conseguiu sua independência da Colômbia com a ajuda dos Estados Unidos, mas, em contrapartida, teve sua soberania comprometida pela presença dos norte-americanos em seu território, tendo que dividir por muitos anos a administração do Canal do Panamá. Apenas em 1999 o país retomou sua soberania; só então o Panamá o passou a ter controle absoluto sobre seu Canal e sua receita. O Canal do Panamá, que liga o Oceano Pacífico ao Atlântico, é uma das grandes obras da humanidade. Inaugurado em 1914, tornou-se rota importantíssima para transporte de cargas, fazendo com que os navios que passam por suas águas economizem tempo e dinheiro, por evitar que deem a volta no extremo sul do continente. 

Uma cidade moderna, com pessoas simpáticas e preços na medida. O Panamá surpreende e cresce cada vez mais, ganhando novos fãs no mundo todo.